×
×

SEP/SP 2009

Analista em Planejamento, Orçamento e Finanças Públicas

Questão 1

SEP/SP 2009 - ESAF - Analista em Planejamento, Orçamento e Finanças Públicas
Em relação ao texto abaixo, assinale a opção correta.

É importante notar que a taxa de juros anual média de 141,12% é escandalosa para o Brasil, cuja inflação anual é estimada em torno de 6,5%. A redução dos juros que se verificou em dezembro certamente não reflete as mudanças que beneficiaram os bancos (redução do compulsório e ligeira melhora na captação de recursos), mas apenas a menor procura por crédito. A discreta queda dos juros não deve aumentar a procura por crédito pelas pessoas físicas que estão conscientes de que não é o momento de se endividar, nem favorecerá uma redução da inadimplência. No máximo, interessará às pessoas jurídicas que buscam crédito de curtíssimo prazo ou financiamentos para exportação, embora as facilidades oferecidas pelo Banco Central tenham um custo muito elevado. Sabe-se que uma redução da taxa Selic nunca repercute plenamente nas taxas de juros dos bancos, que, sob o pretexto da elevação da inadimplência, aumentaram os seus spreads (diferença entre a taxa de captação e de aplicação). O governo está tentando obter uma redução desse spread, até agora sem grande sucesso.
Para uma redução sensível das taxas de juros, duas medidas seriam necessárias: reduzi-las nos bancos públicos (Caixa Econômica e Banco do Brasil) e, especialmente, em função de uma taxa Selic menor, reduzir o interesse dos bancos em aplicar seus excedentes de caixa em títulos da dívida mobiliária federal, que oferecem juros elevados e total garantia.
(O Estado de S. Paulo, Editorial, 16/1/2009)

Questão 2

SEP/SP 2009 - ESAF - Analista em Planejamento, Orçamento e Finanças Públicas
Ainda em relação ao texto constante da questão n. 1, assinale a opção correta.

Questão 3

SEP/SP 2009 - ESAF - Analista em Planejamento, Orçamento e Finanças Públicas
Assinale a opção que reúne os enunciados abaixo em um período sintática e semanticamente coerente, coeso e gramaticalmente correto.
● Conflitos organizacionais são inevitáveis.
● Conflitos organizacionais são aqueles que ocorrem na situação de trabalho.
● A inevitabilidade dos conflitos organizacionais se dá porque as empresas constituem um sistema social composto por pessoas.
● Essas pessoas têm características próprias de personalidade, história de vida, desejos e expectativas.
(Com base em Luiz Carlos Cabrera, VOCÊ/SA, março 2008, 95)

Questão 4

SEP/SP 2009 - ESAF - Analista em Planejamento, Orçamento e Finanças Públicas
Assinale a opção que, ao apresentar uma paráfrase do trecho sublinhado, desrespeita e distorce os sentidos principais do texto original.

Está de novo no ar a discussão [a] em torno da necessidade de estabelecer um “estado forte” no Brasil. O estímulo para o debate, desta vez, é a crise econômica, que turbinou os amigos do “estado forte” pelo mundo afora [b] – eis aí, argumentam eles, a prova de que os governos têm de mandar muito mais do que mandam [c], para não deixar que problemas tão sérios assim continuem ocorrendo [d]. Os mais esperançosos chegam a imaginar, até, que existe em toda essa história uma demonstração de que o capitalismo, afinal, ainda pode ser derrotado [e] em algum momento do século XXI, após 200 anos de tentativas malsucedidas para acabar com ele.
(J. R. Guzzo, Veja, 21/1/2009, 134.)

Questão 5

SEP/SP 2009 - ESAF - Analista em Planejamento, Orçamento e Finanças Públicas
O texto abaixo foi adaptado do Editorial de O Estado de S. Paulo de 21/1/2009. Assinale a opção que representa continuação coesa e coerente para o texto.

O desemprego em dezembro dá uma ideia mais clara, e nada animadora, do tamanho da crise instalada no País desde o trimestre final de 2008. No mês passado, foram fechados 654.946 postos de trabalho formais, segundo informou o governo. Foi mais que o dobro do número registrado um ano antes, quando foram demitidos, em termos líquidos, 319.414 trabalhadores com carteira assinada. O aumento das demissões é normal no fi m do ano, principalmente na indústria, depois de encerrada a produção para o Natal.

Questão 6

SEP/SP 2009 - ESAF - Analista em Planejamento, Orçamento e Finanças Públicas
Complete o trecho com a opção que respeita a coerência e a progressão das ideias, sem incorrer em contradição e redundância.
A pobreza absoluta que vitima parcela expressiva da população como também o baixo grau de severidade da punição característica da legislação penal brasileira não são fatores suficientes para explicar os elevados níveis de roubos e homicídios que caracterizam nosso cotidiano.
Parcela importante do problema reside
(Luis Flávio Sapori, Correio Braziliense, 16/1/2009, 17.)

Questão 7

SEP/SP 2009 - ESAF - Analista em Planejamento, Orçamento e Finanças Públicas
Em relação ao texto abaixo, assinale a opção correta.

A invasão israelense intensifica o ambiente de privações e ameaças à integridade física em que vivem os habitantes de Gaza. Além dos intensos bombardeios aéreos, que mataram centenas de palestinos – entre eles várias mulheres e crianças –, faltam víveres e medicamentos, e os cortes no fornecimento de água e luz são constantes.
Ao que consta, pois Israel impede a entrada da imprensa no território invadido, o objetivo inicial da ação terrestre é isolar o norte da faixa litorânea, de onde parte a maioria dos ataques com foguetes contra o sul israelense, do restante do território palestino. A cidade de Gaza, com mais de 400 mil habitantes, foi sitiada.
Além dos intoleráveis danos, humanos e materiais, que impõe aos palestinos, o estrangulamento militar desfechado por Israel está repleto de incertezas quanto à sua eficácia.
(Folha de S. Paulo, Editorial, 5/1/2009)

Questão 8

SEP/SP 2009 - ESAF - Analista em Planejamento, Orçamento e Finanças Públicas
Com base no texto, assinale a opção incorreta.

