×
Analista Censitário - Análise de Sistemas - Desenvolvimento de Aplicações Analista Censitário - Análise de Sistemas - Suporte Operacional e de Tecnologia Agente Censitário Regional - ACR Agente Censitário de Informática - ACI Analista Censitário - Análise de Sistemas - Desenvolvimento de Aplicações Web Agente Censitário Administrativo - ACA Analista Censitário - Recursos Humanos Analista Censitário - Gestão e Infraestrutura Analista Censitário - Análise de Sistemas - Suporte à Comunicação e Rede Analista Censitário - Análise de Sistemas - Suporte à Produção Analista Censitário - Ciências Contábeis Agente Censitário Municipal - Agente Censitário Supervisor Analista Censitário - Jornalismo
×
IBGE 2016 IBGE 2019 IBGE 2020

IBGE 2017

Analista Censitário - Biblioteconomia e Documentação

Questão 1

IBGE 2017 - FGV - Analista Censitário - Biblioteconomia e Documentação
1
O Brasil passou por um período de racionamento de energia em
 
2001. Isso pode se repetir? O que pode ser feito para evitar um
 
novo racionamento?
 

O racionamento foi resultado da política de privatização e
5
desregulamentação que não incentivou suficientemente a
 
construção de novas usinas. O governo também não permitiu que
 
o setor público investisse nessa área. Não planejou nem
 
implementou uma política para o setor. O problema principal foi
 
esse e não tinha uma carência de energia ou da capacidade de
10
fornecê-la, embora o volume de chuvas tenha sido pequeno nos
 
anos anteriores.
 
No futuro, o desafio será adotar uma política energética que
 
estimule o fornecimento de energia, através de eletricidade ou
 
de combustíveis, a um custo acessível para os consumidores e as
15
empresas, protegendo inclusive o meio ambiente. É preciso levar
 
em conta questões econômicas e sociais. No Brasil, há pelo
 
menos 20 milhões de pessoas que vivem em áreas rurais das
 
regiões Norte e Nordeste, sem acesso à eletricidade. Uma boa
 
política expandiria o fornecimento para essa população.
(Ciência Hoje, maio de 2004 - adaptado)
Considerando as duas perguntas formuladas pelo entrevistador, pode-se ver que o entrevistado:

Questão 2

IBGE 2017 - FGV - Analista Censitário - Biblioteconomia e Documentação
1
O Brasil passou por um período de racionamento de energia em
 
2001. Isso pode se repetir? O que pode ser feito para evitar um
 
novo racionamento?
 

O racionamento foi resultado da política de privatização e
5
desregulamentação que não incentivou suficientemente a
 
construção de novas usinas. O governo também não permitiu que
 
o setor público investisse nessa área. Não planejou nem
 
implementou uma política para o setor. O problema principal foi
 
esse e não tinha uma carência de energia ou da capacidade de
10
fornecê-la, embora o volume de chuvas tenha sido pequeno nos
 
anos anteriores.
 
No futuro, o desafio será adotar uma política energética que
 
estimule o fornecimento de energia, através de eletricidade ou
 
de combustíveis, a um custo acessível para os consumidores e as
15
empresas, protegendo inclusive o meio ambiente. É preciso levar
 
em conta questões econômicas e sociais. No Brasil, há pelo
 
menos 20 milhões de pessoas que vivem em áreas rurais das
 
regiões Norte e Nordeste, sem acesso à eletricidade. Uma boa
 
política expandiria o fornecimento para essa população.
(Ciência Hoje, maio de 2004 - adaptado)
“O racionamento foi resultado da política de privatização e desregulamentação que não incentivou suficientemente a construção de novas usinas”.

O início da resposta do entrevistado corresponde a uma pergunta que não foi formulada diretamente; essa pergunta, se formulada, seria:

Questão 3

IBGE 2017 - FGV - Analista Censitário - Biblioteconomia e Documentação
1
O Brasil passou por um período de racionamento de energia em
 
2001. Isso pode se repetir? O que pode ser feito para evitar um
 
novo racionamento?
 

