×
Analista Judiciário - Tecnologia da Informação Técnico Judiciário - Área Administrativa Analista Judiciário - Área Judiciária Técnico Judiciário, Tecnologia da Informação Analista Judiciário - Oficial de Justiça Avaliador Federal Analista Judiciário - Arquivologia Analista Judiciário - Biblioteconomia Analista Judiciário - Contabilidade Técnico Judiciário - Segurança
×
TRT 15ª 2009 TRT 15ª 2015 TRT 15ª 2018

TRT 15ª 2013

Analista Judiciário - Área Administrativa

Questão 1

TRT 15ª 2013 - FCC - Analista Judiciário - Área Administrativa
1
Figuras históricas perdem seus contornos quando se
 
tornam valores absolutos e até sua própria existência chega a
 
ser posta em dúvida. Caso exemplar é o de William
 
Shakespeare, cuja importância cresceu tanto que, a partir do
5
século XVIII, começou-se a questionar se ele era realmente o
 
autor de seus dramas.
 
Algo semelhante aconteceu com o Renascimento. De
 
início, o termo indicava a arte produzida na Itália entre os
 
séculos XV e XVI, exemplar para todos os artistas que se se-
10
guiram. Em meados do XIX, quando começava a perder força
 
como paradigma estético, assumiu um significado muito mais
 
amplo e indeterminado. Historiadores, como Jules Michelet
 
(1855) e o suíço Jacob Burckhardt (1860), defendem suas
 
teorias, mas a periodização encontra dificuldades. Os limites de
15
um período histórico costumam ser marcados por fatos
 
concretos, de datação consensual. Em arte, as transições são
 
muito mais fluidas. Com Renascimento e renascimentos na
 
arte ocidental (1957) o historiador da arte alemão Erwin
 
Panofsky tentou pôr ordem nessa proliferação de renascenças:
20
o que distingue o Renascimento italiano das retomadas
 
anteriores, segundo ele, é a consciência de que o antigo já não
 
existe, da necessidade de recriá-lo.
 
Afinal, o que faz da arte italiana dos séculos XV e XVI
 
algo tão especial? Leon Battista Alberti, o teórico mais impor-
25
tante da primeira fase do Renascimento, identifica por nome, no
 
prólogo de seu tratado Da pintura (1436), um grupo bem
 
pequeno de artistas, todos florentinos. Foram eles, segundo o
 
teórico, que fizeram reviver uma arte que, como a antiga, se
 
inspirava diretamente na natureza. Mas, enquanto os antigos
30
tiveram muitos mestres para imitar, eles precisaram reinventar.
 
"Nós", diz Alberti, incluindo-se no grupo, "descobrimos artes e
 
ciências jamais ouvidas e vistas."
 
Outro teórico define esses inventores como "mestres de
 
artes mistas e de engenho". Artes, na Florença da época, eram
35
as corporações de artesãos e comerciantes que governavam a
 
cidade desde o século XIV. Além delas, com maior prestígio
 
(se não com maior poder) havia as artes liberais, que se
 
aprendiam pelos livros e não pela experiência prática. Os
 
"mestres de artes mistas" não eram uma coisa nem outra. Já
40
não se identificavam com o saber artesanal de pai para filho;
 
tampouco com o saber escolar dos acadêmicos. Buscavam
 
conhecimentos empíricos, quando necessário (engenharia, fun-
 
dição dos metais, fabricação de cores), embora não se restrin-
 
gissem a nenhuma das profissões tradicionais. Em sua maioria,
45
não liam latim, mas dispunham de tratados de ótica e de geo-
 
metria traduzidos e consultavam cientistas e matemáticos
 
sempre que fosse preciso. Eram leitores vorazes da nova
 
literatura em vulgar (Dante, Petrarca, Boccaccio) e estudavam
 
história. A cultura deles se definia em função dos projetos em
50
que estavam envolvidos − uma igreja, um monumento, um
 
quadro. Enfim, não eram nem artesãos nem filósofos. Pela pri-
 
meira vez na história, eram artistas.
(Adaptado de: Lorenzo Mammi. Bravo!, 191, julho de 2013, p. 16-21)
Conclui-se corretamente do texto:

Questão 2

TRT 15ª 2013 - FCC - Analista Judiciário - Área Administrativa
1
Hélio Schwartsman
 
 
SÃO PAULO – Saiu mais um estudo mostrando que o en-
 
sino de matemática no Brasil não anda bem. A pergunta é: pode-
5
mos viver sem dominar o básico da matemática? Durante muito
 
tempo, a resposta foi sim. Aqueles que não simpatizavam muito
 
com Pitágoras podiam simplesmente escolher carreiras nas quais
 
os números não encontravam muito espaço, como direito, jorna-
 
lismo, as humanidades e até a medicina de antigamente.
10
Como observa Steven Pinker, ainda hoje, nos meios univer-
 
sitários, é considerado aceitável que um intelectual se vanglorie
 
de ter passado raspando em física e de ignorar o beabá da esta-
 
tística. Mas ai de quem admitir nunca ter lido Joyce ou dizer que
 
não gosta de Mozart. Sobre ele recairão olhares tão recriminado-
15
res quanto sobre o sujeito que assoa o nariz na manga da camisa.
 
Joyce e Mozart são ótimos, mas eles, como quase toda a cul-
 
tura humanística, têm pouca relevância para nossa vida prática.
 
Já a cultura científica, que muitos ainda tratam com uma ponta
 
de desprezo, torna-se cada vez mais fundamental, mesmo para
20
quem não pretende ser engenheiro ou seguir carreiras técnicas.
 
Como sobreviver à era do crédito farto sem saber calcular as
 
armadilhas que uma taxa de juros pode esconder? Hoje, é difícil
 
até posicionar-se de forma racional sobre políticas públicas sem
 
assimilar toda a numeralha que idealmente as informa. Conhe-
25
cimentos rudimentares de estatística são pré-requisito para com-
 
preender as novas pesquisas que trazem informações relevantes
 
para nossa saúde e bem-estar.
 