O Hamas, com sua odiosa plataforma que prega o aniquilamento da nação vizinha, não é um movimento adventício, artificial, em Gaza.
O grupo fundamentalista, com ramificações assistenciais e religiosas, criou raízes e tornou-se popular na faixa de Gaza – essa capilaridade, aliás, torna difícil atingir alvos militares sem matar civis. O Hamas venceu as eleições parlamentares palestinas de 2006 e, mais tarde, expulsou de Gaza o Fatah, o partido secular de Mahmoud Abbas, presidente da Autoridade Nacional Palestina (ANP).
Facilitaram a ascensão do extremismo em Gaza a incompetência corrupta do governo do Fatah, o cruel bloqueio à circulação de bens e pessoas imposto por Israel e a opção, tomada por EUA e União Europeia, de ignorar diplomaticamente o Hamas e fortalecer a ANP.
(Folha de S. Paulo, Editorial, 5/1/2009)

Questão 9

SEP/SP 2009 - ESAF - Analista em Planejamento, Orçamento e Finanças Públicas
Com base no texto, assinale a opção incorreta.

É certo que houve expansão da frota, tanto de carros, como de caminhões e ônibus. Mas isso é muito pouco para explicar a verdadeira chacina na malha rodoviária a que o país parece assistir de braços cruzados.
Cabe boa parte da culpa aos motoristas. Quem viaja pelas estradas brasileiras não precisa ir longe para constatar verdadeiros descalabros. Motoristas dispostos a tudo mostram sua estupidez e total falta de responsabilidade: trafegam em alta velocidade, fazem ultrapassagens inconvenientes, andam pelo acostamento, usam faróis altos e frequentemente dirigem alcoolizados.
(Estado de Minas, Editorial, 6/1/2009.)

Questão 10

SEP/SP 2009 - ESAF - Analista em Planejamento, Orçamento e Finanças Públicas
Assinale a opção que apresenta período construído com os núcleos do sujeito e do predicado da oração principal do período transcrito a seguir.
A partir de um fragmento perdido, no qual o filósofo Blaise Pascal fala, de passagem, sobre loucura política, julgada por ele território fértil em imperfeição humana, o velho jornalista e também filósofo italiano Emilio Rossi, morto há um mês, escreveu livro saboroso, com o título deste artigo e o subtítulo Ironia e veritá di Pascal (Edizioni Studium, Roma, 1984).
(Rubem Azevedo Lima, A política como loucura, Correio Braziliense, 12/1/2009, 12.)

Questão 11

SEP/SP 2009 - ESAF - Analista em Planejamento, Orçamento e Finanças Públicas
Assinale a opção que preenche corretamente as lacunas do texto abaixo.

Ao acabar a Segunda Guerra Mundial, o mundo esperava nunca mais assistir __1__ tragédias humanitárias como a que dizimou a vida de seis milhões de pessoas entre 1939 e 1945. __2__ esperanças, porém, mostraram-se vãs.
Gaza serve de exemplo. Encurralada, __3__ população da faixa de 362km² (1,5 milhão de pessoas) protagoniza o horror que escandaliza __4__ consciências civilizadas dos cinco continentes e mobiliza protestos nas principais cidades da Terra. O cenário assusta. Homens, mulheres e crianças que se concentram numa das regiões de maior densidade populacional do planeta são as vítimas de uma guerra na qual não são soldados. Submetidos __5__ uma chuva de mísseis __6__ onze dias, tiveram o território invadido também por terra. Tanques, armas e os militares mais bem treinados do mundo abrem caminho no terreno em que cada centímetro é disputado por milhares de pessoas. O apagão, aliado ao frio e __7__ falta de água potável, acrescenta desespero ao ambiente digno do inferno de Dante.

(Correio Braziliense, Editorial, 6/1/2009.)

Questão 12

SEP/SP 2009 - ESAF - Analista em Planejamento, Orçamento e Finanças Públicas
Julgue os a/as destacados no texto abaixo e assinale a opção correta em relação à existência de crase.

A sociedade brasileira, cada vez mais, quer conhecer e debater as políticas, planos e programas de desenvolvimento, previamente a (1) tomada de decisão pelo

Poder Público e a (2) luz dos objetivos da sustentabilidade e da melhoria dos processos de negociação e de controle social. Essa discussão é orientada pela busca do melhor juízo sobre a (3) defesa ambiental com vistas a (4) adoção de um processo de natureza negocial, baseado numa abordagem de gestão pública compartilhada, que não deve estar restrita as (5) agências ambientais. Visa, também, à defi nição de espaços adequados e permanentes para o diálogo de forma a (6) se antecipar aos potenciais confl itos socioambientais associados as (7) propostas de desenvolvimento e a (8) redução de ações de intervenção que remetam as (9) decisões a (10) esfera do Judiciário.

(http://www.planejamento.sp.gov.br/PUBLICACOES/Desenv_sustent ambientais.pdf)

Devem ser acentuados com acento grave os a/as destacados com os números:

Questão 13

SEP/SP 2009 - ESAF - Analista em Planejamento, Orçamento e Finanças Públicas
Os trechos abaixo constituem sequencialmente um texto adaptado do Editorial do Correio Braziliense de 6/1/2009.

Assinale a opção em que o segmento está gramaticalmente correto.

Questão 14

SEP/SP 2009 - ESAF - Analista em Planejamento, Orçamento e Finanças Públicas
Os trechos abaixo constituem sequencialmente um texto adaptado do Editorial do Estado de Minas de 6/1/2009.

Assinale a opção em que o segmento está gramaticalmente correto.

Questão 15

SEP/SP 2009 - ESAF - Analista em Planejamento, Orçamento e Finanças Públicas
Os trechos abaixo constituem um texto adaptado do Editorial do Correio Braziliense de 7/1/2009.

Assinale a opção que apresenta erro gramatical.

Questão 16

SEP/SP 2009 - ESAF - Analista em Planejamento, Orçamento e Finanças Públicas

» Essa questão pode ter algum problema e está sendo revisada. Em breve estará corrigida.
Um funcionário escreveu, em um documento oficial, o trecho:

“É inquestionável o estrito cumprimento da legalidade nos procedimentos licitatórios e a execução de contratos – ceara em que existem normas que regram as aquisições financiadas com recursos públicos, sobre os quais recai necessariamente a fiscalização da destinação que lhes tenham sido dadas.”

Ao revisar o documento, percebeu que o trecho continha erros gramaticais. Das cinco alterações que fez para eliminar os erros, uma transformou uma expressão gramaticalmente correta em errada. Em que opção isso aconteceu?

Questão 17

SEP/SP 2009 - ESAF - Analista em Planejamento, Orçamento e Finanças Públicas
Assinale a opção que transcreve informações sobre a Nota Fiscal Paulista com completa correção gramatical.

Questão 18

SEP/SP 2009 - ESAF - Analista em Planejamento, Orçamento e Finanças Públicas
Assinale a opção que transcreve informações sobre o folclore paulista com total correção gramatical e construção sintático-semântica coerente e coesa.

Questão 19

SEP/SP 2009 - ESAF - Analista em Planejamento, Orçamento e Finanças Públicas
Assinale a proposição verdadeira a respeito dos elementos linguísticos e dos efeitos de sentido do trecho.