O racionamento foi resultado da política de privatização e
5
desregulamentação que não incentivou suficientemente a
 
construção de novas usinas. O governo também não permitiu que
 
o setor público investisse nessa área. Não planejou nem
 
implementou uma política para o setor. O problema principal foi
 
esse e não tinha uma carência de energia ou da capacidade de
10
fornecê-la, embora o volume de chuvas tenha sido pequeno nos
 
anos anteriores.
 
No futuro, o desafio será adotar uma política energética que
 
estimule o fornecimento de energia, através de eletricidade ou
 
de combustíveis, a um custo acessível para os consumidores e as
15
empresas, protegendo inclusive o meio ambiente. É preciso levar
 
em conta questões econômicas e sociais. No Brasil, há pelo
 
menos 20 milhões de pessoas que vivem em áreas rurais das
 
regiões Norte e Nordeste, sem acesso à eletricidade. Uma boa
 
política expandiria o fornecimento para essa população.
(Ciência Hoje, maio de 2004 - adaptado)
“O que pode ser feito para evitar um novo racionamento?” A oração “para evitar um novo racionamento” pode ser desenvolvida em forma de uma nova oração do seguinte modo:

Questão 4

IBGE 2017 - FGV - Analista Censitário - Biblioteconomia e Documentação
1
O Brasil passou por um período de racionamento de energia em
 
2001. Isso pode se repetir? O que pode ser feito para evitar um
 
novo racionamento?
 

O racionamento foi resultado da política de privatização e
5
desregulamentação que não incentivou suficientemente a
 
construção de novas usinas. O governo também não permitiu que
 
o setor público investisse nessa área. Não planejou nem
 
implementou uma política para o setor. O problema principal foi
 
esse e não tinha uma carência de energia ou da capacidade de
10
fornecê-la, embora o volume de chuvas tenha sido pequeno nos
 
anos anteriores.
 
No futuro, o desafio será adotar uma política energética que
 
estimule o fornecimento de energia, através de eletricidade ou
 
de combustíveis, a um custo acessível para os consumidores e as
15
empresas, protegendo inclusive o meio ambiente. É preciso levar
 
em conta questões econômicas e sociais. No Brasil, há pelo
 
menos 20 milhões de pessoas que vivem em áreas rurais das
 
regiões Norte e Nordeste, sem acesso à eletricidade. Uma boa
 
política expandiria o fornecimento para essa população.
(Ciência Hoje, maio de 2004 - adaptado)
No texto 1 há um conjunto de termos precedidos da preposição DE; o termo abaixo em que essa preposição tem emprego não exigido por um termo anterior é:

Questão 5

IBGE 2017 - FGV - Analista Censitário - Biblioteconomia e Documentação
1
O Brasil passou por um período de racionamento de energia em
 
2001. Isso pode se repetir? O que pode ser feito para evitar um
 
novo racionamento?
 

O racionamento foi resultado da política de privatização e
5
desregulamentação que não incentivou suficientemente a
 
construção de novas usinas. O governo também não permitiu que
 
o setor público investisse nessa área. Não planejou nem
 
implementou uma política para o setor. O problema principal foi
 
esse e não tinha uma carência de energia ou da capacidade de
10
fornecê-la, embora o volume de chuvas tenha sido pequeno nos
 
anos anteriores.
 
No futuro, o desafio será adotar uma política energética que
 
estimule o fornecimento de energia, através de eletricidade ou
 
de combustíveis, a um custo acessível para os consumidores e as
15
empresas, protegendo inclusive o meio ambiente. É preciso levar
 
em conta questões econômicas e sociais. No Brasil, há pelo
 
menos 20 milhões de pessoas que vivem em áreas rurais das
 
regiões Norte e Nordeste, sem acesso à eletricidade. Uma boa
 
política expandiria o fornecimento para essa população.
(Ciência Hoje, maio de 2004 - adaptado)
“O governo também não permitiu que o setor público investisse nessa área”.

