×
Técnico em Informática
×

Câmara Municipal de Monte Alegre/PA 2016

Agente Administrativo

Questão 1

Câmara Municipal de Monte Alegre/PA 2016 - FADESP - Agente Administrativo
1
JORGE BARUDY LABRIN
 

É a palavra da moda empregada por políticos,
 
esportistas e gurus da autoajuda
 
5
Resiliência designa a capacidade humana de superar traumas e feridas.
 
Não é uma receita para a felicidade, mas uma atitude vital positiva que estimula a
 
reparar os danos sofridos. As experiências de órfãos, crianças maltratadas ou
 
abandonadas; de mulheres que sofreram com a violência machista de seus
 
maridos; de vítimas de guerras, de tortura, de catástrofes naturais, ou de doenças
10
permitiram constatar que muitas pessoas não se prendem a seus traumas a vida
 
toda, mas contam com esse antídoto. Só precisam encontrar ambientes
 
interpessoais e sociais que as ajudem a conhecer o valor terapêutico da
 
solidariedade e do amor, porque são reconhecidos como afetados por
 
experiências injustas e degradantes. Porque a resiliência dificilmente pode brotar
15
na solidão. A confiança e a solidariedade de outras pessoas é condição
 
imprescindível para que qualquer pessoa ferida por uma experiência traumática
 
recupere a confiança em si mesma e na condição humana.
 
O termo tem sua origem na Física. É a capacidade que um material tem
 
de resistir a um impacto e recuperar sua forma original. Uma bola de borracha é
20
um objeto resiliente, ao contrário do vidro de uma janela que, diante de um
 
impacto, se estilhaça e não recupera sua forma anterior. Este fenômeno físico
 
serviu de metáfora para o ser humano, que pode receber o impacto de um trauma
 
e seguir adiante sem se destruir.
Disponível em:http://brasil.elpais.com/brasil/2016/03/22/ciencia/1458660245_345067.html?rel=mas. Acesso em 18 abr. 2016.
O texto de Jorge Barudy Labrin apresenta uma

Questão 2

Câmara Municipal de Monte Alegre/PA 2016 - FADESP - Agente Administrativo
1
JORGE BARUDY LABRIN
 

É a palavra da moda empregada por políticos,
 
esportistas e gurus da autoajuda
 
5
Resiliência designa a capacidade humana de superar traumas e feridas.
 
Não é uma receita para a felicidade, mas uma atitude vital positiva que estimula a
 
reparar os danos sofridos. As experiências de órfãos, crianças maltratadas ou
 
abandonadas; de mulheres que sofreram com a violência machista de seus
 
maridos; de vítimas de guerras, de tortura, de catástrofes naturais, ou de doenças
10
permitiram constatar que muitas pessoas não se prendem a seus traumas a vida
 
toda, mas contam com esse antídoto. Só precisam encontrar ambientes
 
interpessoais e sociais que as ajudem a conhecer o valor terapêutico da
 
solidariedade e do amor, porque são reconhecidos como afetados por
 
experiências injustas e degradantes. Porque a resiliência dificilmente pode brotar
15
na solidão. A confiança e a solidariedade de outras pessoas é condição
 
imprescindível para que qualquer pessoa ferida por uma experiência traumática
 
recupere a confiança em si mesma e na condição humana.
 
O termo tem sua origem na Física. É a capacidade que um material tem
 
de resistir a um impacto e recuperar sua forma original. Uma bola de borracha é
20
um objeto resiliente, ao contrário do vidro de uma janela que, diante de um
 
impacto, se estilhaça e não recupera sua forma anterior. Este fenômeno físico
 
serviu de metáfora para o ser humano, que pode receber o impacto de um trauma
 
e seguir adiante sem se destruir.
Disponível em:http://brasil.elpais.com/brasil/2016/03/22/ciencia/1458660245_345067.html?rel=mas. Acesso em 18 abr. 2016.
Todos os fatos abaixo são citados no texto como causas de traumas vivenciados por pessoas resilientes, exceto