Qual a razão da pujança do Estado de São Paulo? Entre as diversas razões que explicam o desenvolvimento de São Paulo, talvez a mais significativa seja o conjunto de imigrações e migrações que povoaram o estado.
A partir de 1887, só pela Hospedaria do Imigrante – conjunto de alojamentos em São Paulo – passaram perto de 3 milhões de pessoas. Qual era o diferencial desses imigrantes? Era que, apesar de pobres, carregavam culturas milenares que lhes possibilitaram trabalhar e crescer socialmente. E, finalmente, vieram os migrantes nordestinos, castigados pelo clima e pelos coronéis, que encontraram em São Paulo o seu ganha-pão. Tudo isso, mesclado às populações indígenas nativas e aos escravos africanos, formou uma população mestiça que se chama hoje de paulista, ou melhor, o brasileiro de São Paulo.

(Alberto Goldman, Correio Braziliense, 9/2/2009, 13.)

Questão 20

SEP/SP 2009 - ESAF - Analista em Planejamento, Orçamento e Finanças Públicas
Assinale o trecho com sintaxe e pontuação corretas.

Questão 21

SEP/SP 2009 - ESAF - Analista em Planejamento, Orçamento e Finanças Públicas
A e B são os lados de um retângulo I. Ao se aumentar o lado A em 20% e reduzir-se o lado B em 20% obtem-se o retângulo II. Se, ao invés disso, se aumentar o lado B em 20% e diminuir-se o lado A em 20%, tem-se o retângulo III.

Pode-se afirmar que:

Questão 22

SEP/SP 2009 - ESAF - Analista em Planejamento, Orçamento e Finanças Públicas
Num acampamento escolar com crianças que supostamente comem a mesma quantidade de comida por dia, havia comida suficiente para exatamente 60 dias. Passados 20 dias, chegaram inesperadamente mais vinte crianças que supostamente comiam a mesma quantidade de comida por dia que as que estavam acampadas e que ficaram 10 dias no local antes de seguirem viagem. Se, ao fim de 50 dias, a contar do início do acampamento, as crianças tiveram que ir embora porque a comida havia acabado, quantas eram elas?

Questão 23

SEP/SP 2009 - ESAF - Analista em Planejamento, Orçamento e Finanças Públicas
Suponha que um carro perde por ano 20% de seu valor em relação ao ano anterior, uma moto perde por ano 30% de seu valor em relação ao ano anterior e uma bicicleta perde por ano 10% de seu valor em relação ao ano anterior. Além disso, suponha que o carro custa o dobro de uma moto e uma moto o dobro de uma bicicleta. Sendo assim, ao final de 5 anos:

Questão 24

SEP/SP 2009 - ESAF - Analista em Planejamento, Orçamento e Finanças Públicas
A negação de: Milão é a capital da Itália ou Paris é a capital da Inglaterra é:

Questão 25

SEP/SP 2009 - ESAF - Analista em Planejamento, Orçamento e Finanças Públicas
Se Maria vai ao cinema, Pedro ou Paulo vão ao cinema.
Se Paulo vai ao cinema, Teresa e Joana vão ao cinema.
Se Pedro vai ao cinema, Teresa e Ana vão ao cinema. Se
Tereza não foi ao cinema, pode-se afirmar que:

Questão 26

SEP/SP 2009 - ESAF - Analista em Planejamento, Orçamento e Finanças Públicas
Assinale a opção verdadeira.

Questão 27

SEP/SP 2009 - ESAF - Analista em Planejamento, Orçamento e Finanças Públicas
O determinante de uma matriz 3X3 é igual a x. Se multiplicarmos os três elementos da 1ª linha por 2 e os três elementos da 2ª coluna por -1, o determinante será:

Questão 28

SEP/SP 2009 - ESAF - Analista em Planejamento, Orçamento e Finanças Públicas
Em uma cidade, às 15 horas, a sombra de um poste de 10 metros de altura mede 20 metros e, às 16 horas do mesmo dia, a sombra deste mesmo poste mede 25 m.

Por interpolação e extrapolação lineares, calcule quanto mediria a sombra de um poste de 20 metros, na mesma cidade, às 15h30min do mesmo dia.

Questão 29

SEP/SP 2009 - ESAF - Analista em Planejamento, Orçamento e Finanças Públicas
Considere que numa cidade 40% da população adulta é fumante, 40% dos adultos fumantes são mulheres e 60% dos adultos não-fumantes são mulheres. Qual a probabilidade de uma pessoa adulta da cidade escolhida ao acaso ser uma mulher?

Questão 30

SEP/SP 2009 - ESAF - Analista em Planejamento, Orçamento e Finanças Públicas

» Essa questão pode ter algum problema e está sendo revisada. Em breve estará corrigida.
Considerando os dados da questão anterior, qual a porcentagem das mulheres adultas que são fumantes?

Questão 31

SEP/SP 2009 - ESAF - Analista em Planejamento, Orçamento e Finanças Públicas
Um capital unitário aplicado a juros gerou um montante de 1,1 ao fi m de 2 meses e 15 dias. Qual a taxa de juros simples anual de aplicação deste capital?

Questão 32

SEP/SP 2009 - ESAF - Analista em Planejamento, Orçamento e Finanças Públicas
Um capital C é aplicado à taxa de juros compostos de 2% ao mês. Qual o valor mais próximo do montante ao fi m de um ano e meio?

Questão 33

SEP/SP 2009 - ESAF - Analista em Planejamento, Orçamento e Finanças Públicas
Um título no valor de face de R$ 1.000,00 deve ser descontado três meses antes do seu vencimento. Calcule o valor mais próximo do desconto racional composto à taxa de desconto de 3% ao mês.

Questão 34

SEP/SP 2009 - ESAF - Analista em Planejamento, Orçamento e Finanças Públicas
Um financiamento no valor de R$76.060,80 deve ser pago em 15 prestações semestrais iguais de R$10.000,00, vencendo as prestações ao fim de cada semestre. Qual o valor mais próximo da parcela que corresponde à amortização do saldo devedor, na segunda prestação?

Questão 35

SEP/SP 2009 - ESAF - Analista em Planejamento, Orçamento e Finanças Públicas
O valor mais próximo da Taxa Interna de Retorno de um projeto que tem o fluxo de caixa a seguir é de 6% ao ano, sendo os valores dados em R$ 1.000,00 e relativos ao fim de cada ano:


Considerando que parte do investimento do projeto é financiado por um empréstimo bancário com o seguinte fluxo de caixa, sendo os valores dados em R$ 1 000,00 e relativos ao fim de cada ano:


Obtenha o valor mais próximo da Taxa Interna de Retorno para o acionista.