O segundo período da resposta do entrevistado desempenha o seguinte papel textual:

Questão 6

IBGE 2017 - FGV - Analista Censitário - Biblioteconomia e Documentação
1
O Brasil passou por um período de racionamento de energia em
 
2001. Isso pode se repetir? O que pode ser feito para evitar um
 
novo racionamento?
 

O racionamento foi resultado da política de privatização e
5
desregulamentação que não incentivou suficientemente a
 
construção de novas usinas. O governo também não permitiu que
 
o setor público investisse nessa área. Não planejou nem
 
implementou uma política para o setor. O problema principal foi
 
esse e não tinha uma carência de energia ou da capacidade de
10
fornecê-la, embora o volume de chuvas tenha sido pequeno nos
 
anos anteriores.
 
No futuro, o desafio será adotar uma política energética que
 
estimule o fornecimento de energia, através de eletricidade ou
 
de combustíveis, a um custo acessível para os consumidores e as
15
empresas, protegendo inclusive o meio ambiente. É preciso levar
 
em conta questões econômicas e sociais. No Brasil, há pelo
 
menos 20 milhões de pessoas que vivem em áreas rurais das
 
regiões Norte e Nordeste, sem acesso à eletricidade. Uma boa
 
política expandiria o fornecimento para essa população.
(Ciência Hoje, maio de 2004 - adaptado)
“Não planejou nem implementou uma política para o setor”.

Sobre as duas ações citadas nesse segmento do texto 1, pode-se corretamente afirmar que:

Questão 7

IBGE 2017 - FGV - Analista Censitário - Biblioteconomia e Documentação
1
O Brasil passou por um período de racionamento de energia em
 
2001. Isso pode se repetir? O que pode ser feito para evitar um
 
novo racionamento?
 

O racionamento foi resultado da política de privatização e
5
desregulamentação que não incentivou suficientemente a
 
construção de novas usinas. O governo também não permitiu que
 
o setor público investisse nessa área. Não planejou nem
 
implementou uma política para o setor. O problema principal foi
 
esse e não tinha uma carência de energia ou da capacidade de
10
fornecê-la, embora o volume de chuvas tenha sido pequeno nos
 
anos anteriores.
 
No futuro, o desafio será adotar uma política energética que
 
estimule o fornecimento de energia, através de eletricidade ou
 
de combustíveis, a um custo acessível para os consumidores e as
15
empresas, protegendo inclusive o meio ambiente. É preciso levar
 
em conta questões econômicas e sociais. No Brasil, há pelo
 
menos 20 milhões de pessoas que vivem em áreas rurais das
 
regiões Norte e Nordeste, sem acesso à eletricidade. Uma boa
 
política expandiria o fornecimento para essa população.
(Ciência Hoje, maio de 2004 - adaptado)
No primeiro parágrafo do texto 1 há um conjunto de termos que recuperam elementos anteriores, o que dá coesão ao texto. O termo cujo antecedente é uma oração é:

Questão 8

IBGE 2017 - FGV - Analista Censitário - Biblioteconomia e Documentação
1
O Brasil passou por um período de racionamento de energia em
 
2001. Isso pode se repetir? O que pode ser feito para evitar um
 
novo racionamento?
 

O racionamento foi resultado da política de privatização e
5
desregulamentação que não incentivou suficientemente a
 
construção de novas usinas. O governo também não permitiu que
 
o setor público investisse nessa área. Não planejou nem
 
implementou uma política para o setor. O problema principal foi
 
esse e não tinha uma carência de energia ou da capacidade de
10
fornecê-la, embora o volume de chuvas tenha sido pequeno nos
 
anos anteriores.
 