A matemática está no centro de algumas das mais intrigan-
 
tes especulações cosmológicas da atualidade. Se as equações
30
da mecânica quântica indicam que existem universos paralelos,
 
isso basta para que acreditemos neles? Ou, no rastro de Eugene
 
Wigner, podemos nos perguntar por que a matemática é tão efi-
 
caz para exprimir as leis da física.
(Folha de S.Paulo. 06.04.2013. Adaptado)
Releia os trechos apresentados a seguir.
•   Aqueles que não simpatizavam muito com Pitágoras podiam simplesmente escolher carreiras nas quais os números não encontravam muito espaço... (1.º parágrafo)
•   Já a cultura científica, que muitos ainda tratam com uma ponta de desprezo, torna-se cada vez mais fundamental... (3.º parágrafo)

Os advérbios em destaque nos trechos expressam, correta e respectivamente, circunstâncias de

Questão 3

TRT 15ª 2013 - FCC - Analista Judiciário - Área Administrativa
1
Figuras históricas perdem seus contornos quando se
 
tornam valores absolutos e até sua própria existência chega a
 
ser posta em dúvida. Caso exemplar é o de William
 
Shakespeare, cuja importância cresceu tanto que, a partir do
5
século XVIII, começou-se a questionar se ele era realmente o
 
autor de seus dramas.
 
Algo semelhante aconteceu com o Renascimento. De
 
início, o termo indicava a arte produzida na Itália entre os
 
séculos XV e XVI, exemplar para todos os artistas que se se-
10
guiram. Em meados do XIX, quando começava a perder força
 
como paradigma estético, assumiu um significado muito mais
 
amplo e indeterminado. Historiadores, como Jules Michelet
 
(1855) e o suíço Jacob Burckhardt (1860), defendem suas
 
teorias, mas a periodização encontra dificuldades. Os limites de
15
um período histórico costumam ser marcados por fatos
 
concretos, de datação consensual. Em arte, as transições são
 
muito mais fluidas. Com Renascimento e renascimentos na
 
arte ocidental (1957) o historiador da arte alemão Erwin
 
Panofsky tentou pôr ordem nessa proliferação de renascenças:
20
o que distingue o Renascimento italiano das retomadas
 
anteriores, segundo ele, é a consciência de que o antigo já não
 
existe, da necessidade de recriá-lo.
 
Afinal, o que faz da arte italiana dos séculos XV e XVI
 
algo tão especial? Leon Battista Alberti, o teórico mais impor-
25
tante da primeira fase do Renascimento, identifica por nome, no
 
prólogo de seu tratado Da pintura (1436), um grupo bem
 
pequeno de artistas, todos florentinos. Foram eles, segundo o
 
teórico, que fizeram reviver uma arte que, como a antiga, se
 
inspirava diretamente na natureza. Mas, enquanto os antigos
30
tiveram muitos mestres para imitar, eles precisaram reinventar.
 
"Nós", diz Alberti, incluindo-se no grupo, "descobrimos artes e
 
ciências jamais ouvidas e vistas."
 
Outro teórico define esses inventores como "mestres de
 
artes mistas e de engenho". Artes, na Florença da época, eram
35
as corporações de artesãos e comerciantes que governavam a
 
cidade desde o século XIV. Além delas, com maior prestígio
 
(se não com maior poder) havia as artes liberais, que se
 
aprendiam pelos livros e não pela experiência prática. Os
 
"mestres de artes mistas" não eram uma coisa nem outra. Já
40
não se identificavam com o saber artesanal de pai para filho;
 
tampouco com o saber escolar dos acadêmicos. Buscavam
 
conhecimentos empíricos, quando necessário (engenharia, fun-
 
dição dos metais, fabricação de cores), embora não se restrin-
 
gissem a nenhuma das profissões tradicionais. Em sua maioria,
45
não liam latim, mas dispunham de tratados de ótica e de geo-
 
metria traduzidos e consultavam cientistas e matemáticos
 
sempre que fosse preciso. Eram leitores vorazes da nova
 
literatura em vulgar (Dante, Petrarca, Boccaccio) e estudavam
 
história. A cultura deles se definia em função dos projetos em
50
que estavam envolvidos − uma igreja, um monumento, um
 
quadro. Enfim, não eram nem artesãos nem filósofos. Pela pri-
 
meira vez na história, eram artistas.
(Adaptado de: Lorenzo Mammi. Bravo!, 191, julho de 2013, p. 16-21)
Identifica-se relação de causa e consequência entre os seguintes fatos apontados no texto:

Questão 4

TRT 15ª 2013 - FCC - Analista Judiciário - Área Administrativa
1
Figuras históricas perdem seus contornos quando se
 
tornam valores absolutos e até sua própria existência chega a
 
ser posta em dúvida. Caso exemplar é o de William
 
Shakespeare, cuja importância cresceu tanto que, a partir do
5
século XVIII, começou-se a questionar se ele era realmente o
 
autor de seus dramas.
 
Algo semelhante aconteceu com o Renascimento. De
 
início, o termo indicava a arte produzida na Itália entre os
 
séculos XV e XVI, exemplar para todos os artistas que se se-
10
guiram. Em meados do XIX, quando começava a perder força
 
como paradigma estético, assumiu um significado muito mais
 
amplo e indeterminado. Historiadores, como Jules Michelet
 
(1855) e o suíço Jacob Burckhardt (1860), defendem suas
 
teorias, mas a periodização encontra dificuldades. Os limites de
15
um período histórico costumam ser marcados por fatos
 
concretos, de datação consensual. Em arte, as transições são
 
muito mais fluidas. Com Renascimento e renascimentos na
 
arte ocidental (1957) o historiador da arte alemão Erwin
 
Panofsky tentou pôr ordem nessa proliferação de renascenças:
20
o que distingue o Renascimento italiano das retomadas
 
anteriores, segundo ele, é a consciência de que o antigo já não
 
existe, da necessidade de recriá-lo.
 