Questão 36

SEP/SP 2009 - ESAF - Analista em Planejamento, Orçamento e Finanças Públicas
Determine a mediana das seguintes observações:

17, 12, 9, 23, 14, 6, 3, 18, 42, 25, 18, 12, 34, 5, 17, 20, 7, 8, 21, 13, 31, 24, 9.

Questão 37

SEP/SP 2009 - ESAF - Analista em Planejamento, Orçamento e Finanças Públicas
Considerando que as observações apresentadas na questão anterior constituem uma amostra aleatória simples X1, X2, ..., Xn de uma variável aleatória X, determine o valor mais próximo da variância amostral, usando um estimador não tendencioso da variância de X.

Considere que:

Questão 38

SEP/SP 2009 - ESAF - Analista em Planejamento, Orçamento e Finanças Públicas
Dados os relativos de preços do ano 1 em relação ao ano 0 de quatro produtos e os pesos relativos dos valores de cada produto no ano 0, obtenha o valor mais próximo da variação percentual do Índice de Preços de Laspeyres do ano 1 em relação ao ano 0.

Questão 39

SEP/SP 2009 - ESAF - Analista em Planejamento, Orçamento e Finanças Públicas
Seja Z uma variável aleatória Normal Padrão. Dados os valores de z e de P(Z < z) a seguir, obtenha o valor mais próximo de P(-2,58 < Z < 1,96).

Questão 40

SEP/SP 2009 - ESAF - Analista em Planejamento, Orçamento e Finanças Públicas
Uma amostra aleatória simples (X1 ,Y1), (X2 ,Y2), ..., (Xn,Yn) de duas variáveis aleatórias X e Y forneceu as seguintes quantidades:


Calcule o valor mais próximo do coeficiente de determinação da regressão linear de Y em X.

Questão 41

SEP/SP 2009 - ESAF - Analista em Planejamento, Orçamento e Finanças Públicas
Considere o texto a seguir e assinale a opção correta frente às normas constitucionais vigentes.
Na Constituição do Estado de São Paulo prevê-se que “fi ca assegurada a criação de creches nos presídios femininos e, às mães presidiárias, a adequada assistência aos seus fi lhos durante o período de amamentação” (art. 286). O Ministério da Saúde, na qualidade de autoridade competente para se manifestar sobre a duração ótima do aleitamento materno no Brasil, adotou o entendimento de que os Estados Membros da Organização Mundial da Saúde (OMS) devem fortalecer as atividades e elaborar novos critérios para proteger, promover e apoiar o aleitamento materno exclusivo durante seis meses, como recomendação de saúde pública mundial, tendo em conta as conclusões da reunião consultiva de especialistas da OMS sobre a duração ótima do aleitamento materno exclusivo. Os Estados também devem proporcionar alimentos complementares apropriados, junto com a continuação da amamentação até os dois anos de idade ou mais, fazendo ênfases nos canais de divulgação social desses conceitos a fi m de induzir as comunidades a desenvolverem essas práticas (Organização Mundial da Saúde. Resolução WHA 54.2, par. 2[4]. WHO, 2001). Dessa forma, a amamentação exclusiva até os seis meses e, a partir daí, complementada por outros alimentos, que serão introduzidos gradativamente, até os dois anos de idade da criança é medida de saúde pública (BRASIL. Ministério da Saúde. Secretaria de Política de Saúde. Organização Pan-Americana da Saúde. Guia alimentar para crianças menores de dois anos. Brasília: Ministério da Saúde, 2002. [Série A. Normas e Manuais Técnicos; n. 107]. Disponível em . Acesso: 27 jan. 2009). No Estado de São Paulo, as crianças filhas de mulheres que cumprem pena privativa de liberdade em regime fechado são retiradas da companhia das respectivas mães cerca de dois meses antes de completarem seis meses de vida.

Questão 42

SEP/SP 2009 - ESAF - Analista em Planejamento, Orçamento e Finanças Públicas
Assinale a opção correta relativa à organização dos Poderes Legislativo, Executivo e Judiciário, o processo legislativo, a fiscalização contábil, financeira e orçamentária, o controle externo e os sistemas de controle interno e o Ministério Público, de acordo com a Constituição do Estado de São Paulo.

Questão 43

SEP/SP 2009 - ESAF - Analista em Planejamento, Orçamento e Finanças Públicas
Considere os fatos hipotéticos relatados a seguir e assinale a opção correta frente às normas constitucionais vigentes.Juiz de direito determinou a expedição de mandado de busca e apreensão de um automóvel de propriedade de pessoa tida como devedora do Estado de São Paulo. Os agentes executores do mandado tiveram dificuldade para localizar o endereço do executado, que era muito distante do fórum, e lá chegaram apenas à noite. Conversaram com o morador, mas ele não entregou o automóvel e nem autorizou a entrada dos agentes. Os agentes perceberam que o automóvel se encontrava na garagem anexa à casa, arrombaram a garagem, apreenderam o automóvel e o levaram ao fórum para posterior avaliação. O juiz era competente e os agentes executores do mandado estavam investidos na função que exerciam.

Questão 44

SEP/SP 2009 - ESAF - Analista em Planejamento, Orçamento e Finanças Públicas
Assinale a opção correta relativa ao sistema tributário, de acordo com a Constituição do Estado de São Paulo.

Questão 45

SEP/SP 2009 - ESAF - Analista em Planejamento, Orçamento e Finanças Públicas
Assinale a opção correta relativa às finanças públicas, de acordo com a Constituição do Estado de São Paulo.

Questão 46

SEP/SP 2009 - ESAF - Analista em Planejamento, Orçamento e Finanças Públicas
Assinale a opção correta relativamente à organização da administração pública, de acordo com a Constituição do Estado de São Paulo.

Questão 47

SEP/SP 2009 - ESAF - Analista em Planejamento, Orçamento e Finanças Públicas
Assinale a opção correta relativa ao regime jurídico dos servidores públicos, de acordo com a Constituição do Estado de São Paulo.

Questão 48

SEP/SP 2009 - ESAF - Analista em Planejamento, Orçamento e Finanças Públicas
Assinale a opção correta relativa à classificação da Constituição Federal de 1988.

Questão 49

SEP/SP 2009 - ESAF - Analista em Planejamento, Orçamento e Finanças Públicas
As opções desta questão contêm fundamentos e objetivos fundamentais da República Federativa do Brasil, nos termos da Constituição Federal de 1988. Assinale a opção que contempla apenas fundamentos.