No futuro, o desafio será adotar uma política energética que
 
estimule o fornecimento de energia, através de eletricidade ou
 
de combustíveis, a um custo acessível para os consumidores e as
15
empresas, protegendo inclusive o meio ambiente. É preciso levar
 
em conta questões econômicas e sociais. No Brasil, há pelo
 
menos 20 milhões de pessoas que vivem em áreas rurais das
 
regiões Norte e Nordeste, sem acesso à eletricidade. Uma boa
 
política expandiria o fornecimento para essa população.
(Ciência Hoje, maio de 2004 - adaptado)
“...embora o volume de chuvas tenha sido pequeno nos anos anteriores”.

Esse segmento do texto 1 mostra o seguinte valor:

Questão 9

IBGE 2017 - FGV - Analista Censitário - Biblioteconomia e Documentação
1
O Brasil passou por um período de racionamento de energia em
 
2001. Isso pode se repetir? O que pode ser feito para evitar um
 
novo racionamento?
 

O racionamento foi resultado da política de privatização e
5
desregulamentação que não incentivou suficientemente a
 
construção de novas usinas. O governo também não permitiu que
 
o setor público investisse nessa área. Não planejou nem
 
implementou uma política para o setor. O problema principal foi
 
esse e não tinha uma carência de energia ou da capacidade de
10
fornecê-la, embora o volume de chuvas tenha sido pequeno nos
 
anos anteriores.
 
No futuro, o desafio será adotar uma política energética que
 
estimule o fornecimento de energia, através de eletricidade ou
 
de combustíveis, a um custo acessível para os consumidores e as
15
empresas, protegendo inclusive o meio ambiente. É preciso levar
 
em conta questões econômicas e sociais. No Brasil, há pelo
 
menos 20 milhões de pessoas que vivem em áreas rurais das
 
regiões Norte e Nordeste, sem acesso à eletricidade. Uma boa
 
política expandiria o fornecimento para essa população.
(Ciência Hoje, maio de 2004 - adaptado)
“No futuro, o desafio será adotar uma política energética que estimule o fornecimento de energia, através de eletricidade ou de combustíveis, a um custo acessível para os consumidores e as empresas, protegendo inclusive o meio ambiente”.

Deduz-se desse segmento opinativo do entrevistado que:

Questão 10

IBGE 2017 - FGV - Analista Censitário - Biblioteconomia e Documentação
1
O Brasil passou por um período de racionamento de energia em
 
2001. Isso pode se repetir? O que pode ser feito para evitar um
 
novo racionamento?
 

O racionamento foi resultado da política de privatização e
5
desregulamentação que não incentivou suficientemente a
 
construção de novas usinas. O governo também não permitiu que
 
o setor público investisse nessa área. Não planejou nem
 
implementou uma política para o setor. O problema principal foi
 
esse e não tinha uma carência de energia ou da capacidade de
10
fornecê-la, embora o volume de chuvas tenha sido pequeno nos
 
anos anteriores.
 
No futuro, o desafio será adotar uma política energética que
 
estimule o fornecimento de energia, através de eletricidade ou
 
de combustíveis, a um custo acessível para os consumidores e as
15
empresas, protegendo inclusive o meio ambiente. É preciso levar
 
em conta questões econômicas e sociais. No Brasil, há pelo
 
menos 20 milhões de pessoas que vivem em áreas rurais das
 
regiões Norte e Nordeste, sem acesso à eletricidade. Uma boa
 
política expandiria o fornecimento para essa população.
(Ciência Hoje, maio de 2004 - adaptado)
“É preciso levar em conta questões econômicas e sociais”; se juntássemos os adjetivos sublinhados em forma de adjetivo composto, a forma correta, no contexto, seria:

Questão 11

IBGE 2017 - FGV - Analista Censitário - Biblioteconomia e Documentação
Nas propriedades da informação científica, são os conceitos que compõem o significado de palavras e generalizam as características dos objetos e fenômenos.