Afinal, o que faz da arte italiana dos séculos XV e XVI
 
algo tão especial? Leon Battista Alberti, o teórico mais impor-
25
tante da primeira fase do Renascimento, identifica por nome, no
 
prólogo de seu tratado Da pintura (1436), um grupo bem
 
pequeno de artistas, todos florentinos. Foram eles, segundo o
 
teórico, que fizeram reviver uma arte que, como a antiga, se
 
inspirava diretamente na natureza. Mas, enquanto os antigos
30
tiveram muitos mestres para imitar, eles precisaram reinventar.
 
"Nós", diz Alberti, incluindo-se no grupo, "descobrimos artes e
 
ciências jamais ouvidas e vistas."
 
Outro teórico define esses inventores como "mestres de
 
artes mistas e de engenho". Artes, na Florença da época, eram
35
as corporações de artesãos e comerciantes que governavam a
 
cidade desde o século XIV. Além delas, com maior prestígio
 
(se não com maior poder) havia as artes liberais, que se
 
aprendiam pelos livros e não pela experiência prática. Os
 
"mestres de artes mistas" não eram uma coisa nem outra. Já
40
não se identificavam com o saber artesanal de pai para filho;
 
tampouco com o saber escolar dos acadêmicos. Buscavam
 
conhecimentos empíricos, quando necessário (engenharia, fun-
 
dição dos metais, fabricação de cores), embora não se restrin-
 
gissem a nenhuma das profissões tradicionais. Em sua maioria,
45
não liam latim, mas dispunham de tratados de ótica e de geo-
 
metria traduzidos e consultavam cientistas e matemáticos
 
sempre que fosse preciso. Eram leitores vorazes da nova
 
literatura em vulgar (Dante, Petrarca, Boccaccio) e estudavam
 
história. A cultura deles se definia em função dos projetos em
50
que estavam envolvidos − uma igreja, um monumento, um
 
quadro. Enfim, não eram nem artesãos nem filósofos. Pela pri-
 
meira vez na história, eram artistas.
(Adaptado de: Lorenzo Mammi. Bravo!, 191, julho de 2013, p. 16-21)
Quanto ao desenvolvimento textual, afirma-se corretamente:

Questão 5

TRT 15ª 2013 - FCC - Analista Judiciário - Área Administrativa
1
Figuras históricas perdem seus contornos quando se
 
tornam valores absolutos e até sua própria existência chega a
 
ser posta em dúvida. Caso exemplar é o de William
 
Shakespeare, cuja importância cresceu tanto que, a partir do
5
século XVIII, começou-se a questionar se ele era realmente o
 
autor de seus dramas.
 
Algo semelhante aconteceu com o Renascimento. De
 
início, o termo indicava a arte produzida na Itália entre os
 
séculos XV e XVI, exemplar para todos os artistas que se se-
10
guiram. Em meados do XIX, quando começava a perder força
 
como paradigma estético, assumiu um significado muito mais
 
amplo e indeterminado. Historiadores, como Jules Michelet
 
(1855) e o suíço Jacob Burckhardt (1860), defendem suas
 
teorias, mas a periodização encontra dificuldades. Os limites de
15
um período histórico costumam ser marcados por fatos
 
concretos, de datação consensual. Em arte, as transições são
 
muito mais fluidas. Com Renascimento e renascimentos na
 
arte ocidental (1957) o historiador da arte alemão Erwin
 
Panofsky tentou pôr ordem nessa proliferação de renascenças:
20
o que distingue o Renascimento italiano das retomadas
 
anteriores, segundo ele, é a consciência de que o antigo já não
 
existe, da necessidade de recriá-lo.
 
Afinal, o que faz da arte italiana dos séculos XV e XVI
 
algo tão especial? Leon Battista Alberti, o teórico mais impor-
25
tante da primeira fase do Renascimento, identifica por nome, no
 
prólogo de seu tratado Da pintura (1436), um grupo bem
 
pequeno de artistas, todos florentinos. Foram eles, segundo o
 
teórico, que fizeram reviver uma arte que, como a antiga, se
 
inspirava diretamente na natureza. Mas, enquanto os antigos
30
tiveram muitos mestres para imitar, eles precisaram reinventar.
 
"Nós", diz Alberti, incluindo-se no grupo, "descobrimos artes e
 
ciências jamais ouvidas e vistas."
 
Outro teórico define esses inventores como "mestres de
 
artes mistas e de engenho". Artes, na Florença da época, eram
35
as corporações de artesãos e comerciantes que governavam a
 
cidade desde o século XIV. Além delas, com maior prestígio
 
(se não com maior poder) havia as artes liberais, que se
 
aprendiam pelos livros e não pela experiência prática. Os
 
"mestres de artes mistas" não eram uma coisa nem outra. Já
40
não se identificavam com o saber artesanal de pai para filho;
 
tampouco com o saber escolar dos acadêmicos. Buscavam
 
conhecimentos empíricos, quando necessário (engenharia, fun-
 
dição dos metais, fabricação de cores), embora não se restrin-
 
gissem a nenhuma das profissões tradicionais. Em sua maioria,
45
não liam latim, mas dispunham de tratados de ótica e de geo-
 
metria traduzidos e consultavam cientistas e matemáticos
 
sempre que fosse preciso. Eram leitores vorazes da nova
 
literatura em vulgar (Dante, Petrarca, Boccaccio) e estudavam
 
história. A cultura deles se definia em função dos projetos em
50
que estavam envolvidos − uma igreja, um monumento, um
 
quadro. Enfim, não eram nem artesãos nem filósofos. Pela pri-
 
meira vez na história, eram artistas.
(Adaptado de: Lorenzo Mammi. Bravo!, 191, julho de 2013, p. 16-21)
Artes, na Florença da época, eram as corporações de artesãos e comerciantes que governavam a cidade desde o século XIV. Além delas, com maior prestígio (se não com maior poder) havia as artes liberais, que se aprendiam pelos livros e não pela experiência prática. Os "mestres de artes mistas" não eram uma coisa nem outra. Já não se identificavam com o saber artesanal de pai para filho; tampouco com o saber escolar dos acadêmicos.

Considerando-se o parágrafo acima, o segmento grifado recebe redação alternativa em que se mantêm igualmente o sentido original e a coesão, com a devida correção, em:

Questão 6

TRT 15ª 2013 - FCC - Analista Judiciário - Área Administrativa
1
Todos os dias, acompanhamos na televisão, nos jornais
 
e revistas as catástrofes climáticas e as mudanças que estão
 
ocorrendo, rapidamente, no clima mundial. Nunca se viram
 
mudanças tão rápidas e com efeitos devastadores como têm
5
ocorrido nos últimos anos.
 
Pesquisadores do clima mundial afirmam que este aque-
 
cimento global está ocorrendo em função do aumento da emis-
 
são de gases poluentes, principalmente derivados da queima de
 
combustíveis fósseis (gasolina, diesel etc.) na atmosfera. Esses
10
gases (ozônio, dióxido de carbono, metano, óxido nitroso e
 
monóxido de carbono) formam uma camada de poluentes de
 
difícil dispersão, causando o famoso efeito estufa. Esse fenô-
 
meno ocorre, porque esses gases absorvem grande parte da
 
radiação infravermelha emitida pela Terra, dificultando a disper-
15
são do calor.
 
O desmatamento e a queimada de florestas e matas
 
também colaboram para esse processo. Os raios do Sol atin-
 
gem o solo e irradiam calor na atmosfera. Como esta camada
 
de poluentes dificulta a dispersão do calor, o resultado é o
20
aumento da temperatura global. Embora este fenômeno ocorra
 
de forma mais evidente nas grandes cidades, já se verificam
 
suas consequências no aquecimento global.
(Adaptado de: http://www.suapesquisa.com/geografia/ aque- cimento_global.htm)
Como esta camada de poluentes dificulta a dispersão do calor, o resultado é o aumento da temperatura global.

Na frase acima, o conectivo como tem o valor de ......, podendo ser substituído sem prejuízo do sentido e da correção por .......

As lacunas são completadas corretamente em:

Questão 7

TRT 15ª 2013 - FCC - Analista Judiciário - Área Administrativa
1
Todos os dias, acompanhamos na televisão, nos jornais
 
e revistas as catástrofes climáticas e as mudanças que estão
 
ocorrendo, rapidamente, no clima mundial. Nunca se viram
 
mudanças tão rápidas e com efeitos devastadores como têm
5
ocorrido nos últimos anos.
 
Pesquisadores do clima mundial afirmam que este aque-
 
cimento global está ocorrendo em função do aumento da emis-
 
são de gases poluentes, principalmente derivados da queima de
 
combustíveis fósseis (gasolina, diesel etc.) na atmosfera. Esses
10
gases (ozônio, dióxido de carbono, metano, óxido nitroso e
 
monóxido de carbono) formam uma camada de poluentes de
 
difícil dispersão, causando o famoso efeito estufa. Esse fenô-
 
meno ocorre, porque esses gases absorvem grande parte da
 
radiação infravermelha emitida pela Terra, dificultando a disper-
15
são do calor.
 
O desmatamento e a queimada de florestas e matas
 
também colaboram para esse processo. Os raios do Sol atin-
 
gem o solo e irradiam calor na atmosfera. Como esta camada
 
de poluentes dificulta a dispersão do calor, o resultado é o
20
aumento da temperatura global. Embora este fenômeno ocorra
 
de forma mais evidente nas grandes cidades, já se verificam
 
suas consequências no aquecimento global.
(Adaptado de: http://www.suapesquisa.com/geografia/ aque- cimento_global.htm)
Todos os dias, acompanhamos na televisão, nos jornais e revistas as catástrofes climáticas e as mudanças que estão ocorrendo, rapidamente, no clima mundial.

Trocando o verbo acompanhamos por acompanhávamos, a frase acima fica reescrita corretamente na voz passiva analítica em:

Questão 8

TRT 15ª 2013 - FCC - Analista Judiciário - Área Administrativa
1
Todos os dias, acompanhamos na televisão, nos jornais
 
e revistas as catástrofes climáticas e as mudanças que estão
 
ocorrendo, rapidamente, no clima mundial. Nunca se viram
 
mudanças tão rápidas e com efeitos devastadores como têm
5
ocorrido nos últimos anos.
 
Pesquisadores do clima mundial afirmam que este aque-
 
cimento global está ocorrendo em função do aumento da emis-
 
são de gases poluentes, principalmente derivados da queima de
 
combustíveis fósseis (gasolina, diesel etc.) na atmosfera. Esses
10
gases (ozônio, dióxido de carbono, metano, óxido nitroso e
 
monóxido de carbono) formam uma camada de poluentes de
 
difícil dispersão, causando o famoso efeito estufa. Esse fenô-
 
meno ocorre, porque esses gases absorvem grande parte da
 
radiação infravermelha emitida pela Terra, dificultando a disper-
15
são do calor.
 
O desmatamento e a queimada de florestas e matas
 
também colaboram para esse processo. Os raios do Sol atin-
 
gem o solo e irradiam calor na atmosfera. Como esta camada
 
de poluentes dificulta a dispersão do calor, o resultado é o
20
aumento da temperatura global. Embora este fenômeno ocorra
 
de forma mais evidente nas grandes cidades, já se verificam
 
suas consequências no aquecimento global.
(Adaptado de: http://www.suapesquisa.com/geografia/ aque- cimento_global.htm)
Pesquisadores do clima mundial afirmam que este aquecimento global está ocorrendo em função do aumento da emissão de gases poluentes, principalmente derivados da queima de combustíveis fósseis (gasolina, diesel etc.) na atmosfera. Esses gases (ozônio, dióxido de carbono, metano, óxido nitroso e monóxido de carbono) formam uma camada de poluentes de difícil dispersão, causando o famoso efeito estufa. Esse fenômeno ocorre, porque esses gases absorvem grande parte da radiação infravermelha emitida pela Terra, dificultando a dispersão do calor.

Esses gases e Esse fenômeno referem-se, respectivamente, a:

Questão 9

TRT 15ª 2013 - FCC - Analista Judiciário - Área Administrativa
1
Todos os dias, acompanhamos na televisão, nos jornais
 
e revistas as catástrofes climáticas e as mudanças que estão
 
ocorrendo, rapidamente, no clima mundial. Nunca se viram
 
mudanças tão rápidas e com efeitos devastadores como têm
5
ocorrido nos últimos anos.
 
Pesquisadores do clima mundial afirmam que este aque-
 
cimento global está ocorrendo em função do aumento da emis-
 
são de gases poluentes, principalmente derivados da queima de
 
combustíveis fósseis (gasolina, diesel etc.) na atmosfera. Esses
10
gases (ozônio, dióxido de carbono, metano, óxido nitroso e
 
monóxido de carbono) formam uma camada de poluentes de
 
difícil dispersão, causando o famoso efeito estufa. Esse fenô-
 
meno ocorre, porque esses gases absorvem grande parte da
 
radiação infravermelha emitida pela Terra, dificultando a disper-
15
são do calor.
 
O desmatamento e a queimada de florestas e matas
 
também colaboram para esse processo. Os raios do Sol atin-
 
gem o solo e irradiam calor na atmosfera. Como esta camada
 
de poluentes dificulta a dispersão do calor, o resultado é o
20
aumento da temperatura global. Embora este fenômeno ocorra
 
de forma mais evidente nas grandes cidades, já se verificam
 
suas consequências no aquecimento global.
(Adaptado de: http://www.suapesquisa.com/geografia/ aque- cimento_global.htm)
Os raios do Sol podem atingir o solo e irradiar calor na atmosfera, informam os pesquisadores à população.

Reescrevendo a frase e substituindo-se os termos em negrito pelos pronomes pessoais, o correto é:

Questão 10

TRT 15ª 2013 - FCC - Analista Judiciário - Área Administrativa
1
Todos os dias, acompanhamos na televisão, nos jornais
 
e revistas as catástrofes climáticas e as mudanças que estão
 
ocorrendo, rapidamente, no clima mundial. Nunca se viram
 
mudanças tão rápidas e com efeitos devastadores como têm
5
ocorrido nos últimos anos.
 
Pesquisadores do clima mundial afirmam que este aque-
 
cimento global está ocorrendo em função do aumento da emis-
 
são de gases poluentes, principalmente derivados da queima de
 
combustíveis fósseis (gasolina, diesel etc.) na atmosfera. Esses
10
gases (ozônio, dióxido de carbono, metano, óxido nitroso e
 
monóxido de carbono) formam uma camada de poluentes de
 
difícil dispersão, causando o famoso efeito estufa. Esse fenô-
 
meno ocorre, porque esses gases absorvem grande parte da
 
radiação infravermelha emitida pela Terra, dificultando a disper-
15
são do calor.
 
O desmatamento e a queimada de florestas e matas
 
também colaboram para esse processo. Os raios do Sol atin-
 
gem o solo e irradiam calor na atmosfera. Como esta camada
 
de poluentes dificulta a dispersão do calor, o resultado é o
20
aumento da temperatura global. Embora este fenômeno ocorra
 
de forma mais evidente nas grandes cidades, já se verificam
 
suas consequências no aquecimento global.
(Adaptado de: http://www.suapesquisa.com/geografia/ aque- cimento_global.htm)
O aumento da temperatura vem provocando a morte de várias espécies animais e vegetais mas desequilibrando vários ecossistemas. E a isso somarmos o desmatamento onde vem ocorrendo, em florestas de países tropicais, e a tendência é aumentar as regiões desérticas do planeta Terra. Embora não é só isso, esse o aumento da temperatura faz com que ocorra maior evaporação das águas dos oceanos, potencializando catástrofes climáticas.

As frases acima encontram-se reescritas com coerência e correção em:

Questão 11

TRT 15ª 2013 - FCC - Analista Judiciário - Área Administrativa
Um procedimento correicional pode ser instaurado pelo TRT da 15ª Região ex officio, a requerimento das partes e de qualquer interessado ou por determinação do Tribunal. É aspecto atinente a esse procedimento

Questão 12

TRT 15ª 2013 - FCC - Analista Judiciário - Área Administrativa

» Esta questão foi anulada pela banca.
As Seções Especializadas do TRT da 15ª Região serão compostas pelos Desembargadores do Trabalho. A SDC − Seção de Dissídios Coletivos é constituída pelo Presidente do Tribunal e pelo Vice-Presidente Judicial, a 1ª SDI − Seção de Dissídios Coletivos pelo Corregedor-Geral, a 2ª SDI − Seção de Dissídios Coletivos pelo Vice-Corregedor Regional, a 3ª SDI − Seção de Dissídios Coletivos pelo Vice-Presidente Administrativo, além de, respectivamente,

Questão 13

TRT 15ª 2013 - FCC - Analista Judiciário - Área Administrativa
Os servidores do TRT da 15ª Região têm a sua disposição a Escola Judicial. É elegível para os cargos de Diretor e Vice-Diretor o

Questão 14

TRT 15ª 2013 - FCC - Analista Judiciário - Área Administrativa
Nos termos do Regimento Interno do TRT da 15ª Região, é regra atinente à eleição aos cargos de direção do Tribunal

Questão 15

TRT 15ª 2013 - FCC - Analista Judiciário - Área Administrativa
A correição das Varas do Trabalho do TRT da 15ª Região, inclusive naquelas de caráter itinerante, nas Diretorias de foro, nos Serviços de distribuição de feitos de 1ª Instância e nas Centrais de Mandados, deve ser feita uma vez por

Questão 16

TRT 15ª 2013 - FCC - Analista Judiciário - Área Administrativa
Em um Tribunal havia um percentual de 30% de funcionários fumantes. Após intensa campanha de conscientização sobre os riscos do tabagismo, 6 em cada 9 fumantes pararam de fumar. Considerando que os funcionários que anteriormente eram não fumantes permaneceram com essa mesma postura, a nova porcentagem de funcionários fumantes desse Tribunal passou a ser de

Questão 17

TRT 15ª 2013 - FCC - Analista Judiciário - Área Administrativa
Certo número de cestas básicas foram compradas para distribuir para alguns funcionários de uma empresa, sendo que cada funcionário que recebe a cesta receberá uma única cesta. Se as cestas fossem distribuídas para todos os funcionários do setor A, sobrariam 12 cestas. Se elas fossem distribuídas para todos os funcionários do setor B, faltariam 8 cestas. Se fossem distribuídas para todos os funcionários do setor C, não faltariam nem sobrariam cestas básicas. Nas circunstâncias descritas, o total de funcionários dos setores A, B e C dessa empresa, juntos, é igual ao

Questão 18

TRT 15ª 2013 - FCC - Analista Judiciário - Área Administrativa
Renato dividiu dois números inteiros positivos em sua calculadora e obteve como resultado a dízima periódica 0,454545... . Se a divisão tivesse sido feita na outra ordem, ou seja, o maior dos dois números dividido pelo menor deles, o resultado obtido por Renato na calculadora teria sido

Questão 19

TRT 15ª 2013 - FCC - Analista Judiciário - Área Administrativa
Rafael possui uma coleção de 48 CDs e 31 DVDs, parte dos quais ele destinará para doação. Da coleção ele ficará com 20 CDs e 10 DVDs, destinando o resto para doação. A doação será feita em caixas contendo sempre ao menos 1 CD e 1 DVD, não sendo necessário que o número de CDs de uma caixa seja igual ao de DVDs que ela contenha. Além disso, todas as caixas para doação devem conter, entre si, o mesmo número de CDs e de DVDs. Nas condições descritas, o maior número possível de caixas para doação será igual a

Questão 20

TRT 15ª 2013 - FCC - Analista Judiciário - Área Administrativa
O terreno de uma casa possui 32 metros de frente. Na planta dessa casa, a frente do terreno tem 8 cm, o que implica dizer que a escala da planta é de

Questão 21

TRT 15ª 2013 - FCC - Analista Judiciário - Área Administrativa
Segundo Bresser Pereira, a crise enfrentada pela nação brasileira começara nos anos 1980 e decorria, em parte, das distorções que o Estado sofrera nas cinco décadas anteriores. Para o então Ministro, a solução não era “substituir o Estado pelo mercado, mas sim reformar e reconstruir o Estado”. Com base nesse conceito, elabora, em 1995, o Plano Diretor da Reforma do Aparelho do Estado − PDRAE, que inclui, entre seus objetivos globais,

Questão 22

TRT 15ª 2013 - FCC - Analista Judiciário - Área Administrativa
Na visão de Idalberto Chiavenato (2006), o planejamento estratégico é um processo organizacional compreensivo de adaptação, através da aprovação, tomada de decisão e avaliação. Procura responder a questões básicas como: porque a organização existe, o que ela faz e como faz. O resultado do processo é um plano que serve para guiar a ação organizacional por um período de tempo. Trata-se de uma metodologia de planejamento gerencial

Questão 23

TRT 15ª 2013 - FCC - Analista Judiciário - Área Administrativa
O Balanced Scorecard − BSC é um modelo de planejamento estratégico que possui, como uma de suas características,

Questão 24

TRT 15ª 2013 - FCC - Analista Judiciário - Área Administrativa
Existem vários modelos de Planejamento estratégico de RH, entre os quais se pode citar o Modelo baseado no fluxo de pessoal que

Questão 25

TRT 15ª 2013 - FCC - Analista Judiciário - Área Administrativa
A respeito do Sistema Processo Judicial Eletrônico da Justiça do Trabalho − Pje-JT, na forma regulamentada pela Resolução nº 94, de 23 de março de 2012, do Conselho Superior da Justiça do Trabalho, é INCORRETO afirmar que o mesmo compreende

Questão 26

TRT 15ª 2013 - FCC - Analista Judiciário - Área Administrativa
Duas características básicas encontram-se presentes na educação à distância: a separação física entre o professor e o aluno e a utilização de meios técnicos para a comunicação. Considere as seguintes características adicionais:

I. Interatividade: qualquer processo que permite a participação do usuário.

II. Disponibilidade: os conteúdos disponíveis onde e quando solicitados.

III. Individualização do estudo: respeito ao ritmo do aluno, com possibilidade de interromper a atividade ou repeti-la.

Aplicam-se à educação à distância:

Questão 27

TRT 15ª 2013 - FCC - Analista Judiciário - Área Administrativa
A gestão por competências toma como referência a estratégia da organização e direciona as suas ações de recrutamento e seleção, treinamento, avaliação, remuneração e gestão de carreiras para atingir seus objetivos. Uma das etapas desse processo é o denominado mapeamento de competências que

Questão 28

TRT 15ª 2013 - FCC - Analista Judiciário - Área Administrativa
O orçamento do TRT da 15ª Região previu dotações globais para custear programas especiais de trabalho que, por sua natureza, não podem ser cumpridas subordinadamente às normas gerais da execução da despesa. Esse fato representa exceção ao princípio orçamentário da

Questão 29

TRT 15ª 2013 - FCC - Analista Judiciário - Área Administrativa
O TRT da 15ª Região adquiriu imóveis para a instalação de unidades de atendimento em vários municípios de sua área de atuação. Essas aquisições foram suportadas por dotações na Lei Orçamentária Anual que representam

Questão 30

TRT 15ª 2013 - FCC - Analista Judiciário - Área Administrativa
Os instrumentos de planejamento orçamentário são aditáveis. A previsão de abertura de créditos suplementares até determinada importância poderá integrar

Questão 31

TRT 15ª 2013 - FCC - Analista Judiciário - Área Administrativa
A Lei de Diretrizes Orçamentárias da União é o instrumento de planejamento que deverá dispor sobre os critérios e forma de limitação de empenho. Essa medida de controle, que deverá ser adotada pelo Poder Judiciário, afetando o TRT da 15ª Região, deverá ser empregada se, ao final de um bimestre, for verificada que a realização da receita da União poderá não comportar o cumprimento das metas de resultado nominal e primário estabelecidas no Anexo de Metas Fiscais. Caso haja a necessidade da implantação dessa medida, deverá ocorrer nos