Questão 50

SEP/SP 2009 - ESAF - Analista em Planejamento, Orçamento e Finanças Públicas
Assinale a opção correta relativa à organização política e administrativa do Estado brasileiro, de acordo com a previsão contida na Constituição Federal de 1988.

Questão 51

SEP/SP 2009 - ESAF - Analista em Planejamento, Orçamento e Finanças Públicas
Acerca da organização administrativa do Estado de São Paulo, assinale a opção correta.

Questão 52

SEP/SP 2009 - ESAF - Analista em Planejamento, Orçamento e Finanças Públicas
Quanto aos princípios direcionados à Administração Pública, assinale a opção correta.

Questão 53

SEP/SP 2009 - ESAF - Analista em Planejamento, Orçamento e Finanças Públicas
Acerca dos servidores públicos e da Constituição Federal de 1988, assinale a opção correta.

Questão 54

SEP/SP 2009 - ESAF - Analista em Planejamento, Orçamento e Finanças Públicas
Considerando o Estatuto dos Funcionários Públicos Civis do Estado de São Paulo, Lei Estadual n. 10.261/68, assinale a opção correta.

Questão 55

SEP/SP 2009 - ESAF - Analista em Planejamento, Orçamento e Finanças Públicas
Acerca dos serviços públicos, assinale a opção correta.

Questão 56

SEP/SP 2009 - ESAF - Analista em Planejamento, Orçamento e Finanças Públicas
Acerca do Pregão, assinale o item correto.

Questão 57

SEP/SP 2009 - ESAF - Analista em Planejamento, Orçamento e Finanças Públicas
Acerca do regime jurídico da licitação, Lei n. 8.666/93 e Legislações Estaduais nos 13.121/2008 e 13.122/2008, julgue o item verdadeiro.

Questão 58

SEP/SP 2009 - ESAF - Analista em Planejamento, Orçamento e Finanças Públicas
Acerca do registro de preço, Decreto Estadual n. 47.945/2003, que regulamenta o Sistema de Registro de Preços (art. 15 da Lei Federal n. 8.666/1993) e da Lei Estadual n. 6.544/1989, e artigo 11 da Lei Federal n. 10.520/2002, assinale o item correto.

Questão 59

SEP/SP 2009 - ESAF - Analista em Planejamento, Orçamento e Finanças Públicas
Acerca da teoria geral do ato administrativo, assinale a opção correta.

Questão 60

SEP/SP 2009 - ESAF - Analista em Planejamento, Orçamento e Finanças Públicas
Em relação ao procedimento administrativo, no âmbito da Administração Pública Estadual de São Paulo, regulado pela Lei n. 10.177/98, assinale o item correto.

Questão 61

SEP/SP 2009 - ESAF - Analista em Planejamento, Orçamento e Finanças Públicas
Acerca das finanças públicas, na Constituição Federal e Estadual, marque a opção correta.

Questão 62

SEP/SP 2009 - ESAF - Analista em Planejamento, Orçamento e Finanças Públicas
Aponte a opção que melhor se molda à disciplina prevista na Lei de Responsabilidade Fiscal.

Questão 63

SEP/SP 2009 - ESAF - Analista em Planejamento, Orçamento e Finanças Públicas
Ainda sobre a Responsabilidade Fiscal da gestão pública,

Questão 64

SEP/SP 2009 - ESAF - Analista em Planejamento, Orçamento e Finanças Públicas
Constitui requisito para a despesa pública:

Questão 65

SEP/SP 2009 - ESAF - Analista em Planejamento, Orçamento e Finanças Públicas
Os Fundos Financeiros:

Questão 66

SEP/SP 2009 - ESAF - Analista em Planejamento, Orçamento e Finanças Públicas
A Constituição da República confere ao orçamento a natureza jurídica de:

Questão 67

SEP/SP 2009 - ESAF - Analista em Planejamento, Orçamento e Finanças Públicas
Em relação ao orçamento público, é correto afi rmar:

Questão 68

SEP/SP 2009 - ESAF - Analista em Planejamento, Orçamento e Finanças Públicas
Constituem modalidade de receita derivada, exceto:

Questão 69

SEP/SP 2009 - ESAF - Analista em Planejamento, Orçamento e Finanças Públicas
Sobre as receitas públicas, assinale a opção correta.

Questão 70

SEP/SP 2009 - ESAF - Analista em Planejamento, Orçamento e Finanças Públicas
Assinale a opção que representa uma taxa pública.

Questão 71

SEP/SP 2009 - ESAF - Analista em Planejamento, Orçamento e Finanças Públicas
Aldemário Araujo Castro ensina que “O crédito tributário não pago, na forma prevista na legislação própria, e não sujeito a qualquer das causas de suspensão da exigibilidade, é encaminhado para a inscrição na chamada Dívida Ativa pela repartição administrativa competente”.

A inscrição em Dívida Ativa:

Questão 72

SEP/SP 2009 - ESAF - Analista em Planejamento, Orçamento e Finanças Públicas
As imunidades tributárias são classificadas em:

Questão 73

SEP/SP 2009 - ESAF - Analista em Planejamento, Orçamento e Finanças Públicas
O princípio da capacidade contributiva:

Questão 74

SEP/SP 2009 - ESAF - Analista em Planejamento, Orçamento e Finanças Públicas
Sobre os tributos de competência da União, dos Estados, do Distrito Federal e dos Municípios, assinale a opção correta.

Questão 75

SEP/SP 2009 - ESAF - Analista em Planejamento, Orçamento e Finanças Públicas
A técnica adotada pelo Brasil para repartir as receitas tributárias e assegurar autonomia financeira às unidades federadas classifica-se como:

Questão 76

SEP/SP 2009 - ESAF - Analista em Planejamento, Orçamento e Finanças Públicas
A atuação do governo na economia tem como objetivo eliminar as distorções alocativas e distributivas e de promover a melhoria do padrão de vida da coletividade.

Tal atuação pode se dar das seguintes formas, exceto:

Questão 77

SEP/SP 2009 - ESAF - Analista em Planejamento, Orçamento e Finanças Públicas
Os diversos bens existentes na economia são agrupados de acordo com dois critérios: exclusividade e rivalidade.

Segundo esses critérios, assinale a opção incorreta.

Questão 78

SEP/SP 2009 - ESAF - Analista em Planejamento, Orçamento e Finanças Públicas
As contas do Balanço de Pagamentos contêm os fl uxos de moeda para dentro e para fora de um país e fornecem informações sobre as relações comerciais entre os países.

Com relação ao Balanço de Pagamentos, indique a opção falsa.