Essa afirmação referente à informação científica diz respeito à sua natureza:

Questão 12

IBGE 2017 - FGV - Analista Censitário - Biblioteconomia e Documentação
O código representativo do nome ou palavra, utilizado como cabeçalho do ponto de acesso principal, que compõe os dados de localização de um item específico em determinado acervo é designado como:

Questão 13

IBGE 2017 - FGV - Analista Censitário - Biblioteconomia e Documentação
De acordo com a NBR 10520 da ABNT, uma citação que ocorre no interior de uma citação direta, no texto, de até três linhas, deve ser indicada:

Questão 14

IBGE 2017 - FGV - Analista Censitário - Biblioteconomia e Documentação
O ISSN, em consonância com a NBR 10525 da ABNT, deve ser impresso em cada fascículo de uma publicação seriada, em posição destacada, no canto superior direito da capa, na área do número normalizado e das modalidades de aquisição da ficha catalográfica e logo acima da legenda bibliográfica da folha de rosto, quando se tratar da impressão do código ISSN em publicação seriada:

Questão 15

IBGE 2017 - FGV - Analista Censitário - Biblioteconomia e Documentação
As regras gerais para apresentação de trabalhos acadêmicos, da NBR 14724 da ABNT, estabelecem como elementos sem título e, ao mesmo tempo, sem indicativo numérico de seção:

Questão 16

IBGE 2017 - FGV - Analista Censitário - Biblioteconomia e Documentação
Segundo a NBR 6021 da ABNT, no que concerne à publicação periódica científica impressa, constitui uma característica do volume da publicação:

Questão 17

IBGE 2017 - FGV - Analista Censitário - Biblioteconomia e Documentação
Segundo o sistema para a apresentação dos elementos que constituem o artigo em publicação periódica científica impressa, estabelecido pela NBR 6022 da ABNT:

Questão 18

IBGE 2017 - FGV - Analista Censitário - Biblioteconomia e Documentação
Segundo a NBR 6023 da ABNT, quando aparecerem no rodapé da página, as referências devem ser:

Questão 19

IBGE 2017 - FGV - Analista Censitário - Biblioteconomia e Documentação
A NBR 6027 da ABNT especifica que o sumário, em publicações periódicas:

Questão 20

IBGE 2017 - FGV - Analista Censitário - Biblioteconomia e Documentação
A NBR 6028 da ABNT estabelece que o resumo indicativo, por suas características, deve:

Questão 21

IBGE 2017 - FGV - Analista Censitário - Biblioteconomia e Documentação
Na estrutura de um livro ou folheto, de acordo com a NBR 6029 da ABNT, o elemento pós-textual obrigatório, que indica as especificações gráficas da publicação e é localizado, preferencialmente, na última folha do miolo, é:

Questão 22

IBGE 2017 - FGV - Analista Censitário - Biblioteconomia e Documentação
O elemento, de um ISBN de 13 dígitos, que apresenta 3 dígitos e é especificado pela Agência Internacional do ISBN, em conformidade com o sistema global de numeração de produtos EAN.UCC. é o:

Questão 23

IBGE 2017 - FGV - Analista Censitário - Biblioteconomia e Documentação
Dentre os fatores que influem na qualidade da indexação, o tipo de indexação; as regras e instruções; a produtividade exigida e a exaustividade da indexação são fatores ligados ao:

Questão 24

IBGE 2017 - FGV - Analista Censitário - Biblioteconomia e Documentação
Os termos num resumo telegráfico são relacionados sintaticamente por meio de:

Questão 25

IBGE 2017 - FGV - Analista Censitário - Biblioteconomia e Documentação
De acordo com a 2ª edição padrão internacional em língua portuguesa da CDU, para a representação de “Domicílios formados por unidades familiares no Brasil”, considerando 314.117.31 para tipos de domicílios; 316.812 para unidades familiares e (81) para Brasil, a notação adequada é:

Questão 26

IBGE 2017 - FGV - Analista Censitário - Biblioteconomia e Documentação
Na organização de conceitos, quando um mesmo símbolo é identificado com dois ou mais conjuntos de características distintas se configura polissemia.