Questão 32

TRT 15ª 2013 - FCC - Analista Judiciário - Área Administrativa
Nos termos da Lei nº 4.320/64, classificam-se como investimentos as dotações para o planejamento e execução de obras, como as destinadas à construções de fóruns para o TRT da 15ª Região. No caso, é vedado consignar dotação para investimento com duração superior a um exercício financeiro que não esteja previsto

Questão 33

TRT 15ª 2013 - FCC - Analista Judiciário - Área Administrativa
Uma das grandes inovações da Lei de Responsabilidade Fiscal foi o estabelecimento de obrigações não só aos entes federativos, mas também a cada Poder. Assim, os Presidentes de Tribunais deverão elaborar, quadrimestralmente, o

Questão 34

TRT 15ª 2013 - FCC - Analista Judiciário - Área Administrativa
Lei estadual que versasse sobre proteção e integração social das pessoas portadoras de deficiência

Questão 35

TRT 15ª 2013 - FCC - Analista Judiciário - Área Administrativa
No exercício de suas atribuições regulares, servidores responsáveis pelo controle interno de órgão da Administração direta federal deparam-se com ilegalidade na contratação de serviços de limpeza mediante dispensa de licitação. Nesta hipótese, considerada a disciplina constitucional da matéria,

I. Os responsáveis pelo controle interno deverão dar ciência da ilegalidade ao Tribunal de Contas da União, sob pena de responsabilidade solidária.

II. Compete ao Tribunal de Contas da União, uma vez cientificado, assinar prazo para que o órgão adote as providências necessárias ao exato cumprimento da lei e, se não atendido, determinar a sustação da execução contratual.

III. Quando do julgamento respectivo, o Tribunal de Contas da União poderá aplicar aos responsáveis pela contratação considerada irregular as sanções previstas em lei, inclusive multa proporcional ao dano causado ao erário.

Está correto o que se afirma APENAS em

Questão 36

TRT 15ª 2013 - FCC - Analista Judiciário - Área Administrativa
Aos servidores ocupantes de cargos públicos, aplica-se à norma constitucional que estabelece

Questão 37

TRT 15ª 2013 - FCC - Analista Judiciário - Área Administrativa
Assim como para juízes, a Constituição da República estabelece, em relação aos membros do Ministério Público,

Questão 38

TRT 15ª 2013 - FCC - Analista Judiciário - Área Administrativa
Sindicato de empregados de determinado setor industrial, com base territorial municipal, pretende promover, em juízo, a defesa de direito líquido e certo de seus filiados, lesado por ato de autoridade da administração fazendária federal. Nesta hipótese, considerada a disciplina constitucional da matéria, o sindicato em questão

Questão 39

TRT 15ª 2013 - FCC - Analista Judiciário - Área Administrativa
A Administração pública precisa contratar o desenvolvimento, instalação e manutenção de um sistema de controle de processos judiciais, que também permita a integração com outros sistemas operados por entes públicos.

Para tanto, pode

Questão 40

TRT 15ª 2013 - FCC - Analista Judiciário - Área Administrativa
Os atos administrativos gozam de atributos específicos, dos quais não dispõem os atos praticados sob a égide do regime jurídico de direito privado. Dentre eles, a

Questão 41

TRT 15ª 2013 - FCC - Analista Judiciário - Área Administrativa
Sobre os poderes disciplinar, hierárquico e regulamentar, suas características, alcance e elementos, é correto afirmar que o poder

Questão 42

TRT 15ª 2013 - FCC - Analista Judiciário - Área Administrativa
A mutabilidade é característica inerente ao contrato administrativo, podendo ser evidenciada pela

Questão 43

TRT 15ª 2013 - FCC - Analista Judiciário - Área Administrativa
A discricionariedade pode ser qualificada como atributo dos atos administrativos em geral. Quando se fala que determinado ato tem essa caractertística significa que

Questão 44

TRT 15ª 2013 - FCC - Analista Judiciário - Área Administrativa
A Lei nº 8.112/90 estabelece uma série de deveres e proibições aos servidores públicos. Também estabelece o rol de penalidades aplicáveis, para cuja aplicação

Questão 45

TRT 15ª 2013 - FCC - Analista Judiciário - Área Administrativa
Simone e Flaviana são empregadas da empresa “MNL Ltda” e possuem jornada de trabalho de oito horas diárias. De acordo com os cartões de ponto das empregadas, ontem, Simone chegou à empresa cinco minutos adiantada e deixou a empresa quinze minutos além de sua jornada de trabalho. Flaviana, por sua vez, chegou à empresa cinco minutos adiantada e deixou a empresa quatro minutos após o término da sua jornada de trabalho. Nestes ca- sos,

Questão 46

TRT 15ª 2013 - FCC - Analista Judiciário - Área Administrativa
O cemitério particular PAZ ETERNA, em razão dos horários de enterros e velórios, possui diversos empregados tendo celebrado com cada empregado acordo escrito para aumentar o intervalo para repouso e alimentação de uma hora para uma hora e quarenta e cinco minutos. Neste caso, os referidos acordos são

Questão 47

TRT 15ª 2013 - FCC - Analista Judiciário - Área Administrativa
Manoela, Minerva e Carolina são empregadas da empresa “FGH Ltda”. Manoela possui vinte anos de idade, não é estudante e possui três filhos. Minerva possui vinte e cinco anos de idade, não possui filhos e é estudante de arquitetura. Carolina possui cinquenta e cinco anos de idade, é mãe e avó, mas não estuda somente frequenta alguns cursos esporádicos. Nestes casos, de acordo com a Consolidação das Leis do Trabalho, as férias serão sempre concedidas de uma só vez

Questão 48

TRT 15ª 2013 - FCC - Analista Judiciário - Área Administrativa
Helena é empregada da empresa “ZZZ Ltda” e, na última segunda-feira, descobriu que está grávida. Para ter conhecimento de seus direitos, procurou sua amiga Natália, advogada recém-formada. Natália lhe informou que, dentre outros, de acordo com a Consolidação das Leis do Trabalho, Helena terá direito

Questão 49

TRT 15ª 2013 - FCC - Analista Judiciário - Área Administrativa
Doralice é empregada da Faculdade “XZ” exercendo a função de auxiliar administrativo. Além do salário mensal de Doralice a faculdade lhe dá como utilidade o curso de Administração de Empresas, fornecendo matrícula, as mensalidades, bem como livros e material didático. Neste caso,

Questão 50

TRT 15ª 2013 - FCC - Analista Judiciário - Área Administrativa
Dorival, empregado da empresa “AAA Ltda”, recebeu ordens de seu superior hierárquico, para retornar ao cargo efetivo anteriormente ocupado, deixando o exercício da função de confiança, que estava exercendo. Neste caso, esta modificação unilateral do contrato de trabalho é

Questão 51

TRT 15ª 2013 - FCC - Analista Judiciário - Área Administrativa
Liliana, Sheila e Ana são empregadas da empresa “CCC Ltda”. Na última semana Liliana se ausentou de seu serviço por um dia para prestar exame de vestibular para ingresso na Faculdade “A”; Sheila está ausente há cinco dias, tendo em vista que participa na qualidade de jurada de julgamento perante o Tribunal do Júri de São Paulo.

Hoje Ana está gozando de seu intervalo semanal remunerado. Nestes casos, ocorreu a

Questão 52

TRT 15ª 2013 - FCC - Analista Judiciário - Área Administrativa

» Esta questão foi anulada pela banca.
Considere as seguintes verbas:

I. Férias proporcionais acrescida do terço constitucional.

II. 13º salário proporcional acrescido do terço constitucional.

III. Liberação do formulário para saque do FGTS.

IV. Multa de 40% sobre o saldo para fins rescisórios do FGTS.

Em regra, na rescisão indireta do contrato de trabalho, dentre outras, o empregado terá direito a receber as verbas indicadas em

Questão 53

TRT 15ª 2013 - FCC - Analista Judiciário - Área Administrativa
Em regra, o Recurso Ordinário

Questão 54

TRT 15ª 2013 - FCC - Analista Judiciário - Área Administrativa
Considere as seguintes hipóteses:

I. Na reclamação trabalhista “A”, proposta por Felícia em face da empresa “RRR Ltda”, foi proferida decisão em recurso ordinário pelo Tribunal Regional do Trabalho da 15ª Região que deu ao mesmo dispositivo de lei federal interpretação diversa da que lhe foi dada por Turma do Tribunal Regional do Trabalho da 2ª Região.

II. Na reclamação trabalhista “B”, proposta por Benício em face da empresa “SSS Ltda”, foi proferida decisão em recurso ordinário pelo Tribunal Regional do Trabalho da 2ª Região que deu ao mesmo dispositivo de lei estadual, interpretação divergente, da que lhe foi dada por Turma do Tribunal Regional do Trabalho da 15ª Região.

III. Na reclamação trabalhista “C”, proposta por Paloma em face da empresa “TTT Ltda”, foi proferida decisão com violação literal de disposição de lei federal.

IV. Na reclamação trabalhista “C”, proposta por Paloma em face da empresa “TTT Ltda”, foi proferida decisão que afrontou direta e literal à Constituição Federal.

De acordo com a Consolidação das Leis do Trabalho, caberá recurso de revista nas hipóteses

Questão 55

TRT 15ª 2013 - FCC - Analista Judiciário - Área Administrativa
Gabriela é advogada de Bruna na reclamação trabalhista que esta ajuizou em face da empresa “ZZZ Ltda”. No dia 18 de Novembro de 2013, uma segunda-feira, Gabriela saiu intimada da sentença de improcedência da ação proferida em audiência. Gabriela pretende opor Embargos de Declaração, neste caso, o prazo para a referida oposição encerra-se no dia

Questão 56

TRT 15ª 2013 - FCC - Analista Judiciário - Área Administrativa
Com relação aos atos processuais, a penhora

Questão 57

TRT 15ª 2013 - FCC - Analista Judiciário - Área Administrativa
A Consolidação das Leis do Trabalho, no seu Título I − Introdução, prevê expressamente no art. 8o, algumas modalidades de fontes do Direito do Trabalho, como por exemplo a analogia. O dispositivo legal NÃO relaciona

Questão 58

TRT 15ª 2013 - FCC - Analista Judiciário - Área Administrativa
Marlene, trabalhou na qualidade de empregada da empresa “ZAZ Ltda.” por quinze meses e foi dispensada sem justa causa e pretende ajuizar reclamação trabalhista para obter seus direitos trabalhistas que lhe foram negados durante o contrato de trabalho. Marlene consultou advogado e indagou quanto o mesmo cobraria a título de honorários advocatícios. Diante do valor dos honorários, Marlene decidiu ajuizar sozinha a reclamação. Assim, apresentou reclamação trabalhista verbal. De acordo com a Consolidação das Leis do Trabalho, a reclamação trabalhista verbal

Questão 59

TRT 15ª 2013 - FCC - Analista Judiciário - Área Administrativa
Considere:

I. Ações declaratórias de vínculo jurídico e sindical entre sindicato e federação.

II. Ação de cobrança executiva envolvendo a contribuição sindical.

III. Ação regressiva ajuizada pelo INSS em face de empregador que tenha causado acidente de trabalho ante a sua negligência no cumprimento das normas de segurança e saúde do trabalho.

IV. Ações relativas às penalidades administrativas impostas aos empregadores pelos órgãos de fiscalização das relações de trabalho.

Compete a Justiça do Trabalho processar e julgar as demandas

Questão 60

TRT 15ª 2013 - FCC - Analista Judiciário - Área Administrativa
A capacidade, a legitimidade e o interesse são pressupostos recursais



Provas de Concursos » Fcc 2013