Questão 79

SEP/SP 2009 - ESAF - Analista em Planejamento, Orçamento e Finanças Públicas
O objetivo da Contabilidade Nacional é fornecer uma aferição macroscópica do desempenho real de uma economia em determinado período de tempo: quanto ela produz, quanto consome, quanto investe, como o investimento é financiado, quais as remunerações dos fatores de produção. Assim, baseado nos conceitos de Contas Nacionais, não se pode dizer que:

Questão 80

SEP/SP 2009 - ESAF - Analista em Planejamento, Orçamento e Finanças Públicas
A definição de meios de pagamento corresponde ao conjunto de ativos utilizados para liquidar transações.

Com o avanço do sistema financeiro e do processo de inovações financeiras, desenvolveram-se novas medidas de meios de pagamento. Identifique, entre os agregados monetários abaixo mencionados, aquele que sofre todo impacto da inflação (monetização ou desmonetização).

Questão 81

SEP/SP 2009 - ESAF - Analista em Planejamento, Orçamento e Finanças Públicas
Com relação à Dívida Pública, Déficit Público e Necessidade de Financiamento do Setor Público, identifique a opção falsa.

Questão 82

SEP/SP 2009 - ESAF - Analista em Planejamento, Orçamento e Finanças Públicas
Os indicadores sociais fornecem informações que dizem respeito diretamente à qualidade de vida da população de um país. Com relação a esses indicadores, não se pode dizer que:

Questão 83

SEP/SP 2009 - ESAF - Analista em Planejamento, Orçamento e Finanças Públicas
No que diz respeito à Política Monetária, identifique a opção incorreta.

Questão 84

SEP/SP 2009 - ESAF - Analista em Planejamento, Orçamento e Finanças Públicas
Assinale a opção falsa com relação aos Princípios Teóricos da Tributação.

Questão 85

SEP/SP 2009 - ESAF - Analista em Planejamento, Orçamento e Finanças Públicas
Por política fiscal, entende-se a atuação do governo no que diz respeito à arrecadação de impostos e aos gastos públicos. Com relação à tributação, não é correto afirmar:

Questão 86

SEP/SP 2009 - ESAF - Analista em Planejamento, Orçamento e Finanças Públicas
O orçamento público pode ser entendido como um conjunto de informações que evidenciam as ações governamentais, bem como um elo capaz de ligar os sistemas de planejamento e finanças. A elaboração da Lei Orçamentária Anual (LOA), segundo a Constituição Federal de 1988, deverá espelhar:

Questão 87

SEP/SP 2009 - ESAF - Analista em Planejamento, Orçamento e Finanças Públicas
O modelo de elaboração orçamentária, nas três esferas de governo, foi sensivelmente afetado pelas disposições introduzidas pela Constituição Federal de 1988.

Anualmente, o Poder Executivo encaminha ao Poder Legislativo o projeto de Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO), que contém:

Questão 88

SEP/SP 2009 - ESAF - Analista em Planejamento, Orçamento e Finanças Públicas
A classificação programática é considerada a mais moderna classificação orçamentária de despesa pública. A portaria n. 42/99, do Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão, propôs um elenco de funções e subfunções padronizadas para a União, Estados e Municípios. Assim, de acordo com a referida Portaria, a despesa que não se inclui na nova classificação é a despesa por:

Questão 89

SEP/SP 2009 - ESAF - Analista em Planejamento, Orçamento e Finanças Públicas
A Lei n. 4.320/64 estabelece dois sistemas de controle da execução orçamentária: interno e externo. Segundo a Constituição Federal de 1988, não é objetivo do sistema de controle interno:

Questão 90

SEP/SP 2009 - ESAF - Analista em Planejamento, Orçamento e Finanças Públicas
A realidade que surge da atuação do Estado moderno exige a adoção de novos enfoques de avaliação orçamentária do setor público. A avaliação também é instrumento de promoção do aperfeiçoamento dos processos relacionados à gestão de recursos humanos, financeiros e materiais utilizados na execução dos programas. Uma das opções abaixo é incorreta.

Identifique-a.

Questão 91

SEP/SP 2009 - ESAF - Analista em Planejamento, Orçamento e Finanças Públicas
Assinale abaixo a opção que contém uma afirmativa falsa.

Questão 92

SEP/SP 2009 - ESAF - Analista em Planejamento, Orçamento e Finanças Públicas
A empresa Comércio de Varejos e Atacados Ltda., trabalhando com vendas a prazo, apurou os seguintes saldos em primeiro de novembro de 2007:

Clientes R$ 30.000,00

Fornecedores R$ 25.000,00

Duplicatas Descontadas R$ 20.000,00

Duplicatas a Pagar R$ 48.000,00

Duplicatas a Receber R$ 52.000,00

Das duplicatas, 40% vencerão de 5 a 12 meses; 20% vencerão em 13 meses e o restante vencerá após 15 meses. As duplicatas descontadas são de curto prazo.

Ao ser montado o ativo circulante no balanço de 2007, apenas com esses dados, seu valor será de

Questão 93

SEP/SP 2009 - ESAF - Analista em Planejamento, Orçamento e Finanças Públicas
Ao encerrar o exercício social de 2008, a empresa Cibrazém de Armazenagem e Comércio Ltda. apurou os seguintes saldos:


O inventário físico apontou o valor de R$ 154.000,00 de mercadorias em estoque no fim do ano.

Elaborando o balanço patrimonial com os dados apresentados, após a apuração do resultado do exercício, vamos encontrar um

Questão 94

SEP/SP 2009 - ESAF - Analista em Planejamento, Orçamento e Finanças Públicas
Manoel encontrou o que queria: panelas de ferro feitas sob encomenda. Perguntando, encontrou o preço unitário de R$ 30,00. Soube também que havia incidência de ICMS de 17%, de IPI de 6% e de fretes à base de R$ 1,50 por lotes de 6 panelas.

Negociando, conseguiu obter um desconto de 8% no preço e fechou a compra de 30 panelas, para revender.

Calculando, encontrou o custo contábil de

Questão 95

SEP/SP 2009 - ESAF - Analista em Planejamento, Orçamento e Finanças Públicas
A empresa de serviços Alvorada Ltda. listou os seguintes dados contratuais para elaborar a folha de pagamento referente ao mês de março:

Salários R$ 9.000,00
Previdência social patronal (22%) R$ 1.980,00
Previdência social dos empregados (9%) R$ 810,00
FGTS (8%) R$ 720,00
Salário-família R$ 150,00

Com os dados indicados, sem considerar eventuais parcelas de 13º salário ou férias proporcionais, podemos afi rmar que a despesa de pessoal, referente ao mês de março, que a empresa deverá efetivamente desembolsar, será de

Questão 96

SEP/SP 2009 - ESAF - Analista em Planejamento, Orçamento e Finanças Públicas
A empresa Atos & Atitudes S/A tinha um saldo bancário de R$ 600.000,00 e resolveu aplicá-lo em ações de outras Companhias, sendo um terço a curto prazo, outro terço representando uma coligação acionária com influência na administração, e ainda, outro terço em investimentos não relevantes.
Durante o ano, as empresas investidas apuraram lucro líquido de R$ 15.000,00 cada uma e distribuíram 1/3 desse lucro aos acionistas, como dividendos.

No fim do exercício social, após a contabilização dos fatos cabíveis, vamos encontrar o saldo contábil dessas ações no valor de

Questão 97

SEP/SP 2009 - ESAF - Analista em Planejamento, Orçamento e Finanças Públicas
A empresa Soledade S/A, de Guaraí, no Estado do Tocantins, tem um capital social de R$ 240.000,00, formado por 30.000 ações ordinárias, que dão a seus donos direitos iguais.

No exercício de 2008, a empresa finalizou, corretamente, a sua demonstração de resultado do exercício com os seguintes valores:

Lucro líquido antes do Imposto de Renda 186.000,00

Provisão para Imposto de Renda e Contribuição Social sobre o Lucro Líquido 31.500,00

Participações Estatutárias sobre o Lucro 10.500,00

Como se sabe, a última linha dessa demonstração de lucros deverá indicar o montante do lucro por ação do capital social que, neste caso, será no valor de

Questão 98

SEP/SP 2009 - ESAF - Analista em Planejamento, Orçamento e Finanças Públicas
A empresa Jelta Veículos S/A adquiriu dois carros por R$ 40.000,00 cada um, com ICMS de 12%. Na compra pagou, também, R$ 12.000,00 de IPI e R$ 1.000,00 de frete.

Apropriou um dos veículos no ativo imobilizado, como bem de uso próprio, e o outro no ativo circulante, como mercadorias.

Os veículos são automóveis da marca Renault e tem vida útil estimada em cinco anos.

Após um ano dessa compra, a empresa deverá ter contabilizado uma despesa de depreciação no valor de

Questão 99

SEP/SP 2009 - ESAF - Analista em Planejamento, Orçamento e Finanças Públicas
A empresa Serviços e Comércio S/A apurou os seguintes saldos para fins de elaborar o balancete geral de verificação:


Sabendo-se que eventuais diferenças no balanceamento, aqui toleradas para fins didáticos, podem ser atribuídas a lucros ou perdas anteriores, pode-se afirmar que as contas supralistadas apresentam

Questão 100

SEP/SP 2009 - ESAF - Analista em Planejamento, Orçamento e Finanças Públicas
Assinale abaixo a opção que contém uma afirmativa verdadeira.

Questão 101

SEP/SP 2009 - ESAF - Analista em Planejamento, Orçamento e Finanças Públicas
Segundo a Lei n. 4.320/64, uma das principais características do Ativo Permanente é:

Questão 102

SEP/SP 2009 - ESAF - Analista em Planejamento, Orçamento e Finanças Públicas
Tendo como base as regras estabelecidas pela Lei n. 4.320/64 para a contabilidade orçamentária, financeira e patrimonial, assinale a opção falsa a respeito das variações ativas e passivas.

Questão 103

SEP/SP 2009 - ESAF - Analista em Planejamento, Orçamento e Finanças Públicas
A respeito do Plano de Contas da Administração Estadual, é correto afirmar, exceto:

Questão 104

SEP/SP 2009 - ESAF - Analista em Planejamento, Orçamento e Finanças Públicas
Tendo como base as normas e os procedimentos utilizados pelo Estado de São Paulo, assinale a opção verdadeira a respeito do reconhecimento pela contabilidade dos atos e fatos relativos à previsão e execução da receita.

Questão 105

SEP/SP 2009 - ESAF - Analista em Planejamento, Orçamento e Finanças Públicas
Assinale a opção verdadeira em relação à contabilização das despesas relativas ao custeio da administração tais como: pessoal, material de consumo e serviços de terceiros.

Questão 106

SEP/SP 2009 - ESAF - Analista em Planejamento, Orçamento e Finanças Públicas
Assinale a opção falsa a respeito dos procedimentos de encerramento do exercício financeiro, no âmbito da Administração do Estado de São Paulo, em especial os definidos no Decreto n. 53.876/2008.

Questão 107

SEP/SP 2009 - ESAF - Analista em Planejamento, Orçamento e Finanças Públicas
Tendo como base o modelo e a estrutura do Balanço Orçamentário adotado pela Administração Direta do Governo do Estado de São Paulo, assinale a opção verdadeira.

Questão 108

SEP/SP 2009 - ESAF - Analista em Planejamento, Orçamento e Finanças Públicas
Tendo como base o modelo de Balanço Patrimonial adotado pelo Governo do Estado de São Paulo, assinale a opção que indica uma rubrica que não integra o ativo financeiro.

Questão 109

SEP/SP 2009 - ESAF - Analista em Planejamento, Orçamento e Finanças Públicas
Tendo como base o modelo e a estrutura da Demonstração das Variações Patrimoniais ─ DVP adotada pelo Estado de São Paulo, assinale a opção verdadeira.

Questão 110

SEP/SP 2009 - ESAF - Analista em Planejamento, Orçamento e Finanças Públicas
Tomando como base o modelo e a estrutura do Balanço Financeiro utilizado pelo Governo do Estado de São Paulo, é correto afirmar:

Questão 111

SEP/SP 2009 - ESAF - Analista em Planejamento, Orçamento e Finanças Públicas
Segundo disposição da Constituição Federal de 1988, as diretrizes e metas da administração pública, para as despesas de capital, são definidas no seguinte instrumento:

Questão 112

SEP/SP 2009 - ESAF - Analista em Planejamento, Orçamento e Finanças Públicas
Assinale a opção que apresenta uma das principais características da lei de diretrizes orçamentárias, segundo a Constituição Federal de 1988.

Questão 113

SEP/SP 2009 - ESAF - Analista em Planejamento, Orçamento e Finanças Públicas
Tomando por base as disposições contidas na Lei n. 4.320/64, assinale a opção falsa, a respeito da conceituação e classificação da receita orçamentária brasileira.

Questão 114

SEP/SP 2009 - ESAF - Analista em Planejamento, Orçamento e Finanças Públicas
Assinale a opção falsa a respeito da conceituação e classificação da despesa orçamentária brasileira.

Questão 115

SEP/SP 2009 - ESAF - Analista em Planejamento, Orçamento e Finanças Públicas
São componentes da programação financeira dos gastos públicos:

Questão 116

SEP/SP 2009 - ESAF - Analista em Planejamento, Orçamento e Finanças Públicas
Assinale a opção verdadeira a respeito dos programas de governo.

Questão 117

SEP/SP 2009 - ESAF - Analista em Planejamento, Orçamento e Finanças Públicas
Assinale a opção verdadeira a respeito da programação qualitativa do orçamento público no Brasil.

Questão 118

SEP/SP 2009 - ESAF - Analista em Planejamento, Orçamento e Finanças Públicas
Assinale a opção que indica um dos componentes do modelo de gerenciamento dos programas de acordo com as disposições do Decreto n. 2.829/98.

Questão 119

SEP/SP 2009 - ESAF - Analista em Planejamento, Orçamento e Finanças Públicas
Assinale a opção verdadeira tendo como base as disposições da Portaria MOG n. 42/1999 a respeito da discriminação da despesa por função, subfunção e programa.

Questão 120

SEP/SP 2009 - ESAF - Analista em Planejamento, Orçamento e Finanças Públicas
Tendo como base a Administração do Estado de São Paulo, assinale a opção que indica uma exceção às atribuições dos órgãos centrais de administração orçamentária e financeira.

Questão 121

SEP/SP 2009 - ESAF - Analista em Planejamento, Orçamento e Finanças Públicas
No âmbito federal, a coordenação do PPA, no nível operacional, é realizada pelos seguintes responsáveis:

Questão 122

SEP/SP 2009 - ESAF - Analista em Planejamento, Orçamento e Finanças Públicas
Assinale a opção que indica uma das competências do Comitê de Gestão do PPA, segundo dispõe o Decreto n. 6.601/2008.

Questão 123

SEP/SP 2009 - ESAF - Analista em Planejamento, Orçamento e Finanças Públicas
Tendo como base as normas para a elaboração do PPA 2008-2011 do Estado de São Paulo, assinale a opção que indica uma das atribuições dos interlocutores designados para realizar a interação de suas Pastas com a Secretaria de Planejamento.

Questão 124

SEP/SP 2009 - ESAF - Analista em Planejamento, Orçamento e Finanças Públicas
Assinale a opção que indica uma exceção às fases de elaboração do PPA do Estado de São Paulo.

Questão 125

SEP/SP 2009 - ESAF - Analista em Planejamento, Orçamento e Finanças Públicas
A formulação dos programas do Plano Plurianual, no âmbito do Governo do Estado de São Paulo, cabe:

Questão 126

SEP/SP 2009 - ESAF - Analista em Planejamento, Orçamento e Finanças Públicas
Sobre a auditoria independente, é correto afirmar que tem por objetivo:

Questão 127

SEP/SP 2009 - ESAF - Analista em Planejamento, Orçamento e Finanças Públicas
Compostos pela documentação preparada pelo auditor ou a ele fornecida na execução da auditoria, os papéis de trabalho possuem as seguintes características, exceto:

Questão 128

SEP/SP 2009 - ESAF - Analista em Planejamento, Orçamento e Finanças Públicas
Os testes de observância têm por objeto de análise:

Questão 129

SEP/SP 2009 - ESAF - Analista em Planejamento, Orçamento e Finanças Públicas
Sobre os temas ‘risco de auditoria’ e ‘relevância’, é correto afirmar que:

Questão 130

SEP/SP 2009 - ESAF - Analista em Planejamento, Orçamento e Finanças Públicas
Assinale a opção que preenche corretamente a lacuna da seguinte frase: “Considerado um procedimento técnico básico a ser aplicado em testes de observância e substantivos, ____________ consiste(m) na verificação do comportamento de valores significativos, mediante índices, quocientes, quantidades absolutas ou outros meios, com vistas à identificação de situação ou tendências atípicas.”

Questão 131

SEP/SP 2009 - ESAF - Analista em Planejamento, Orçamento e Finanças Públicas
Ao avaliar o pressuposto de continuidade operacional da entidade auditada, o auditor deve lançar mão de indicações que, isoladamente ou não, possam sugerir dificuldades na continuação normal dos negócios. Entre tais indicações, não se inclui:

Questão 132

SEP/SP 2009 - ESAF - Analista em Planejamento, Orçamento e Finanças Públicas
As seguintes opções constituem exemplos de transações e eventos subsequentes, exceto:

Questão 133

SEP/SP 2009 - ESAF - Analista em Planejamento, Orçamento e Finanças Públicas
Sempre que não possa ter expectativa razoável quanto à existência de outra evidência de auditoria pertinente, deve o auditor obter declarações por escrito da administração, sobre os assuntos significativos para as Demonstrações Contábeis, por meio da(o) chamada(o):

Questão 134

SEP/SP 2009 - ESAF - Analista em Planejamento, Orçamento e Finanças Públicas
Em relação ao tema ‘contingências’, podemos afirmar que o trabalho do auditor visa identificar as seguintes ocorrências, exceto:

Questão 135

SEP/SP 2009 - ESAF - Analista em Planejamento, Orçamento e Finanças Públicas
Assinale a opção que preenche corretamente as lacunas da seguinte frase: “O auditor deve emitir parecer ______(1)______ quando verificar que as demonstrações contábeis estão incorretas ou incompletas, em tal magnitude que impossibilite a emissão do parecer ______(2)______.”

Questão 136

SEP/SP 2009 - ESAF - Analista em Planejamento, Orçamento e Finanças Públicas
Por ser um ato não-intencional na elaboração de registros e demonstrações contábeis, é correto afirmar que se trata de um erro:

Questão 137

SEP/SP 2009 - ESAF - Analista em Planejamento, Orçamento e Finanças Públicas
A inspeção física, por meio da contagem de numerário, é procedimento básico de auditoria aplicável à verificação em conta do:

Questão 138

SEP/SP 2009 - ESAF - Analista em Planejamento, Orçamento e Finanças Públicas
Sempre que se apresentarem alternativas igualmente válidas para a quantificação das mutações patrimoniais que alterem o patrimônio líquido, deve-se adotar o menor valor para os componentes do Ativo e o maior valor para os componentes do Passivo. É como determina o princípio do[a]:

Questão 139

SEP/SP 2009 - ESAF - Analista em Planejamento, Orçamento e Finanças Públicas
Considerado fundamental à governança no setor público, o processo pelo qual as entidades públicas e seus responsáveis devem prestar contas dos resultados obtidos, em função das responsabilidades que lhes foram atribuídas por delegação de poder, denomina-se:

Questão 140

SEP/SP 2009 - ESAF - Analista em Planejamento, Orçamento e Finanças Públicas
Sobre a auditoria de natureza operacional, é correto afirmar:



Provas de Concursos » Esaf 2009