Para resolver esse problema, o bibliotecário deve distinguir os símbolos por meio de:

Questão 27

IBGE 2017 - FGV - Analista Censitário - Biblioteconomia e Documentação
De acordo com o Código de Catalogação Anglo-americano em vigor, faz-se o ponto de acesso principal pelo título com ponto de acesso secundário para o primeiro autor citado, quando:

Questão 28

IBGE 2017 - FGV - Analista Censitário - Biblioteconomia e Documentação
Os resumos de vídeo podem ter o formato de imagens estáticas ou em movimento.

Um exemplo de resumo de imagem em movimento é:

Questão 29

IBGE 2017 - FGV - Analista Censitário - Biblioteconomia e Documentação
Numa biblioteca, o catálogo interno ou auxiliar que tem como função precípua arrolar os cabeçalhos autorizados para nomes de pessoas e de entidades coletivas, que ocorrem nas catalogações, é denominado:

Questão 30

IBGE 2017 - FGV - Analista Censitário - Biblioteconomia e Documentação
Dentre as funções administrativas clássicas, afetas ao bibliotecário, aquela que envolve a verificação do alcance das metas e objetivos planejados e a adoção de ações corretivas para eventuais desvios é:

Questão 31

IBGE 2017 - FGV - Analista Censitário - Biblioteconomia e Documentação
Quando o serviço de disseminação seletiva da informação for desenvolvido no contexto organizacional, é importante que as restrições de acesso e divulgação das informações estejam representadas na política do serviço e em conformidade com os padrões adotados de:

Questão 32

IBGE 2017 - FGV - Analista Censitário - Biblioteconomia e Documentação
Para a elaboração de uma política de desenvolvimento de coleções, os níveis de coleções propostos pela American Library Association constituem recursos estratégicos de estrutura, como o que se refere aos materiais relacionados com descobertas recentes, experimentos, relatos e comunicações, definido como nível:

Questão 33

IBGE 2017 - FGV - Analista Censitário - Biblioteconomia e Documentação
A característica de um serviço de disseminação seletiva de informações na qual os recursos humanos disponíveis e a quantidade de usuários do serviço são determinantes para definir se a informação disseminada será comentada refere-se à:

Questão 34

IBGE 2017 - FGV - Analista Censitário - Biblioteconomia e Documentação
Facilitar a captura e a integração de registros MARC nos processos de coleta de metadados (Metadata Harvesting), característicos dos projetos Open Archives Initiative (OAI) e similares, é um dos objetivos do:

Questão 35

IBGE 2017 - FGV - Analista Censitário - Biblioteconomia e Documentação
O campo 300 do MARC 21 trata da descrição física do item, consistindo de seus dados sobre:

Questão 36

IBGE 2017 - FGV - Analista Censitário - Biblioteconomia e Documentação
Para a construção de bibliotecas digitais, o bibliotecário pode escolher entre os softwares:

Questão 37

IBGE 2017 - FGV - Analista Censitário - Biblioteconomia e Documentação
O sistema de catalogação cooperativa em atividade em diversos países que se constituiu num esforço de cooperação internacional com o objetivo de ampliar o acesso a coleções de bibliotecas, fornecendo uma catalogação útil, oportuna e com custo-benefício que atendesse aos padrões mutuamente aceitos de bibliotecas de todo o mundo é:

Questão 38

IBGE 2017 - FGV - Analista Censitário - Biblioteconomia e Documentação
Uma bibliografia compilada para subsidiar um trabalho de estatística, arrolando exclusivamente artigos recém-publicados em periódicos brasileiros, de autores brasileiros indicados pelos pesquisadores que solicitaram essa tarefa ao bibliotecário, é classificada, a partir da consolidação desses critérios, como:

Questão 39

IBGE 2017 - FGV - Analista Censitário - Biblioteconomia e Documentação
No planejamento de espaço físico em bibliotecas, os princípios e indicadores que relevam que o espaço deve respeitar as diversas necessidades decorrentes de seus usos e funções, oferecendo diferentes soluções de acomodação para consulta ao acervo, de acordo com as necessidades e preferências dos usuários, definem o espaço:

Questão 40

IBGE 2017 - FGV - Analista Censitário - Biblioteconomia e Documentação
A partir das respostas às questões para a elaboração de um diagnóstico sobre as necessidades de informação, inicia-se o planejamento do sistema de informação de marketing.