Questão 3

Câmara Municipal de Monte Alegre/PA 2016 - FADESP - Agente Administrativo
1
JORGE BARUDY LABRIN
 

É a palavra da moda empregada por políticos,
 
esportistas e gurus da autoajuda
 
5
Resiliência designa a capacidade humana de superar traumas e feridas.
 
Não é uma receita para a felicidade, mas uma atitude vital positiva que estimula a
 
reparar os danos sofridos. As experiências de órfãos, crianças maltratadas ou
 
abandonadas; de mulheres que sofreram com a violência machista de seus
 
maridos; de vítimas de guerras, de tortura, de catástrofes naturais, ou de doenças
10
permitiram constatar que muitas pessoas não se prendem a seus traumas a vida
 
toda, mas contam com esse antídoto. Só precisam encontrar ambientes
 
interpessoais e sociais que as ajudem a conhecer o valor terapêutico da
 
solidariedade e do amor, porque são reconhecidos como afetados por
 
experiências injustas e degradantes. Porque a resiliência dificilmente pode brotar
15
na solidão. A confiança e a solidariedade de outras pessoas é condição
 
imprescindível para que qualquer pessoa ferida por uma experiência traumática
 
recupere a confiança em si mesma e na condição humana.
 
O termo tem sua origem na Física. É a capacidade que um material tem
 
de resistir a um impacto e recuperar sua forma original. Uma bola de borracha é
20
um objeto resiliente, ao contrário do vidro de uma janela que, diante de um
 
impacto, se estilhaça e não recupera sua forma anterior. Este fenômeno físico
 
serviu de metáfora para o ser humano, que pode receber o impacto de um trauma
 
e seguir adiante sem se destruir.
Disponível em:http://brasil.elpais.com/brasil/2016/03/22/ciencia/1458660245_345067.html?rel=mas. Acesso em 18 abr. 2016.
Na enumeração dos traumas que as pessoas resilientes seriam, em tese, capazes de superar, o vocábulo que é omitido no início de cada elemento citado é

Questão 4

Câmara Municipal de Monte Alegre/PA 2016 - FADESP - Agente Administrativo
1
JORGE BARUDY LABRIN
 

É a palavra da moda empregada por políticos,
 
esportistas e gurus da autoajuda
 
5
Resiliência designa a capacidade humana de superar traumas e feridas.
 
Não é uma receita para a felicidade, mas uma atitude vital positiva que estimula a
 
reparar os danos sofridos. As experiências de órfãos, crianças maltratadas ou
 
abandonadas; de mulheres que sofreram com a violência machista de seus
 
maridos; de vítimas de guerras, de tortura, de catástrofes naturais, ou de doenças
10
permitiram constatar que muitas pessoas não se prendem a seus traumas a vida
 
toda, mas contam com esse antídoto. Só precisam encontrar ambientes
 
interpessoais e sociais que as ajudem a conhecer o valor terapêutico da
 
solidariedade e do amor, porque são reconhecidos como afetados por
 
experiências injustas e degradantes. Porque a resiliência dificilmente pode brotar
15
na solidão. A confiança e a solidariedade de outras pessoas é condição
 
imprescindível para que qualquer pessoa ferida por uma experiência traumática
 
recupere a confiança em si mesma e na condição humana.
 
O termo tem sua origem na Física. É a capacidade que um material tem
 
de resistir a um impacto e recuperar sua forma original. Uma bola de borracha é
20
um objeto resiliente, ao contrário do vidro de uma janela que, diante de um
 
impacto, se estilhaça e não recupera sua forma anterior. Este fenômeno físico
 
serviu de metáfora para o ser humano, que pode receber o impacto de um trauma
 
e seguir adiante sem se destruir.
Disponível em:http://brasil.elpais.com/brasil/2016/03/22/ciencia/1458660245_345067.html?rel=mas. Acesso em 18 abr. 2016.
Há uma referência metafórica ao termo “resiliência” no trecho

Questão 5

Câmara Municipal de Monte Alegre/PA 2016 - FADESP - Agente Administrativo
1
JORGE BARUDY LABRIN
 

É a palavra da moda empregada por políticos,
 
esportistas e gurus da autoajuda
 
5
Resiliência designa a capacidade humana de superar traumas e feridas.
 
Não é uma receita para a felicidade, mas uma atitude vital positiva que estimula a
 
reparar os danos sofridos. As experiências de órfãos, crianças maltratadas ou
 
abandonadas; de mulheres que sofreram com a violência machista de seus
 
maridos; de vítimas de guerras, de tortura, de catástrofes naturais, ou de doenças
10
permitiram constatar que muitas pessoas não se prendem a seus traumas a vida
 
toda, mas contam com esse antídoto. Só precisam encontrar ambientes
 
interpessoais e sociais que as ajudem a conhecer o valor terapêutico da
 
solidariedade e do amor, porque são reconhecidos como afetados por
 
experiências injustas e degradantes. Porque a resiliência dificilmente pode brotar
15
na solidão. A confiança e a solidariedade de outras pessoas é condição
 
imprescindível para que qualquer pessoa ferida por uma experiência traumática
 
recupere a confiança em si mesma e na condição humana.
 
O termo tem sua origem na Física. É a capacidade que um material tem
 
de resistir a um impacto e recuperar sua forma original. Uma bola de borracha é
20
um objeto resiliente, ao contrário do vidro de uma janela que, diante de um
 
impacto, se estilhaça e não recupera sua forma anterior. Este fenômeno físico
 
serviu de metáfora para o ser humano, que pode receber o impacto de um trauma
 
e seguir adiante sem se destruir.
Disponível em:http://brasil.elpais.com/brasil/2016/03/22/ciencia/1458660245_345067.html?rel=mas. Acesso em 18 abr. 2016.
Uma das características formais da estrutura textual em que se enquadra o texto “Tempos de resiliência” é a presença de

Questão 6

Câmara Municipal de Monte Alegre/PA 2016 - FADESP - Agente Administrativo
1
Roberto D’arte
 
Vivemos tempos difíceis em que os problemas de fundo emocional parecem
 
não poupar ninguém. Se deixar abater e fazer da própria existência um muro de
 
lamentações é uma ideia que me desagrada profundamente. Assim, prefiro acreditar
5
que os obstáculos existem não para barrar a nossa caminhada, mas para nos
 
lembrar que vencer significa estar também preparado para certos sacrifícios e para
 
muitos testes de resistência e determinação.
 
Não é nada fácil ser um resiliente, mas os especialistas dão algumas dicas
 
que podem ser um ponto de partida. Uma delas diz respeito à primeira reação que
10
se deve ter no instante em que surge a crise. É importante formular uma explicação
 
para o que está ocorrendo, analisar as circunstâncias, a sequência dos fatos e as
 
razões da adversidade. Paralelo a isso, tentar entender os próprios sentimentos em
 
relação ao processo como um todo.
 
O passo seguinte é pensar nas possíveis estratégias do que fazer ao sair da
15
crise. Afinal, projetar-se no futuro é sempre uma boa saída para suportar a dor do
 
momento. Mas é fundamental ter em mente que é no presente que a mudança
 
acontece. Assim como é essencial não depositar nos outros a tarefa de salvador da
 
pátria. Estabelecer laços com pessoas que podem representar coragem e estímulo é
 
uma coisa, mas deve ser de cada um a responsabilidade de se resgatar do fundo do
20
poço.
 
Vale a pena ainda valorizar as pequenas vitórias, pois isso traz
 
autoconfiança e serve de impulso para se tentar chegar a outras. Por fim, o
 
verdadeiro resiliente não pensa apenas em si, mas nos que vão se beneficiar com
 
as suas conquistas ou tomá-las como exemplo. No mais, é pagar para ver.
Disponível em:http://meuartigo.brasilescola.uol.com.br/literatura/em-busca-resiliencia-1.htm. Acesso em 18 abr. 2016.
No texto “Em busca da resiliência”, percebe-se, nas entrelinhas, uma mensagem de tom

Questão 7

Câmara Municipal de Monte Alegre/PA 2016 - FADESP - Agente Administrativo
1
Roberto D’arte
 
Vivemos tempos difíceis em que os problemas de fundo emocional parecem
 
não poupar ninguém. Se deixar abater e fazer da própria existência um muro de
 
lamentações é uma ideia que me desagrada profundamente. Assim, prefiro acreditar
5
que os obstáculos existem não para barrar a nossa caminhada, mas para nos
 
lembrar que vencer significa estar também preparado para certos sacrifícios e para
 
muitos testes de resistência e determinação.
 
Não é nada fácil ser um resiliente, mas os especialistas dão algumas dicas
 
que podem ser um ponto de partida. Uma delas diz respeito à primeira reação que
10
se deve ter no instante em que surge a crise. É importante formular uma explicação
 
para o que está ocorrendo, analisar as circunstâncias, a sequência dos fatos e as
 
razões da adversidade. Paralelo a isso, tentar entender os próprios sentimentos em
 
relação ao processo como um todo.
 
O passo seguinte é pensar nas possíveis estratégias do que fazer ao sair da
15
crise. Afinal, projetar-se no futuro é sempre uma boa saída para suportar a dor do
 
momento. Mas é fundamental ter em mente que é no presente que a mudança
 
acontece. Assim como é essencial não depositar nos outros a tarefa de salvador da
 
pátria. Estabelecer laços com pessoas que podem representar coragem e estímulo é
 
uma coisa, mas deve ser de cada um a responsabilidade de se resgatar do fundo do
20
poço.
 
Vale a pena ainda valorizar as pequenas vitórias, pois isso traz
 
autoconfiança e serve de impulso para se tentar chegar a outras. Por fim, o
 
verdadeiro resiliente não pensa apenas em si, mas nos que vão se beneficiar com
 
as suas conquistas ou tomá-las como exemplo. No mais, é pagar para ver.
Disponível em:http://meuartigo.brasilescola.uol.com.br/literatura/em-busca-resiliencia-1.htm. Acesso em 18 abr. 2016.
Comumente, a expressão “pagar para ver” denota “dúvida em relação à realização de algo prometido ou anunciado”, mas, no texto (l. 23), expressa o (a)

Questão 8

Câmara Municipal de Monte Alegre/PA 2016 - FADESP - Agente Administrativo
1
Roberto D’arte
 
Vivemos tempos difíceis em que os problemas de fundo emocional parecem
 
não poupar ninguém. Se deixar abater e fazer da própria existência um muro de
 
lamentações é uma ideia que me desagrada profundamente. Assim, prefiro acreditar
5
que os obstáculos existem não para barrar a nossa caminhada, mas para nos
 
lembrar que vencer significa estar também preparado para certos sacrifícios e para
 
muitos testes de resistência e determinação.
 
Não é nada fácil ser um resiliente, mas os especialistas dão algumas dicas
 
que podem ser um ponto de partida. Uma delas diz respeito à primeira reação que
10
se deve ter no instante em que surge a crise. É importante formular uma explicação
 
para o que está ocorrendo, analisar as circunstâncias, a sequência dos fatos e as
 
razões da adversidade. Paralelo a isso, tentar entender os próprios sentimentos em
 
relação ao processo como um todo.
 
O passo seguinte é pensar nas possíveis estratégias do que fazer ao sair da
15
crise. Afinal, projetar-se no futuro é sempre uma boa saída para suportar a dor do
 
momento. Mas é fundamental ter em mente que é no presente que a mudança
 
acontece. Assim como é essencial não depositar nos outros a tarefa de salvador da
 
pátria. Estabelecer laços com pessoas que podem representar coragem e estímulo é
 
uma coisa, mas deve ser de cada um a responsabilidade de se resgatar do fundo do
20
poço.
 
Vale a pena ainda valorizar as pequenas vitórias, pois isso traz
 
autoconfiança e serve de impulso para se tentar chegar a outras. Por fim, o
 
verdadeiro resiliente não pensa apenas em si, mas nos que vão se beneficiar com
 
as suas conquistas ou tomá-las como exemplo. No mais, é pagar para ver.
Disponível em:http://meuartigo.brasilescola.uol.com.br/literatura/em-busca-resiliencia-1.htm. Acesso em 18 abr. 2016.
Há um desvio quanto às regras de regência verbal em

Questão 9

Câmara Municipal de Monte Alegre/PA 2016 - FADESP - Agente Administrativo
1
Roberto D’arte
 
Vivemos tempos difíceis em que os problemas de fundo emocional parecem
 
não poupar ninguém. Se deixar abater e fazer da própria existência um muro de
 
lamentações é uma ideia que me desagrada profundamente. Assim, prefiro acreditar
5
que os obstáculos existem não para barrar a nossa caminhada, mas para nos
 
lembrar que vencer significa estar também preparado para certos sacrifícios e para
 
muitos testes de resistência e determinação.
 
Não é nada fácil ser um resiliente, mas os especialistas dão algumas dicas
 
que podem ser um ponto de partida. Uma delas diz respeito à primeira reação que
10
se deve ter no instante em que surge a crise. É importante formular uma explicação
 
para o que está ocorrendo, analisar as circunstâncias, a sequência dos fatos e as
 
razões da adversidade. Paralelo a isso, tentar entender os próprios sentimentos em
 
relação ao processo como um todo.
 
O passo seguinte é pensar nas possíveis estratégias do que fazer ao sair da
15
crise. Afinal, projetar-se no futuro é sempre uma boa saída para suportar a dor do
 
momento. Mas é fundamental ter em mente que é no presente que a mudança
 
acontece. Assim como é essencial não depositar nos outros a tarefa de salvador da
 
pátria. Estabelecer laços com pessoas que podem representar coragem e estímulo é
 
uma coisa, mas deve ser de cada um a responsabilidade de se resgatar do fundo do
20
poço.
 
Vale a pena ainda valorizar as pequenas vitórias, pois isso traz
 
autoconfiança e serve de impulso para se tentar chegar a outras. Por fim, o
 
verdadeiro resiliente não pensa apenas em si, mas nos que vão se beneficiar com
 
as suas conquistas ou tomá-las como exemplo. No mais, é pagar para ver.
Disponível em:http://meuartigo.brasilescola.uol.com.br/literatura/em-busca-resiliencia-1.htm. Acesso em 18 abr. 2016.
Quanto às noções de morfologia, é incorreto afirmar que

Questão 10

Câmara Municipal de Monte Alegre/PA 2016 - FADESP - Agente Administrativo
1
Roberto D’arte
 
Vivemos tempos difíceis em que os problemas de fundo emocional parecem
 
não poupar ninguém. Se deixar abater e fazer da própria existência um muro de
 
lamentações é uma ideia que me desagrada profundamente. Assim, prefiro acreditar
5
que os obstáculos existem não para barrar a nossa caminhada, mas para nos
 
lembrar que vencer significa estar também preparado para certos sacrifícios e para
 
muitos testes de resistência e determinação.
 
Não é nada fácil ser um resiliente, mas os especialistas dão algumas dicas
 
que podem ser um ponto de partida. Uma delas diz respeito à primeira reação que
10
se deve ter no instante em que surge a crise. É importante formular uma explicação
 
para o que está ocorrendo, analisar as circunstâncias, a sequência dos fatos e as
 
razões da adversidade. Paralelo a isso, tentar entender os próprios sentimentos em
 
relação ao processo como um todo.
 
O passo seguinte é pensar nas possíveis estratégias do que fazer ao sair da
15
crise. Afinal, projetar-se no futuro é sempre uma boa saída para suportar a dor do
 
momento. Mas é fundamental ter em mente que é no presente que a mudança
 
acontece. Assim como é essencial não depositar nos outros a tarefa de salvador da
 
pátria. Estabelecer laços com pessoas que podem representar coragem e estímulo é
 
uma coisa, mas deve ser de cada um a responsabilidade de se resgatar do fundo do
20
poço.
 
Vale a pena ainda valorizar as pequenas vitórias, pois isso traz
 
autoconfiança e serve de impulso para se tentar chegar a outras. Por fim, o
 
verdadeiro resiliente não pensa apenas em si, mas nos que vão se beneficiar com
 
as suas conquistas ou tomá-las como exemplo. No mais, é pagar para ver.
Disponível em:http://meuartigo.brasilescola.uol.com.br/literatura/em-busca-resiliencia-1.htm. Acesso em 18 abr. 2016.
A reformulação do fragmento do texto que não mantém o sentido original é

Questão 11

Câmara Municipal de Monte Alegre/PA 2016 - FADESP - Agente Administrativo
1
O art. 29 da Constituição Federal, definiu que o número máximo de vereadores depende do
 
número de habitantes do município, mas a quantidade exata desses parlamentares é estabelecida
 
pela Lei Orgânica municipal, respeitando-se o que diz a Constituição Federal. A Emenda
 
Constitucional nº 58, de 2009, fixou que o número máximo de vereadores municipais, deve obedecer
5
à tabela abaixo:

 
 


A linha com pontilhados indica que até o limite máximo de 55 vereadores existem outras faixas,
 
respeitando-se o acréscimo constante de dois vereadores.
O IBGE estima a população de Monte Alegre em 55.459 habitantes, possuindo 9 vereadores. Em relação ao número de vereadores de Monte Alegre, é correto afirmar que

Questão 12

Câmara Municipal de Monte Alegre/PA 2016 - FADESP - Agente Administrativo
1
O art. 29 da Constituição Federal, definiu que o número máximo de vereadores depende do
 
número de habitantes do município, mas a quantidade exata desses parlamentares é estabelecida
 
pela Lei Orgânica municipal, respeitando-se o que diz a Constituição Federal. A Emenda
 
Constitucional nº 58, de 2009, fixou que o número máximo de vereadores municipais, deve obedecer
5
à tabela abaixo:

 
 


A linha com pontilhados indica que até o limite máximo de 55 vereadores existem outras faixas,
 
respeitando-se o acréscimo constante de dois vereadores.
Em relação à tabela, é verdade que

Questão 13

Câmara Municipal de Monte Alegre/PA 2016 - FADESP - Agente Administrativo
Para confeccionar bandeiras de um município, as dimensões devem ser proporcionais às da que se encontra abaixo:



O comprimento de uma bandeira cuja largura mede 112 cm, medirá

Questão 14

Câmara Municipal de Monte Alegre/PA 2016 - FADESP - Agente Administrativo
O responsável pelo setor de compras de uma Câmara Municipal teve certa quantia disponibilizada para comprar cadeiras para a galeria de espectadores. Ao pesquisar preços, verificou que, se a escolha fosse por uma cadeira que custa R$ 400,00, seria possível comprar 8 cadeiras a mais do que adquirir outras similares ao preço de R$ 500,00 a unidade. A quantia disponível para a compra foi no valor de

Questão 15

Câmara Municipal de Monte Alegre/PA 2016 - FADESP - Agente Administrativo
Nas sequências abaixo tem-se, respectivamente,

Questão 16

Câmara Municipal de Monte Alegre/PA 2016 - FADESP - Agente Administrativo
O “Menu Iniciar” do Microsoft Windows 7 pode ser acessado e apresentado utilizando-se as teclas

Questão 17

Câmara Municipal de Monte Alegre/PA 2016 - FADESP - Agente Administrativo
O Windows Explorer do Microsoft Windows 7 (instalação padrão) apresenta a janela “Bibliotecas”, na qual o usuário poder ter acesso a determinadas pastas, exceto:

Questão 18

Câmara Municipal de Monte Alegre/PA 2016 - FADESP - Agente Administrativo
A caixa de diálogo “Opções da Internet” no Microsoft Internet Explorer 11 (instalação padrão) está dividida em “Guias”, em que uma delas apresenta opções para excluir o histórico de navegação (arquivos temporários, cookies, senhas salvas e informações de formulário da Web). Esta Guia é a

Questão 19

Câmara Municipal de Monte Alegre/PA 2016 - FADESP - Agente Administrativo
A definição de ajustes de alinhamento de parágrafos no Microsoft Office Word 2010 pode ser feita utilizando-se, no grupo “Parágrafo” da guia “Página Inicial”, os botões:



As teclas que preenchem as 03 lacunas do enunciado são, respectivamente,

Questão 20

Câmara Municipal de Monte Alegre/PA 2016 - FADESP - Agente Administrativo
Para criar uma nova mensagem de email no programa Windows Live Mail, é necessário pressionar as teclas ou clicar no botão “Mensagem de email”, localizado no grupo “Novo”, da Guia

Questão 21

Câmara Municipal de Monte Alegre/PA 2016 - FADESP - Agente Administrativo
Um importante aspecto das relações interpessoais no ambiente de trabalho ideal para o bom desempenho de servidores públicos é o(a)

Questão 22

Câmara Municipal de Monte Alegre/PA 2016 - FADESP - Agente Administrativo
A função da administração que estabelece objetivos a serem alcançados e métodos para alcançálos pode ser dividida em três modalidades:

Questão 23

Câmara Municipal de Monte Alegre/PA 2016 - FADESP - Agente Administrativo
Conforme estabelecido no 2º parágrafo do decreto nº 5.504, de 5 de agosto de 2005, a inviabilidade da utilização do pregão na forma eletrônica

Questão 24

Câmara Municipal de Monte Alegre/PA 2016 - FADESP - Agente Administrativo
No que tange à gestão de materiais e estoque, pode-se classificar os tipos de demanda, entre outros, em demanda

Questão 25

Câmara Municipal de Monte Alegre/PA 2016 - FADESP - Agente Administrativo
Um documento oficial cujo valor administrativo, histórico e legal o leva a ser preservado definitivamente pela instituição deve ser depositado no arquivo

Questão 26

Câmara Municipal de Monte Alegre/PA 2016 - FADESP - Agente Administrativo
Visando a um serviço pautado pela ética na administração pública, o servidor NÃO DEVE

Questão 27

Câmara Municipal de Monte Alegre/PA 2016 - FADESP - Agente Administrativo
Entre as características do documento tipo memorando, pode-se afirmar que

Questão 28

Câmara Municipal de Monte Alegre/PA 2016 - FADESP - Agente Administrativo
Conforme previsto na lei nº 12.527, de 18 de novembro de 2011, são passíveis de classificação as informações cuja divulgação possa

Questão 29

Câmara Municipal de Monte Alegre/PA 2016 - FADESP - Agente Administrativo
Entre as regras imprescindíveis para a oferta de um bom atendimento ao público, pode-se citar

Questão 30

Câmara Municipal de Monte Alegre/PA 2016 - FADESP - Agente Administrativo
O bem que em razão de seu uso corrente, perde normalmente sua identidade física e/ou tem sua utilização limitada a dois anos é considerando material



Provas de Concursos » Fadesp 2016