Dentre seus componentes, o sistema de inteligência de marketing é o conjunto de:

Questão 41

IBGE 2017 - FGV - Analista Censitário - Biblioteconomia e Documentação
Considere como verdadeira a seguinte sentença: “Se todas as flores são vermelhas, então o jardim é bonito”.

É correto concluir que:

Questão 42

IBGE 2017 - FGV - Analista Censitário - Biblioteconomia e Documentação
Em um jogo há fichas brancas e pretas sendo algumas redondas, outras quadradas e outras triangulares. Não há fichas de outras cores ou de outros formatos.

Considere como verdadeira a afirmação:

“Qualquer ficha branca não é quadrada.”

É correto concluir que:

Questão 43

IBGE 2017 - FGV - Analista Censitário - Biblioteconomia e Documentação
Entre os cinco números 2, 3, 4, 5 e 6, dois deles são escolhidos ao acaso e o produto deles dois é calculado.

A probabilidade desse produto ser um número par é:

Questão 44

IBGE 2017 - FGV - Analista Censitário - Biblioteconomia e Documentação
Em certo município foi feita uma pesquisa para determinar, em cada residência, quantas crianças havia até 10 anos de idade.

O resultado está na tabela a seguir:



Em relação ao total de residências pesquisadas, as que possuem somente uma ou duas crianças representam:

Questão 45

IBGE 2017 - FGV - Analista Censitário - Biblioteconomia e Documentação
O número de balas de menta que Júlia tinha era o dobro do número de balas de morango. Após dar 5 balas de cada um desses dois sabores para sua irmã, agora o número de balas de menta que Júlia tem é o triplo do número de balas de morango.

O número total de balas que Júlia tinha inicialmente era:

Questão 46

IBGE 2017 - FGV - Analista Censitário - Biblioteconomia e Documentação
Marcelo foi chamado para uma reunião com seu chefe. Nessa reunião ocorreu o seguinte diálogo:

- Chefe: Pedro disse que todos os relatórios que ele recebeu foram avaliados.
- Marcelo: Não é verdade o que Pedro disse.

Se o chefe considerou que Marcelo falou a verdade, ele pode concluir logicamente que, dos relatórios recebidos por Pedro:

Questão 47

IBGE 2017 - FGV - Analista Censitário - Biblioteconomia e Documentação
Em um encontro de 12 pessoas, 8 delas se conhecem mutuamente e cada uma das outras 4 não conhece nenhuma das pessoas presentes ao encontro. Pessoas que se conhecem mutuamente se cumprimentam com um abraço e pessoas que não se conhecem se cumprimentam com um aperto de mão. Todas as pessoas presentes ao encontro se cumprimentam entre si.

O número de apertos de mão dados é:

Questão 48

IBGE 2017 - FGV - Analista Censitário - Biblioteconomia e Documentação
Considere verdadeira a afirmação:

Todo computador bom é caro e todo computador grande é bom.

É correto concluir que:

Questão 49

IBGE 2017 - FGV - Analista Censitário - Biblioteconomia e Documentação
A probabilidade de um determinado aluno acertar cada uma das duas últimas questões de uma determinada prova é 70%.

Acertar ou errar cada uma das questões são eventos independentes.

A probabilidade desse aluno errar as duas referidas questões:

Questão 50

IBGE 2017 - FGV - Analista Censitário - Biblioteconomia e Documentação
Quatro pessoas, Ana, Bia, Celia e Dulce devem se sentar em quatro das seis poltronas representadas na figura abaixo.



Sabendo que Ana e Bia devem se sentar uma ao lado da outra, o número de maneiras diferentes que elas quatro podem se sentar nessas poltronas é: