×
Técnico de Nível Médio I - Atendimento Técnico de Nível Superior II - Suporte Administrativo - Administração Técnico de Nível Superior - Suporte Administrativo Operacional Técnico de Nível Superior II - Suporte Administrativo - Ciências Contábeis Técnico de Nível Médio II - Operacional Técnico de Nível Superior II - Suporte Administrativo - Economia ou Gestão Financeira
×
Pref. Salvador/BA 2019

Pref. Salvador/BA 2017

Técnico de Nível Superior II - Suporte Administrativo - Direito

Questão 1

Pref. Salvador/BA 2017 - FGV - Técnico de Nível Superior II - Suporte Administrativo - Direito
1
Posso falar de arte e artistas outra vez? Tenho afeição pelo tema.
 
Espero que, em algum lugar aí no Brasil, haja leitores e leitoras,
 
mesmo poucos, que se interessem pela figura singular e tão
 
fundamental do artista. Ou quem sabe se dou sorte e há um ou
5
outro artista aí fora, extraviado nesta coluna?
 
[....] Sempre me pareceu que o artista verdadeiro sacrifica
 
qualquer “conteúdo”, qualquer “coerência”, por uma bela frase,
 
por um belo gesto, por um belo efeito plástico ou cênico. Como
 
dizia Oscar Wilde, “coerência é a virtude dos que não têm
10
imaginação”. Dos não artistas, portanto.
 
O que distingue o artista é a busca incondicional pela beleza, em
 
detrimento da verdade, do equilíbrio, do bom senso, da ética, da
 
saúde e até da própria vida. Além disso, leitor, o artista é
 
frequentemente um pobre ser ameaçado, com instalação
15
precária no mundo. E, se faz concessões, corre o risco de se
 
desvirtuar, de perder o rumo.
 
Assim, o artista precisa sacrificar, ou deixar em segundo plano, a
 
verdade e a moral. A objetividade e os bons princípios são temas
 
para outros tipos humanos, para o cientista e para o sacerdote,
20
respectivamente. [....] Quando um artista migra para outros
 
terrenos (ciência, moral, filosofia, pensamento social, crítica
 
literária), o que acaba dominando, em última análise, é a
 
expressão da beleza. Para o verdadeiro artista, a beleza é o único
 
mandamento. Para o bem e para o mal, ela interfere o tempo
25
todo. E a obra artística resvala para a mentira, para o engano,
 
para a fabulação. Tangencia a imoralidade, o crime, a perversão.
(Paulo Nogueira Batista Jr., O Globo, 04/08/2017 – adaptado)
“Posso falar de arte e artistas outra vez? Espero que, em algum lugar aí no Brasil, haja leitores e leitoras, mesmo poucos, que se interessem pela figura singular e tão fundamental do artista”.
Desse segmento do texto 1, pode-se inferir várias afirmações.

Assinale a opção que apresenta uma inferência inadequada.

Questão 2

Pref. Salvador/BA 2017 - FGV - Técnico de Nível Superior II - Suporte Administrativo - Direito
1
Posso falar de arte e artistas outra vez? Tenho afeição pelo tema.
 
Espero que, em algum lugar aí no Brasil, haja leitores e leitoras,
 
mesmo poucos, que se interessem pela figura singular e tão
 
fundamental do artista. Ou quem sabe se dou sorte e há um ou
5
outro artista aí fora, extraviado nesta coluna?
 
[....] Sempre me pareceu que o artista verdadeiro sacrifica
 
qualquer “conteúdo”, qualquer “coerência”, por uma bela frase,
 
por um belo gesto, por um belo efeito plástico ou cênico. Como
 
dizia Oscar Wilde, “coerência é a virtude dos que não têm
10
imaginação”. Dos não artistas, portanto.
 
O que distingue o artista é a busca incondicional pela beleza, em
 
detrimento da verdade, do equilíbrio, do bom senso, da ética, da
 
saúde e até da própria vida. Além disso, leitor, o artista é
 
frequentemente um pobre ser ameaçado, com instalação
15
precária no mundo. E, se faz concessões, corre o risco de se
 
desvirtuar, de perder o rumo.
 
Assim, o artista precisa sacrificar, ou deixar em segundo plano, a
 
verdade e a moral. A objetividade e os bons princípios são temas
 
para outros tipos humanos, para o cientista e para o sacerdote,
20
respectivamente. [....] Quando um artista migra para outros
 
terrenos (ciência, moral, filosofia, pensamento social, crítica
 
literária), o que acaba dominando, em última análise, é a
 
expressão da beleza. Para o verdadeiro artista, a beleza é o único
 
mandamento. Para o bem e para o mal, ela interfere o tempo
25
todo. E a obra artística resvala para a mentira, para o engano,
 
para a fabulação. Tangencia a imoralidade, o crime, a perversão.
(Paulo Nogueira Batista Jr., O Globo, 04/08/2017 – adaptado)
Sobre a pergunta inicial do texto “Posso falar de arte e artistas outra vez?”, assinale a afirmativa correta.

Questão 3

Pref. Salvador/BA 2017 - FGV - Técnico de Nível Superior II - Suporte Administrativo - Direito
1
Posso falar de arte e artistas outra vez? Tenho afeição pelo tema.
 
Espero que, em algum lugar aí no Brasil, haja leitores e leitoras,
 
mesmo poucos, que se interessem pela figura singular e tão
 
fundamental do artista. Ou quem sabe se dou sorte e há um ou
5
outro artista aí fora, extraviado nesta coluna?
 
[....] Sempre me pareceu que o artista verdadeiro sacrifica
 
qualquer “conteúdo”, qualquer “coerência”, por uma bela frase,
 
por um belo gesto, por um belo efeito plástico ou cênico. Como
 
dizia Oscar Wilde, “coerência é a virtude dos que não têm
10
imaginação”. Dos não artistas, portanto.
 
O que distingue o artista é a busca incondicional pela beleza, em
 
detrimento da verdade, do equilíbrio, do bom senso, da ética, da
 
saúde e até da própria vida. Além disso, leitor, o artista é
 
frequentemente um pobre ser ameaçado, com instalação
15
precária no mundo. E, se faz concessões, corre o risco de se
 
desvirtuar, de perder o rumo.
 
Assim, o artista precisa sacrificar, ou deixar em segundo plano, a
 
verdade e a moral. A objetividade e os bons princípios são temas
 
para outros tipos humanos, para o cientista e para o sacerdote,
20
respectivamente. [....] Quando um artista migra para outros
 
terrenos (ciência, moral, filosofia, pensamento social, crítica
 
literária), o que acaba dominando, em última análise, é a
 
expressão da beleza. Para o verdadeiro artista, a beleza é o único
 
mandamento. Para o bem e para o mal, ela interfere o tempo
25
todo. E a obra artística resvala para a mentira, para o engano,
 
para a fabulação. Tangencia a imoralidade, o crime, a perversão.
(Paulo Nogueira Batista Jr., O Globo, 04/08/2017 – adaptado)
Assinale o segmento do texto que mostra um emprego de linguagem informal.

Questão 4

Pref. Salvador/BA 2017 - FGV - Técnico de Nível Superior II - Suporte Administrativo - Direito
1
A amizade é um exercício de limites afetivos em permanente desejo de expansão. Por mais completa que pareça ser uma
 
relação de amizade, ela vive também do que lhe falta e da esperança de que um dia nada venha a faltar. Com o tempo, aprendemos
 
a esperar menos e a nos satisfazer com a finitude dos sentimentos nossos e alheios, embora no fundo de nós ainda esperemos a
 
súbita novidade que o amigo saberá revelar. Sendo um exercício bem-sucedido de tolerância e paciência – amplamente recom-
5
pensadas, diga-se – a amizade é também a ansiedade e a expectativa de descobrirmos em nós, por intermédio do amigo, uma
 
dimensão desconhecida do nosso ser.
 
Há quem julgue que cabe ao amigo reconhecer e estimular nossas melhores qualidades. Mas por que não esperar que o valor
 
maior da amizade está em ser ela um necessário e fiel espelho de nossos defeitos? Não é preciso contar com o amigo para
 
conhecermos melhor nossas mais agudas imperfeições? Não cabe ao amigo a sinceridade de quem aponta nossa falha, pela
10
esperança de que venhamos a corrigi-la? Se o nosso adversário aponta nossas faltas no tom destrutivo de uma acusação, o amigo as
 
identifica com lealdade, para que nos compreendamos melhor.
 
Quando um amigo verdadeiro, por contingência da vida ou imposição da morte, é afastado de nós, ficam dele, em nossa
 
consciência, seus valores, seus juízos, suas percepções. Perguntas como “O que diria ele sobre isso?” ou “O que faria ele com isso?”
 
passam a nos ocorrer: são perspectivas dele que se fixaram e continuam a agir como um parâmetro vivo e importante. As marcas da
15
amizade não desaparecem com a ausência do amigo, nem se enfraquecem como memórias pálidas: continuam a ser referências
 
para o que fazemos e pensamos.
(CALÓGERAS, Bruno, inédito)
Considere as seguintes afirmações:

I. No primeiro parágrafo, há a sugestão de que a tolerância e a paciência, qualidades positivas mas dispensáveis entre amigos verdadeiros, dão lugar à recompensa da incondicionalidade do afeto.
II. No segundo parágrafo, expressa-se a convicção de que o amigo verdadeiro não apenas releva nossos defeitos como também é capaz de convertê-los em qualidades nossas.
III. No terceiro parágrafo, considera-se que da ausência ocasional ou definitiva do amigo não resulta que seus valores e seus pontos de vista deixem de atuar dentro de nossa consciência.

Em relação ao texto está correto o que se afirma em

Questão 5

Pref. Salvador/BA 2017 - FGV - Técnico de Nível Superior II - Suporte Administrativo - Direito
1
Posso falar de arte e artistas outra vez? Tenho afeição pelo tema.
 
Espero que, em algum lugar aí no Brasil, haja leitores e leitoras,
 
mesmo poucos, que se interessem pela figura singular e tão
 
fundamental do artista. Ou quem sabe se dou sorte e há um ou
5
outro artista aí fora, extraviado nesta coluna?
 
[....] Sempre me pareceu que o artista verdadeiro sacrifica
 
qualquer “conteúdo”, qualquer “coerência”, por uma bela frase,
 
por um belo gesto, por um belo efeito plástico ou cênico. Como
 
dizia Oscar Wilde, “coerência é a virtude dos que não têm
10
imaginação”. Dos não artistas, portanto.
 
O que distingue o artista é a busca incondicional pela beleza, em
 
detrimento da verdade, do equilíbrio, do bom senso, da ética, da
 
saúde e até da própria vida. Além disso, leitor, o artista é
 
frequentemente um pobre ser ameaçado, com instalação
15
precária no mundo. E, se faz concessões, corre o risco de se
 
desvirtuar, de perder o rumo.
 
Assim, o artista precisa sacrificar, ou deixar em segundo plano, a
 
verdade e a moral. A objetividade e os bons princípios são temas
 
para outros tipos humanos, para o cientista e para o sacerdote,
20
respectivamente. [....] Quando um artista migra para outros
 
terrenos (ciência, moral, filosofia, pensamento social, crítica
 
literária), o que acaba dominando, em última análise, é a
 
expressão da beleza. Para o verdadeiro artista, a beleza é o único
 
mandamento. Para o bem e para o mal, ela interfere o tempo
25
todo. E a obra artística resvala para a mentira, para o engano,
 
para a fabulação. Tangencia a imoralidade, o crime, a perversão.
(Paulo Nogueira Batista Jr., O Globo, 04/08/2017 – adaptado)
“Sempre me pareceu que o artista verdadeiro sacrifica qualquer conteúdo, qualquer coerência, por uma bela frase, por um belo gesto, por um belo efeito plástico ou cênico”.

Isso equivale a dizer que

Questão 6

Pref. Salvador/BA 2017 - FGV - Técnico de Nível Superior II - Suporte Administrativo - Direito
1
Posso falar de arte e artistas outra vez? Tenho afeição pelo tema.
 
Espero que, em algum lugar aí no Brasil, haja leitores e leitoras,
 
mesmo poucos, que se interessem pela figura singular e tão
 
fundamental do artista. Ou quem sabe se dou sorte e há um ou
5
outro artista aí fora, extraviado nesta coluna?
 
[....] Sempre me pareceu que o artista verdadeiro sacrifica
 
qualquer “conteúdo”, qualquer “coerência”, por uma bela frase,
 
por um belo gesto, por um belo efeito plástico ou cênico. Como
 
dizia Oscar Wilde, “coerência é a virtude dos que não têm
10
imaginação”. Dos não artistas, portanto.
 
O que distingue o artista é a busca incondicional pela beleza, em
 
detrimento da verdade, do equilíbrio, do bom senso, da ética, da
 
saúde e até da própria vida. Além disso, leitor, o artista é
 
frequentemente um pobre ser ameaçado, com instalação
15
precária no mundo. E, se faz concessões, corre o risco de se
 
desvirtuar, de perder o rumo.
 
Assim, o artista precisa sacrificar, ou deixar em segundo plano, a
 
verdade e a moral. A objetividade e os bons princípios são temas
 
para outros tipos humanos, para o cientista e para o sacerdote,
20
respectivamente. [....] Quando um artista migra para outros
 
terrenos (ciência, moral, filosofia, pensamento social, crítica
 
literária), o que acaba dominando, em última análise, é a
 
expressão da beleza. Para o verdadeiro artista, a beleza é o único
 
mandamento. Para o bem e para o mal, ela interfere o tempo
25
todo. E a obra artística resvala para a mentira, para o engano,
 
para a fabulação. Tangencia a imoralidade, o crime, a perversão.
(Paulo Nogueira Batista Jr., O Globo, 04/08/2017 – adaptado)
“Tangencia a imoralidade, o crime, a perversão”. Nesse segmento não se pode confundir “imoralidade” com “amoralidade”, seu parônimo.

Assinale a frase a seguir em que houve troca indevida entre parônimos.

Questão 7

Pref. Salvador/BA 2017 - FGV - Técnico de Nível Superior II - Suporte Administrativo - Direito
1
Posso falar de arte e artistas outra vez? Tenho afeição pelo tema.
 
Espero que, em algum lugar aí no Brasil, haja leitores e leitoras,
 
mesmo poucos, que se interessem pela figura singular e tão
 
fundamental do artista. Ou quem sabe se dou sorte e há um ou
5
outro artista aí fora, extraviado nesta coluna?
 
[....] Sempre me pareceu que o artista verdadeiro sacrifica
 
qualquer “conteúdo”, qualquer “coerência”, por uma bela frase,
 
por um belo gesto, por um belo efeito plástico ou cênico. Como
 
dizia Oscar Wilde, “coerência é a virtude dos que não têm
10
imaginação”. Dos não artistas, portanto.
 
O que distingue o artista é a busca incondicional pela beleza, em
 
detrimento da verdade, do equilíbrio, do bom senso, da ética, da
 
saúde e até da própria vida. Além disso, leitor, o artista é
 
frequentemente um pobre ser ameaçado, com instalação
15
precária no mundo. E, se faz concessões, corre o risco de se
 
desvirtuar, de perder o rumo.
 
Assim, o artista precisa sacrificar, ou deixar em segundo plano, a
 
verdade e a moral. A objetividade e os bons princípios são temas
 
para outros tipos humanos, para o cientista e para o sacerdote,
20
respectivamente. [....] Quando um artista migra para outros
 
terrenos (ciência, moral, filosofia, pensamento social, crítica
 
literária), o que acaba dominando, em última análise, é a
 
expressão da beleza. Para o verdadeiro artista, a beleza é o único
 
mandamento. Para o bem e para o mal, ela interfere o tempo
25
todo. E a obra artística resvala para a mentira, para o engano,
 
para a fabulação. Tangencia a imoralidade, o crime, a perversão.
(Paulo Nogueira Batista Jr., O Globo, 04/08/2017 – adaptado)
O colunista declara que a coerência não é imprescindível em uma obra de arte.

Assinale a opção que apresenta a frase em que a coerência foi respeitada.

Questão 8

Pref. Salvador/BA 2017 - FGV - Técnico de Nível Superior II - Suporte Administrativo - Direito
1
Posso falar de arte e artistas outra vez? Tenho afeição pelo tema.
 
Espero que, em algum lugar aí no Brasil, haja leitores e leitoras,
 
mesmo poucos, que se interessem pela figura singular e tão
 
fundamental do artista. Ou quem sabe se dou sorte e há um ou
5
outro artista aí fora, extraviado nesta coluna?
 
[....] Sempre me pareceu que o artista verdadeiro sacrifica
 
qualquer “conteúdo”, qualquer “coerência”, por uma bela frase,
 
por um belo gesto, por um belo efeito plástico ou cênico. Como
 
dizia Oscar Wilde, “coerência é a virtude dos que não têm
10
imaginação”. Dos não artistas, portanto.
 
O que distingue o artista é a busca incondicional pela beleza, em
 
detrimento da verdade, do equilíbrio, do bom senso, da ética, da
 
saúde e até da própria vida. Além disso, leitor, o artista é
 
frequentemente um pobre ser ameaçado, com instalação
15
precária no mundo. E, se faz concessões, corre o risco de se
 
desvirtuar, de perder o rumo.
 
Assim, o artista precisa sacrificar, ou deixar em segundo plano, a
 
verdade e a moral. A objetividade e os bons princípios são temas
 
para outros tipos humanos, para o cientista e para o sacerdote,
20
respectivamente. [....] Quando um artista migra para outros
 
terrenos (ciência, moral, filosofia, pensamento social, crítica
 
literária), o que acaba dominando, em última análise, é a
 
expressão da beleza. Para o verdadeiro artista, a beleza é o único
 
mandamento. Para o bem e para o mal, ela interfere o tempo
25
todo. E a obra artística resvala para a mentira, para o engano,
 
para a fabulação. Tangencia a imoralidade, o crime, a perversão.
(Paulo Nogueira Batista Jr., O Globo, 04/08/2017 – adaptado)
“E a obra artística resvala para a mentira, o engano, para a fabulação. Tangencia a imoralidade, o crime, a perversão”.

Nessas frases, o colunista

Questão 9

Pref. Salvador/BA 2017 - FGV - Técnico de Nível Superior II - Suporte Administrativo - Direito
1
Posso falar de arte e artistas outra vez? Tenho afeição pelo tema.
 
Espero que, em algum lugar aí no Brasil, haja leitores e leitoras,
 
mesmo poucos, que se interessem pela figura singular e tão
 
fundamental do artista. Ou quem sabe se dou sorte e há um ou
5
outro artista aí fora, extraviado nesta coluna?
 
[....] Sempre me pareceu que o artista verdadeiro sacrifica
 
qualquer “conteúdo”, qualquer “coerência”, por uma bela frase,
 
por um belo gesto, por um belo efeito plástico ou cênico. Como
 
dizia Oscar Wilde, “coerência é a virtude dos que não têm
10
imaginação”. Dos não artistas, portanto.
 
O que distingue o artista é a busca incondicional pela beleza, em
 
detrimento da verdade, do equilíbrio, do bom senso, da ética, da
 
saúde e até da própria vida. Além disso, leitor, o artista é
 
frequentemente um pobre ser ameaçado, com instalação
15
precária no mundo. E, se faz concessões, corre o risco de se
 
desvirtuar, de perder o rumo.
 
Assim, o artista precisa sacrificar, ou deixar em segundo plano, a
 
verdade e a moral. A objetividade e os bons princípios são temas
 
para outros tipos humanos, para o cientista e para o sacerdote,
20
respectivamente. [....] Quando um artista migra para outros
 
terrenos (ciência, moral, filosofia, pensamento social, crítica
 
literária), o que acaba dominando, em última análise, é a
 
expressão da beleza. Para o verdadeiro artista, a beleza é o único
 
mandamento. Para o bem e para o mal, ela interfere o tempo
25
todo. E a obra artística resvala para a mentira, para o engano,
 
para a fabulação. Tangencia a imoralidade, o crime, a perversão.
(Paulo Nogueira Batista Jr., O Globo, 04/08/2017 – adaptado)
“Posso falar de arte e artistas outra vez? Espero que, em algum lugar aí no Brasil, haja leitores e leitoras, mesmo poucos, que se interessem pela figura tão singular e tão fundamental do artista”.

Nesses períodos prevalece a função de linguagem denominada

Questão 10

Pref. Salvador/BA 2017 - FGV - Técnico de Nível Superior II - Suporte Administrativo - Direito
1
Posso falar de arte e artistas outra vez? Tenho afeição pelo tema.
 
Espero que, em algum lugar aí no Brasil, haja leitores e leitoras,
 
mesmo poucos, que se interessem pela figura singular e tão
 
fundamental do artista. Ou quem sabe se dou sorte e há um ou
5
outro artista aí fora, extraviado nesta coluna?
 
[....] Sempre me pareceu que o artista verdadeiro sacrifica
 
qualquer “conteúdo”, qualquer “coerência”, por uma bela frase,
 
por um belo gesto, por um belo efeito plástico ou cênico. Como
 
dizia Oscar Wilde, “coerência é a virtude dos que não têm
10
imaginação”. Dos não artistas, portanto.
 
O que distingue o artista é a busca incondicional pela beleza, em
 
detrimento da verdade, do equilíbrio, do bom senso, da ética, da
 
saúde e até da própria vida. Além disso, leitor, o artista é
 
frequentemente um pobre ser ameaçado, com instalação
15
precária no mundo. E, se faz concessões, corre o risco de se
 
desvirtuar, de perder o rumo.
 
Assim, o artista precisa sacrificar, ou deixar em segundo plano, a
 
verdade e a moral. A objetividade e os bons princípios são temas
 
para outros tipos humanos, para o cientista e para o sacerdote,
20
respectivamente. [....] Quando um artista migra para outros
 
terrenos (ciência, moral, filosofia, pensamento social, crítica
 
literária), o que acaba dominando, em última análise, é a
 
expressão da beleza. Para o verdadeiro artista, a beleza é o único
 
mandamento. Para o bem e para o mal, ela interfere o tempo
25
todo. E a obra artística resvala para a mentira, para o engano,
 
para a fabulação. Tangencia a imoralidade, o crime, a perversão.
(Paulo Nogueira Batista Jr., O Globo, 04/08/2017 – adaptado)
O título dado ao texto é “Beleza como mandamento”. Tendo em vista o que é expresso no texto, podemos dizer que tal título

Questão 11

Pref. Salvador/BA 2017 - FGV - Técnico de Nível Superior II - Suporte Administrativo - Direito
1
Posso falar de arte e artistas outra vez? Tenho afeição pelo tema.
 
Espero que, em algum lugar aí no Brasil, haja leitores e leitoras,
 
mesmo poucos, que se interessem pela figura singular e tão
 
fundamental do artista. Ou quem sabe se dou sorte e há um ou
5
outro artista aí fora, extraviado nesta coluna?
 
[....] Sempre me pareceu que o artista verdadeiro sacrifica
 
qualquer “conteúdo”, qualquer “coerência”, por uma bela frase,
 
por um belo gesto, por um belo efeito plástico ou cênico. Como
 
dizia Oscar Wilde, “coerência é a virtude dos que não têm
10
imaginação”. Dos não artistas, portanto.
 
O que distingue o artista é a busca incondicional pela beleza, em
 
detrimento da verdade, do equilíbrio, do bom senso, da ética, da
 
saúde e até da própria vida. Além disso, leitor, o artista é
 
frequentemente um pobre ser ameaçado, com instalação
15
precária no mundo. E, se faz concessões, corre o risco de se
 
desvirtuar, de perder o rumo.
 
Assim, o artista precisa sacrificar, ou deixar em segundo plano, a
 
verdade e a moral. A objetividade e os bons princípios são temas
 
para outros tipos humanos, para o cientista e para o sacerdote,
20
respectivamente. [....] Quando um artista migra para outros
 
terrenos (ciência, moral, filosofia, pensamento social, crítica
 
literária), o que acaba dominando, em última análise, é a
 
expressão da beleza. Para o verdadeiro artista, a beleza é o único
 
mandamento. Para o bem e para o mal, ela interfere o tempo
25
todo. E a obra artística resvala para a mentira, para o engano,
 
para a fabulação. Tangencia a imoralidade, o crime, a perversão.
(Paulo Nogueira Batista Jr., O Globo, 04/08/2017 – adaptado)
A citação de Oscar Wilde no segundo parágrafo do texto tem a função textual de

Questão 12

Pref. Salvador/BA 2017 - FGV - Técnico de Nível Superior II - Suporte Administrativo - Direito
1
Posso falar de arte e artistas outra vez? Tenho afeição pelo tema.
 
Espero que, em algum lugar aí no Brasil, haja leitores e leitoras,
 
mesmo poucos, que se interessem pela figura singular e tão
 
fundamental do artista. Ou quem sabe se dou sorte e há um ou
5
outro artista aí fora, extraviado nesta coluna?
 
[....] Sempre me pareceu que o artista verdadeiro sacrifica
 
qualquer “conteúdo”, qualquer “coerência”, por uma bela frase,
 
por um belo gesto, por um belo efeito plástico ou cênico. Como
 
dizia Oscar Wilde, “coerência é a virtude dos que não têm
10
imaginação”. Dos não artistas, portanto.
 
O que distingue o artista é a busca incondicional pela beleza, em
 
detrimento da verdade, do equilíbrio, do bom senso, da ética, da
 
saúde e até da própria vida. Além disso, leitor, o artista é
 
frequentemente um pobre ser ameaçado, com instalação
15
precária no mundo. E, se faz concessões, corre o risco de se
 
desvirtuar, de perder o rumo.
 
Assim, o artista precisa sacrificar, ou deixar em segundo plano, a
 
verdade e a moral. A objetividade e os bons princípios são temas
 
para outros tipos humanos, para o cientista e para o sacerdote,
20
respectivamente. [....] Quando um artista migra para outros
 
terrenos (ciência, moral, filosofia, pensamento social, crítica
 
literária), o que acaba dominando, em última análise, é a
 
expressão da beleza. Para o verdadeiro artista, a beleza é o único
 
mandamento. Para o bem e para o mal, ela interfere o tempo
25
todo. E a obra artística resvala para a mentira, para o engano,
 
para a fabulação. Tangencia a imoralidade, o crime, a perversão.
(Paulo Nogueira Batista Jr., O Globo, 04/08/2017 – adaptado)
Sobre as aspas empregadas nos vocábulos “conteúdo” e “coerência”, assinale a afirmativa correta.

Questão 13

Pref. Salvador/BA 2017 - FGV - Técnico de Nível Superior II - Suporte Administrativo - Direito
1
Posso falar de arte e artistas outra vez? Tenho afeição pelo tema.
 
Espero que, em algum lugar aí no Brasil, haja leitores e leitoras,
 
mesmo poucos, que se interessem pela figura singular e tão
 
fundamental do artista. Ou quem sabe se dou sorte e há um ou
5
outro artista aí fora, extraviado nesta coluna?
 
[....] Sempre me pareceu que o artista verdadeiro sacrifica
 
qualquer “conteúdo”, qualquer “coerência”, por uma bela frase,
 
por um belo gesto, por um belo efeito plástico ou cênico. Como
 
dizia Oscar Wilde, “coerência é a virtude dos que não têm
10
imaginação”. Dos não artistas, portanto.
 
O que distingue o artista é a busca incondicional pela beleza, em
 
detrimento da verdade, do equilíbrio, do bom senso, da ética, da
 
saúde e até da própria vida. Além disso, leitor, o artista é
 
frequentemente um pobre ser ameaçado, com instalação
15
precária no mundo. E, se faz concessões, corre o risco de se
 
desvirtuar, de perder o rumo.
 
Assim, o artista precisa sacrificar, ou deixar em segundo plano, a
 
verdade e a moral. A objetividade e os bons princípios são temas
 
para outros tipos humanos, para o cientista e para o sacerdote,
20
respectivamente. [....] Quando um artista migra para outros
 
terrenos (ciência, moral, filosofia, pensamento social, crítica
 
literária), o que acaba dominando, em última análise, é a
 
expressão da beleza. Para o verdadeiro artista, a beleza é o único
 
mandamento. Para o bem e para o mal, ela interfere o tempo
25
todo. E a obra artística resvala para a mentira, para o engano,
 
para a fabulação. Tangencia a imoralidade, o crime, a perversão.
(Paulo Nogueira Batista Jr., O Globo, 04/08/2017 – adaptado)
Dentre as opções a seguir, a palavra que mostra um processo de formação distinto do das demais palavras é:

Questão 14

Pref. Salvador/BA 2017 - FGV - Técnico de Nível Superior II - Suporte Administrativo - Direito
1
Posso falar de arte e artistas outra vez? Tenho afeição pelo tema.
 
Espero que, em algum lugar aí no Brasil, haja leitores e leitoras,
 
mesmo poucos, que se interessem pela figura singular e tão
 
fundamental do artista. Ou quem sabe se dou sorte e há um ou
5
outro artista aí fora, extraviado nesta coluna?
 
[....] Sempre me pareceu que o artista verdadeiro sacrifica
 
qualquer “conteúdo”, qualquer “coerência”, por uma bela frase,
 
por um belo gesto, por um belo efeito plástico ou cênico. Como
 
dizia Oscar Wilde, “coerência é a virtude dos que não têm
10
imaginação”. Dos não artistas, portanto.
 
O que distingue o artista é a busca incondicional pela beleza, em
 
detrimento da verdade, do equilíbrio, do bom senso, da ética, da
 
saúde e até da própria vida. Além disso, leitor, o artista é
 
frequentemente um pobre ser ameaçado, com instalação
15
precária no mundo. E, se faz concessões, corre o risco de se
 
desvirtuar, de perder o rumo.
 
Assim, o artista precisa sacrificar, ou deixar em segundo plano, a
 
verdade e a moral. A objetividade e os bons princípios são temas
 
para outros tipos humanos, para o cientista e para o sacerdote,
20
respectivamente. [....] Quando um artista migra para outros
 
terrenos (ciência, moral, filosofia, pensamento social, crítica
 
literária), o que acaba dominando, em última análise, é a
 
expressão da beleza. Para o verdadeiro artista, a beleza é o único
 
mandamento. Para o bem e para o mal, ela interfere o tempo
25
todo. E a obra artística resvala para a mentira, para o engano,
 
para a fabulação. Tangencia a imoralidade, o crime, a perversão.
(Paulo Nogueira Batista Jr., O Globo, 04/08/2017 – adaptado)
No primeiro parágrafo, o texto 1 fala de “um ou outro artista aí fora, extraviado nesta coluna?”.

Nesse caso, os artistas estariam “extraviados” porque

Questão 15

Pref. Salvador/BA 2017 - FGV - Técnico de Nível Superior II - Suporte Administrativo - Direito
1
Posso falar de arte e artistas outra vez? Tenho afeição pelo tema.
 
Espero que, em algum lugar aí no Brasil, haja leitores e leitoras,
 
mesmo poucos, que se interessem pela figura singular e tão
 
fundamental do artista. Ou quem sabe se dou sorte e há um ou
5
outro artista aí fora, extraviado nesta coluna?
 
[....] Sempre me pareceu que o artista verdadeiro sacrifica
 
qualquer “conteúdo”, qualquer “coerência”, por uma bela frase,
 
por um belo gesto, por um belo efeito plástico ou cênico. Como
 
dizia Oscar Wilde, “coerência é a virtude dos que não têm
10
imaginação”. Dos não artistas, portanto.
 
O que distingue o artista é a busca incondicional pela beleza, em
 
detrimento da verdade, do equilíbrio, do bom senso, da ética, da
 
saúde e até da própria vida. Além disso, leitor, o artista é
 
frequentemente um pobre ser ameaçado, com instalação
15
precária no mundo. E, se faz concessões, corre o risco de se
 
desvirtuar, de perder o rumo.
 
Assim, o artista precisa sacrificar, ou deixar em segundo plano, a
 
verdade e a moral. A objetividade e os bons princípios são temas
 
para outros tipos humanos, para o cientista e para o sacerdote,
20
respectivamente. [....] Quando um artista migra para outros
 
terrenos (ciência, moral, filosofia, pensamento social, crítica
 
literária), o que acaba dominando, em última análise, é a
 
expressão da beleza. Para o verdadeiro artista, a beleza é o único
 
mandamento. Para o bem e para o mal, ela interfere o tempo
25
todo. E a obra artística resvala para a mentira, para o engano,
 
para a fabulação. Tangencia a imoralidade, o crime, a perversão.
(Paulo Nogueira Batista Jr., O Globo, 04/08/2017 – adaptado)
O texto lido utiliza um conjunto de palavras terminadas pelo mesmo sufixo – ção.

Assinale a alternativa que apresenta as palavras que têm rigorosamente a mesma formação.

Questão 16

Pref. Salvador/BA 2017 - FGV - Técnico de Nível Superior II - Suporte Administrativo - Direito
Em um concurso, há 150 candidatos em apenas duas categorias: nível superior e nível médio.
Sabe-se que:

• dentre os candidatos, 82 são homens;
• o número de candidatos homens de nível superior é igual ao de mulheres de nível médio;
• dentre os candidatos de nível superior, 31 são mulheres.

O número de candidatos homens de nível médio é

Questão 17

Pref. Salvador/BA 2017 - FGV - Técnico de Nível Superior II - Suporte Administrativo - Direito
Em um grupo de 10 pessoas, o peso médio é de 86 kg. Duas pessoas, uma pesando 90 kg e outra pesando 70 kg, saíram do grupo.

O peso médio das pessoas restantes é de

Questão 18

Pref. Salvador/BA 2017 - FGV - Técnico de Nível Superior II - Suporte Administrativo - Direito
A cidade de Salvador foi fundada em 29 de março de 1549, uma sexta-feira. Nesse ano, o dia 1º de janeiro foi

Questão 19

Pref. Salvador/BA 2017 - FGV - Técnico de Nível Superior II - Suporte Administrativo - Direito
Considere a afirmação:

“Todos os baianos gostam de axé e de acarajé”.

A negação lógica dessa frase é:

Questão 20

Pref. Salvador/BA 2017 - FGV - Técnico de Nível Superior II - Suporte Administrativo - Direito
Uma companhia de táxis registrou o número de atendimentos em cada dia de certa semana. Esses dados podem ser vistos no gráfico a seguir.

Os atendimentos dos três primeiros dias da semana representam, do total de atendimentos da semana, o percentual aproximado de

Questão 21

Pref. Salvador/BA 2017 - FGV - Técnico de Nível Superior II - Suporte Administrativo - Direito
1
A amizade é um exercício de limites afetivos em permanente desejo de expansão. Por mais completa que pareça ser uma
 
relação de amizade, ela vive também do que lhe falta e da esperança de que um dia nada venha a faltar. Com o tempo, aprendemos
 
a esperar menos e a nos satisfazer com a finitude dos sentimentos nossos e alheios, embora no fundo de nós ainda esperemos a
 
súbita novidade que o amigo saberá revelar. Sendo um exercício bem-sucedido de tolerância e paciência – amplamente recom-
5
pensadas, diga-se – a amizade é também a ansiedade e a expectativa de descobrirmos em nós, por intermédio do amigo, uma
 
dimensão desconhecida do nosso ser.
 
Há quem julgue que cabe ao amigo reconhecer e estimular nossas melhores qualidades. Mas por que não esperar que o valor
 
maior da amizade está em ser ela um necessário e fiel espelho de nossos defeitos? Não é preciso contar com o amigo para
 
conhecermos melhor nossas mais agudas imperfeições? Não cabe ao amigo a sinceridade de quem aponta nossa falha, pela
10
esperança de que venhamos a corrigi-la? Se o nosso adversário aponta nossas faltas no tom destrutivo de uma acusação, o amigo as
 
identifica com lealdade, para que nos compreendamos melhor.
 
Quando um amigo verdadeiro, por contingência da vida ou imposição da morte, é afastado de nós, ficam dele, em nossa
 
consciência, seus valores, seus juízos, suas percepções. Perguntas como “O que diria ele sobre isso?” ou “O que faria ele com isso?”
 
passam a nos ocorrer: são perspectivas dele que se fixaram e continuam a agir como um parâmetro vivo e importante. As marcas da
15
amizade não desaparecem com a ausência do amigo, nem se enfraquecem como memórias pálidas: continuam a ser referências
 
para o que fazemos e pensamos.
(CALÓGERAS, Bruno, inédito)
Considere as seguintes afirmações:

I. No primeiro parágrafo, há a sugestão de que a tolerância e a paciência, qualidades positivas mas dispensáveis entre amigos verdadeiros, dão lugar à recompensa da incondicionalidade do afeto.
II. No segundo parágrafo, expressa-se a convicção de que o amigo verdadeiro não apenas releva nossos defeitos como também é capaz de convertê-los em qualidades nossas.
III. No terceiro parágrafo, considera-se que da ausência ocasional ou definitiva do amigo não resulta que seus valores e seus pontos de vista deixem de atuar dentro de nossa consciência.

Em relação ao texto está correto o que se afirma em

Questão 22

Pref. Salvador/BA 2017 - FGV - Técnico de Nível Superior II - Suporte Administrativo - Direito
Na reta final de uma corrida de carros, os dois primeiros colocados estavam a 210 km/h, mas o segundo colocado passou pela linha de chegada 0,3 segundo após o primeiro.

Quando o primeiro cruzou a linha de chegada, a distância d entre os dois carros era

Questão 23

Pref. Salvador/BA 2017 - FGV - Técnico de Nível Superior II - Suporte Administrativo - Direito
Entre as pessoas A, B, C, D e E, será sorteada uma comissão de três membros. A probabilidade de que A e B estejam na comissão ou de que C esteja na comissão, é de

Questão 24

Pref. Salvador/BA 2017 - FGV - Técnico de Nível Superior II - Suporte Administrativo - Direito
A figura a seguir mostra, do lado esquerdo, um triângulo equilátero ABC, com 9 cm de lado.
Sobre os lados desse triângulo, foram construídos novos triângulos equiláteros, o que deu origem ao polígono P, que se vê à direita.

O perímetro do polígono P, em centímetros, é

Questão 25

Pref. Salvador/BA 2017 - FGV - Técnico de Nível Superior II - Suporte Administrativo - Direito
Cinco pessoas de diferentes alturas devem ocupar as cinco cadeiras abaixo para uma fotografia.

O fotógrafo pediu que nem o mais baixo nem o mais alto ocupassem as cadeiras das extremidades. Respeitando essa condição, o número de maneiras como as pessoas podem se posicionar para a fotografia é

Questão 26

Pref. Salvador/BA 2017 - FGV - Técnico de Nível Superior II - Suporte Administrativo - Direito
Severino pagou uma conta de luz de R$ 350,00. Ele descobriu depois que, do valor que pagou, 46% são impostos.

Se o imposto fosse de apenas 10% do valor da conta, a conta de Severino seria de

Questão 27

Pref. Salvador/BA 2017 - FGV - Técnico de Nível Superior II - Suporte Administrativo - Direito
A figura a seguir mostra um rio de margens retas e paralelas.

João, que está em uma das margens, gostaria de obter uma medida aproximada da largura do rio. Para isso, adotou o seguinte procedimento:

√ buscou um ponto de referência na margem oposta e encontrou a pedra P;
√ fixou uma estaca no ponto A, de forma que AP fosse perpendicular ao rio;
√ caminhou paralelamente ao rio, fixou uma estaca em B e depois outra em C;
√ a partir de C, caminhou perpendicularmente ao rio até que, no ponto D, viu as estacas B e P alinhadas com D;
√ fixou mais uma estaca nesse ponto e, com uma trena, mediu as distâncias AB = 20m, BC = 6m e CD = 8,4m.

A distância, em metros, de A até P é de

Questão 28

Pref. Salvador/BA 2017 - FGV - Técnico de Nível Superior II - Suporte Administrativo - Direito
Considere a afirmação:

“Se um sapo é verde, então não come minhoca”.

A partir dessa afirmação, conclui-se, logicamente, que

Questão 29

Pref. Salvador/BA 2017 - FGV - Técnico de Nível Superior II - Suporte Administrativo - Direito
A figura a seguir mostra o plano cartesiano dividido em quadradinhos de 1 cm de lado. Uma linha poligonal, com início na origem, foi construída, mantendo sempre o mesmo padrão, como mostrado na figura.

A linha poligonal tem 200 cm de comprimento. A extremidade da linha poligonal é o ponto

Questão 30

Pref. Salvador/BA 2017 - FGV - Técnico de Nível Superior II - Suporte Administrativo - Direito
Dalva, Bruna e Carla são advogadas, sendo duas delas irmãs. Cada advogada possui uma especialidade: uma é trabalhista; outra, civilista; e, a outra, penalista.
Sabe-se que:

√ Dalva não é advogada trabalhista;
√ Bruna não é advogada civilista;
√ a irmã de Carla é advogada penalista;
√ a que não tem irmã nesse grupo é advogada trabalhista.

É correto concluir que

Questão 31

Pref. Salvador/BA 2017 - FGV - Técnico de Nível Superior II - Suporte Administrativo - Direito

Manifestantes venezuelanos protestam contra as políticas de Nicolás Maduro com um cartaz, no qual se lê: "Insegurança. Inflação. Escassez. Violência. Esta não é a Venezuela onde cresci # SOS".

Desde a morte de Hugo Chávez, em 2013, as tensões entre o governo de Nicolás Maduro e a oposição se intensificaram e o atual presidente está em dificuldade para dar continuidade às políticas do "socialismo bolivariano" de seu antecessor.

Assinale a opção que identifica corretamente um fator que vem agravando a recente crise política e econômica da Venezuela.

Questão 32

Pref. Salvador/BA 2017 - FGV - Técnico de Nível Superior II - Suporte Administrativo - Direito
A denúncia de desvios de verbas, a investigação de agentes públicos e privados, o desmantelamento de esquemas para beneficiar indevidamente órgãos e instituições, têm ocupado as manchetes diárias da mídia impressa e televisiva, familiarizando o cidadão brasileiro com uma terminologia jurídica sobre os crimes associados à corrupção.
Relacione os tipos de crime listados abaixo às suas respectivas caracterizações.

1. Corrupção ativa
2. Tráfico de influência
3. Extorsão
( ) Oferecimento de alguma forma de compensação para que o agente público deixe de fazer algo que, dentro de suas funções, deveria fazer.
( ) Uso de uma posição privilegiada dentro de uma empresa ou entidade, ou das conexões com pessoas em posição de autoridade, para obter favores ou benefícios para terceiros.
( ) Ato de obrigar alguém a fazer ou deixar de fazer alguma coisa, mediante violência ou ameaça, com a intenção de obter vantagem, recompensa ou lucro.

Assinale a opção que mostra a relação correta, de cima para baixo.

Questão 33

Pref. Salvador/BA 2017 - FGV - Técnico de Nível Superior II - Suporte Administrativo - Direito
A política de imigração do Governo Trump é alvo de duras críticas veiculadas pela imprensa e pelas redes sociais, como no exemplo das charges a seguir, que, além de imagens contundentes, apresentam dizeres como "Não ao banimento".

http://indianexpress.com

As medidas polêmicas da política norte-americana de imigração, listadas a seguir estão corretas, à exceção de uma. Assinale-a.

Questão 34

Pref. Salvador/BA 2017 - FGV - Técnico de Nível Superior II - Suporte Administrativo - Direito
1
A amizade é um exercício de limites afetivos em permanente desejo de expansão. Por mais completa que pareça ser uma
 
relação de amizade, ela vive também do que lhe falta e da esperança de que um dia nada venha a faltar. Com o tempo, aprendemos
 
a esperar menos e a nos satisfazer com a finitude dos sentimentos nossos e alheios, embora no fundo de nós ainda esperemos a
 
súbita novidade que o amigo saberá revelar. Sendo um exercício bem-sucedido de tolerância e paciência – amplamente recom-
5
pensadas, diga-se – a amizade é também a ansiedade e a expectativa de descobrirmos em nós, por intermédio do amigo, uma
 
dimensão desconhecida do nosso ser.
 
Há quem julgue que cabe ao amigo reconhecer e estimular nossas melhores qualidades. Mas por que não esperar que o valor
 
maior da amizade está em ser ela um necessário e fiel espelho de nossos defeitos? Não é preciso contar com o amigo para
 
conhecermos melhor nossas mais agudas imperfeições? Não cabe ao amigo a sinceridade de quem aponta nossa falha, pela
10
esperança de que venhamos a corrigi-la? Se o nosso adversário aponta nossas faltas no tom destrutivo de uma acusação, o amigo as
 
identifica com lealdade, para que nos compreendamos melhor.
 
Quando um amigo verdadeiro, por contingência da vida ou imposição da morte, é afastado de nós, ficam dele, em nossa
 
consciência, seus valores, seus juízos, suas percepções. Perguntas como “O que diria ele sobre isso?” ou “O que faria ele com isso?”
 
passam a nos ocorrer: são perspectivas dele que se fixaram e continuam a agir como um parâmetro vivo e importante. As marcas da
15
amizade não desaparecem com a ausência do amigo, nem se enfraquecem como memórias pálidas: continuam a ser referências
 
para o que fazemos e pensamos.
(CALÓGERAS, Bruno, inédito)
Considere as seguintes afirmações:

I. No primeiro parágrafo, há a sugestão de que a tolerância e a paciência, qualidades positivas mas dispensáveis entre amigos verdadeiros, dão lugar à recompensa da incondicionalidade do afeto.
II. No segundo parágrafo, expressa-se a convicção de que o amigo verdadeiro não apenas releva nossos defeitos como também é capaz de convertê-los em qualidades nossas.
III. No terceiro parágrafo, considera-se que da ausência ocasional ou definitiva do amigo não resulta que seus valores e seus pontos de vista deixem de atuar dentro de nossa consciência.

Em relação ao texto está correto o que se afirma em

Questão 35

Pref. Salvador/BA 2017 - FGV - Técnico de Nível Superior II - Suporte Administrativo - Direito

http://portal.iphan.gov.br

Em 2013, a Festa do Nosso Senhor do Bonfim, comemorada em Salvador (BA), recebeu o título de Patrimônio Cultural do Brasil.
A principal razão para esse reconhecimento está associada

Questão 36

Pref. Salvador/BA 2017 - FGV - Técnico de Nível Superior II - Suporte Administrativo - Direito
O Congresso representa quem, mesmo?

in Revista Caros Amigos, Ano XIX, julho de 2015.

A respeito da relação entre a sociedade brasileira e sua representação no Parlamento Federal, com base no gráfico, assinale (V) para a afirmativa verdadeira e (F) para a falsa.

( ) Os segmentos indicados a partir de suas atividades econômicas mostram uma representação política inversamente proporcional à sua expressão numérica na sociedade brasileira.
( ) Há grandes disparidades entre segmentos da população brasileira e seus representantes no Congresso, embora as questões étnicas sejam as que apresentam menor divergência.
( ) Os segmentos majoritários da sociedade brasileira possuem representação proporcional no Parlamento, indicando um processo de amadurecimento das instituições democráticas no país.

As afirmativas são, de cima para baixo.

Questão 37

Pref. Salvador/BA 2017 - FGV - Técnico de Nível Superior II - Suporte Administrativo - Direito
Nos últimos anos, os cientistas descobriram uma nova técnica para "recortar" e mudar partes do código genético, conseguindo eliminar trechos indesejados do genoma, que causam doenças e, se necessário, inserir novas sequências no local. Essa possibilidade de "cortar e colar" partes do código genético tornou possível a cura de algumas condições hereditárias, como, por exemplo, o diabetes, a obesidade, a fibrose cística e tipos graves de distrofia muscular.

Essa nova técnica é conhecida como

Questão 38

Pref. Salvador/BA 2017 - FGV - Técnico de Nível Superior II - Suporte Administrativo - Direito
A Secretaria de Meio Ambiente do Estado da Bahia criou um mapa das experiências socioambientais, com o objetivo de divulgar e promover as ações voltadas à sustentabilidade existentes no estado. Leia o relato do projeto "Barreiras mais verde", que começou em 2015 no Município de Barreiras, no bioma Cerrado da Bahia.
O “Barreiras Mais Verde” é uma ação da Secretaria de Meio Ambiente de Barreiras com o objetivo de realizar o reflorestamento do Parque do Humaitá a partir do plantio de 13.600 mudas e disponibilizar mudas para a arborização da cidade. Para atender a essa demanda, e também às demandas da sociedade, foi implantado um viveiro onde são cultivadas espécies nativas. O viveiro também funciona como um espaço educador, onde são realizadas constantemente atividades de Educação ambiental durante as visitas das escolas.

A experiência relatada promove ações diretamente voltadas para

Questão 39

Pref. Salvador/BA 2017 - FGV - Técnico de Nível Superior II - Suporte Administrativo - Direito
Observe o mapa do IBGE a respeito do PIB global do Estado da Bahia.

As opções a seguir apresentam afirmativas corretas sobre as contribuições dos municípios para o Produto Interno Bruto (PIB) do Estado, à exceção de uma. Assinale-a.

Questão 40

Pref. Salvador/BA 2017 - FGV - Técnico de Nível Superior II - Suporte Administrativo - Direito
Entre as décadas de 1940 e 1960, a obra de Diógenes Rebouças (19141994), considerado o mais importante arquiteto moderno da Bahia, ajudou a definir uma linguagem arquitetônica para o modernismo baiano que apresenta, como traços distintivos, o uso do concreto armado aparente, a valorização das estruturas, o emprego de grandes vãos e a ênfase na luminosidade natural.
Observe as imagens a seguir, que exemplificam diversas tendências arquitetônicas presentes na cidade de Salvador.


I - Faculdade de Arquitetura da UFBA


II - Elevador Lacerda


III - Edifício Suarez Trade Center


IV - Mercado Modelo

Com base nas imagens, podemos afirmar que o modernismo arquitetônico está representado em

Questão 41

Pref. Salvador/BA 2017 - FGV - Técnico de Nível Superior II - Suporte Administrativo - Direito
A União pretende licitar a compra de um helicóptero. Para tanto, publicou, na imprensa oficial, edital de concorrência para a aquisição daquele bem, prevendo, dentre suas cláusulas, que, no caso de empate entre as propostas, será assegurada preferência, sucessivamente, (1) aos bens produzidos por empresas brasileiras e (2) aos bens produzidos no país.

Considerando o que dispõe a legislação federal, assinale a afirmativa correta.

Questão 42

Pref. Salvador/BA 2017 - FGV - Técnico de Nível Superior II - Suporte Administrativo - Direito
A União celebrou um contrato de parceria público-privada, pelo período de 30 (trinta) anos, para a concessão patrocinada de uma rodovia federal, incluindo a realização de obras de ampliação e a futura gestão da rodovia, que será pedagiada. Sobre esse contrato, assinale a afirmativa correta.

Questão 43

Pref. Salvador/BA 2017 - FGV - Técnico de Nível Superior II - Suporte Administrativo - Direito
O Estado "Alfa" publicou aviso de pregão na imprensa oficial, com vistas à aquisição de impressoras multifuncionais, conforme especificações técnicas definidas no edital.

Considerando o exposto, assinale a afirmativa correta.

Questão 44

Pref. Salvador/BA 2017 - FGV - Técnico de Nível Superior II - Suporte Administrativo - Direito
1
A amizade é um exercício de limites afetivos em permanente desejo de expansão. Por mais completa que pareça ser uma
 
relação de amizade, ela vive também do que lhe falta e da esperança de que um dia nada venha a faltar. Com o tempo, aprendemos
 
a esperar menos e a nos satisfazer com a finitude dos sentimentos nossos e alheios, embora no fundo de nós ainda esperemos a
 
súbita novidade que o amigo saberá revelar. Sendo um exercício bem-sucedido de tolerância e paciência – amplamente recom-
5
pensadas, diga-se – a amizade é também a ansiedade e a expectativa de descobrirmos em nós, por intermédio do amigo, uma
 
dimensão desconhecida do nosso ser.
 
Há quem julgue que cabe ao amigo reconhecer e estimular nossas melhores qualidades. Mas por que não esperar que o valor
 
maior da amizade está em ser ela um necessário e fiel espelho de nossos defeitos? Não é preciso contar com o amigo para
 
conhecermos melhor nossas mais agudas imperfeições? Não cabe ao amigo a sinceridade de quem aponta nossa falha, pela
10
esperança de que venhamos a corrigi-la? Se o nosso adversário aponta nossas faltas no tom destrutivo de uma acusação, o amigo as
 
identifica com lealdade, para que nos compreendamos melhor.
 
Quando um amigo verdadeiro, por contingência da vida ou imposição da morte, é afastado de nós, ficam dele, em nossa
 
consciência, seus valores, seus juízos, suas percepções. Perguntas como “O que diria ele sobre isso?” ou “O que faria ele com isso?”
 
passam a nos ocorrer: são perspectivas dele que se fixaram e continuam a agir como um parâmetro vivo e importante. As marcas da
15
amizade não desaparecem com a ausência do amigo, nem se enfraquecem como memórias pálidas: continuam a ser referências
 
para o que fazemos e pensamos.
(CALÓGERAS, Bruno, inédito)
Considere as seguintes afirmações:

I. No primeiro parágrafo, há a sugestão de que a tolerância e a paciência, qualidades positivas mas dispensáveis entre amigos verdadeiros, dão lugar à recompensa da incondicionalidade do afeto.
II. No segundo parágrafo, expressa-se a convicção de que o amigo verdadeiro não apenas releva nossos defeitos como também é capaz de convertê-los em qualidades nossas.
III. No terceiro parágrafo, considera-se que da ausência ocasional ou definitiva do amigo não resulta que seus valores e seus pontos de vista deixem de atuar dentro de nossa consciência.

Em relação ao texto está correto o que se afirma em

Questão 45

Pref. Salvador/BA 2017 - FGV - Técnico de Nível Superior II - Suporte Administrativo - Direito
O Governador do Estado “X” encaminhou à Assembleia Legislativa projeto de lei prevendo a criação de dois órgãos públicos: o primeiro, a Superintendência de Serviços Públicos, pertencente à estrutura da Secretaria de Estado de Governo; e o segundo, a Subsecretaria de Assuntos Turísticos, pertencente à Secretaria de Estado de Desenvolvimento Regional.

A criação dos dois órgãos é exemplo de

Questão 46

Pref. Salvador/BA 2017 - FGV - Técnico de Nível Superior II - Suporte Administrativo - Direito
Flávio de Souza, ex-Secretário de Saúde do Estado “X”, é réu em ação de improbidade ajuizada pelo próprio Estado, na qual se pleiteia sua condenação pela prática de ato que importou enriquecimento ilícito; celebração de contrato com empresa que passou a custear passagens aéreas para a esposa do Secretário, como forma de manter cordiais as relações entre ambos. Em sua defesa, ele alega que não houve lesão ao erário, uma vez que os valores cobrados pela empresa eram compatíveis com os preços de mercado, e que o pagamento de passagens aéreas se deu a outra pessoa (sua esposa), afastando a caracterização do ato de improbidade.

Sobre o caso narrado, assinale a afirmativa incorreta.

Questão 47

Pref. Salvador/BA 2017 - FGV - Técnico de Nível Superior II - Suporte Administrativo - Direito
Tício é servidor público estadual, ocupante do cargo de provimento efetivo de Agente Fazendário, para o qual foi aprovado mediante concurso público de provas e títulos. Tício tomou posse há um ano e meio, ainda se encontrando em estágio probatório.

Considerando o exposto, assinale a afirmativa correta.

Questão 48

Pref. Salvador/BA 2017 - FGV - Técnico de Nível Superior II - Suporte Administrativo - Direito
A União celebrou contrato com a empresa "Up and Down Engenharia de Software" para o desenvolvimento de um programa de computação para as Forças Armadas. O contrato foi celebrado com o valor de R$ 50.000.000,00 (cinquenta milhões de reais). Durante a execução do contrato, foram encontradas dificuldades referentes à segurança do tráfego de dados e informações sigilosas.

Considerando o exposto, assinale a afirmativa correta.

Questão 49

Pref. Salvador/BA 2017 - FGV - Técnico de Nível Superior II - Suporte Administrativo - Direito
Zacarias, servidor público do Estado “X”, com lotação na Secretaria de Estado de Segurança Pública, teve deferido seu pedido de gozo de férias por parte de seu superior imediato. No terceiro dia de suas férias, entretanto, a Administração percebeu que, por equívoco, o pedido fora analisado e deferido pelo chefe direto de Zacarias, e não pelo Secretário, agente público competente para a prática do ato.

Nesse caso,

Questão 50

Pref. Salvador/BA 2017 - FGV - Técnico de Nível Superior II - Suporte Administrativo - Direito
O Município Alfa pretende reformar a Praça do Chafariz, no centro da cidade, como forma de revitalizar a área. O projeto da Prefeitura prevê novo pavimento para a praça e a construção de uma réplica do Arco do Triunfo da França, tendo o custo estimado de R$ 1.600.000,00 (um milhão e seiscentos mil reais).

Considerando a intenção, já anunciada, de contratar o famoso pintor Constantino Romano, artista consagrado, para a execução da obra, assinale a afirmativa correta.

Questão 51

Pref. Salvador/BA 2017 - FGV - Técnico de Nível Superior II - Suporte Administrativo - Direito
Antônio, servidor público municipal, analisou o regime jurídico da categoria e constatou que determinado direito afeto aos servidores públicos, previsto na Constituição da República desde a sua promulgação, não havia sido objeto de disciplina pela legislação infraconstitucional.
Por entender que esse estado de coisas não poderia comprometer a eficácia da norma constitucional, formulou requerimento administrativo para que o direito fosse concedido. O requerimento, no entanto, foi indeferido, sob o argumento de que eram ignorados os requisitos a serem preenchidos por Antônio, já que a lei ainda não os estipulara. Ato contínuo, ele procurou um advogado para que ingressasse com a medida judicial cabível.

À luz da narrativa acima, assinale o instrumento constitucional passível de ser utilizado pelo advogado de Antônio.

Questão 52

Pref. Salvador/BA 2017 - FGV - Técnico de Nível Superior II - Suporte Administrativo - Direito
Analise o seguinte iter do processo legislativo adotado para a apreciação do Projeto W1:

(I) o Presidente da República apresentou o projeto de lei à Câmara dos Deputados;
(II) a Câmara dos Deputados o aprovou sem qualquer alteração;
(III) ato contínuo, o projeto foi encaminhado ao Senado Federal, que introduziu pequenas modificações em sua essência;
(IV) o projeto foi encaminhado ao Chefe do Poder Executivo;
(V) como o projeto foi parcialmente vetado, o Senado Federal reuniu-se para sua apreciação e decidiu manter o veto.

À luz da sistemática constitucional, estão procedimentalmente corretas as fases

Questão 53

Pref. Salvador/BA 2017 - FGV - Técnico de Nível Superior II - Suporte Administrativo - Direito
De acordo com o Art. 5º, inciso XIII, da Constituição da República, “é livre o exercício de qualquer trabalho, ofício ou profissão, atendidas as qualificações que a lei estabelecer”.

Considerando a classificação das normas constitucionais quanto à aplicabilidade, é correto afirmar que, do referido preceito constitucional, é obtida uma norma de eficácia

Questão 54

Pref. Salvador/BA 2017 - FGV - Técnico de Nível Superior II - Suporte Administrativo - Direito
A Constituição do Estado Alfa, com o objetivo de estabelecer mecanismos de controle democrático e evitar os excessos constantemente detectados no âmbito do Poder Executivo, dispôs:

Art. 21. O Chefe do Poder Executivo somente poderia se ausentar do país, por qualquer prazo, com autorização da Assembleia Legislativa.
Art. 31. Projetos de lei concernentes a quaisquer matérias podem ser apresentados pelos Deputados Estaduais.
Art. 41. O Governador do Estado está autorizado a editar medidas provisórias. (Considerado prejudicial ao interesse público pelos movimentos sociais de combate à arbitrariedade.)

À luz da sistemática estabelecida pela Constituição da República, com especial realce para o princípio da simetria constitucional, assinale a opção que indica o(s) artigo(s) constitucional(is).

Questão 55

Pref. Salvador/BA 2017 - FGV - Técnico de Nível Superior II - Suporte Administrativo - Direito
Alice e Roberto, estudantes de Direito, travaram intensos debates a respeito das características da Súmula Vinculante.
Alice defendia que qualquer litigante tinha legitimidade para propor a sua edição, acrescendo que o seu surgimento exigia decisão tomada pela maioria absoluta dos membros do tribunal competente. Roberto, por sua vez, sustentava que a súmula vinculante deveria ser seguida pelos órgãos de todos os Poderes e a sua inobservância poderia ensejar o ajuizamento de reclamação, endereçada diretamente ao tribunal competente.

Sobre a posição dos dois estudantes, à luz da sistemática constitucional, assinale a afirmativa correta.

Questão 56

Pref. Salvador/BA 2017 - FGV - Técnico de Nível Superior II - Suporte Administrativo - Direito
João da SIlva, Ministro de Estado, praticou condutas que podem ser enquadradas nas figuras tipológicas dos crimes comuns e dos crimes de responsabilidade. Preocupado com a grande repercussão dos fatos, solicitou a orientação de um advogado para delinear sua estratégia de defesa.
De acordo com o advogado, caso o Ministro de Estado viesse a ser acusado, (I) os crimes comuns seriam julgados pelo Poder Judiciário; (II) os crimes de responsabilidade seriam julgados pelo Poder Legislativo; e (III) o Poder Legislativo poderia deliberar pela sustação do andamento das ações.

À luz dos dados fornecidos, assinale a opção que indica as orientações fornecidas pelo advogado que se harmonizam com a sistemática constitucional.

Questão 57

Pref. Salvador/BA 2017 - FGV - Técnico de Nível Superior II - Suporte Administrativo - Direito
Em momento anterior à promulgação da Constituição da República, estavam em vigor as Leis X, Y e Z, tendo, essa última, revogado a Lei W.
A Lei X era formal e materialmente compatível com a nova ordem constitucional.
A Lei Y era formalmente incompatível e materialmente compatível com a nova ordem constitucional.
A Lei Z era formal e materialmente incompatível com a nova ordem constitucional, sendo certo que a revogada Lei W, caso estivesse vigendo, seria formal e materialmente compatível com a nova ordem constitucional.

À luz da narrativa acima, assinale a afirmativa correta.

Questão 58

Pref. Salvador/BA 2017 - FGV - Técnico de Nível Superior II - Suporte Administrativo - Direito
João, cidadão brasileiro, era litigante em determinado processo judicial.
O Juiz de Direito, titular do órgão jurisdicional para o qual fora distribuído o processo, além de adiar em demasia a prolação da sentença, vinha adotando, no decorrer da relação processual, diversos entendimentos que, embora fundamentados, eram francamente divergentes da doutrina e da jurisprudência predominantes.
Ao tomar conhecimento desses fatos, João solicitou ao seu advogado que adotasse providências junto ao Conselho Nacional de Justiça.

À luz da narrativa acima e da sistemática constitucional, é correto afirmar que o Conselho Nacional de Justiça

Questão 59

Pref. Salvador/BA 2017 - FGV - Técnico de Nível Superior II - Suporte Administrativo - Direito
Pedro é segurança particular de um importante empresário baiano, eleito e recentemente empossado como vereador, e com ele trabalha há 2 anos e 5 meses.
Pedro acompanha o empregador até os seus negócios em Salvador e retorna com ele à sua residência, no mesmo município. Eventualmente Pedro conduz seu patrão para a fazenda de lazer que o empregador possui no interior do estado. Pedro trabalha 4 dias na semanas, com horário fixo de 8 horas diárias.

Diante da situação apresentada e de acordo com os preceitos legais de regência, assinale a opção que define a condição jurídico-trabalhista de Pedro.

Questão 60

Pref. Salvador/BA 2017 - FGV - Técnico de Nível Superior II - Suporte Administrativo - Direito
Jerônimo é empregado na sociedade empresária Produtos Baianos Ltda., exercendo a função de entregador.
No ano em que completou 18 anos, Jerônimo se alistou e foi convocado para prestar serviço militar, permanecendo no quartel por 1 ano. Findo esse período, deu a respectiva baixa e retornou ao serviço junto ao empregador.

Diante da situação retratada e dos comandos legais de regência, assinale a afirmativa correta.

Questão 61

Pref. Salvador/BA 2017 - FGV - Técnico de Nível Superior II - Suporte Administrativo - Direito
Margarida é empregada em uma empresa pública municipal de Salvador, para a qual foi aprovada como técnica administrativa. Ocorre que, em razão da redução do quadro de empregados da referida empresa devido às numerosas aposentadorias simultâneas, Margarida começou a realizar, por ordem de sua chefia direta, exclusivamente as tarefas afetas a um analista administrativo.
Essa situação vigora há 3 anos, e Margarida mostra insatisfação, porque recebe o salário de técnica, mas exerce a função de analista, que é de maior complexidade. Para se resguardar, montou um dossiê dos vários processos que lhe foram encaminhados para verificação como analista administrativo.

Diante da situação retratada e dos ditames legais, assinale a afirmativa correta.

Questão 62

Pref. Salvador/BA 2017 - FGV - Técnico de Nível Superior II - Suporte Administrativo - Direito
As situações listadas a seguir são da competência da Justiça do Trabalho, à exceção de uma. Assinale-a.

Questão 63

Pref. Salvador/BA 2017 - FGV - Técnico de Nível Superior II - Suporte Administrativo - Direito
Em uma reclamação trabalhista que tramita perante a 90ª Vara do Trabalho de Salvador, a sentença foi prolatada e, enquanto se aguardava a apreciação do recurso interposto pela sociedade empresária, as partes chegaram a um acordo nos seguintes termos: pagamento de R$ 5.000,00 e transferência de propriedade de um telefone celular corporativo para o reclamante, que tem 22 anos de idade e mantinha-se na posse do bem, pois não o havia devolvido ao empregador quando da ruptura contratual. Desse modo, as partes apresentaram petição conjunta ao juiz, requerendo a homologação do acordo.

Considerada esta narrativa, os termos da CLT e o entendimento consolidado pelo TST, assinale a afirmativa correta.

Questão 64

Pref. Salvador/BA 2017 - FGV - Técnico de Nível Superior II - Suporte Administrativo - Direito
Priscila presta serviços junto à Prefeitura Municipal de Salvador como auxiliar de serviços gerais terceirizada. Ao ser dispensada, porque o contrato com o ente público foi rompido em abril de 2016, Priscila ajuizou reclamação contra o ex-empregador e o Município de Salvador.
Na sentença, o Juiz do Trabalho determinou que o ex-empregador pagasse as verbas resilitórias, no valor total de R$ 3.000,00, tendo condenado o Município de forma subsidiária em razão da terceirização havida. Adveio, então, o trânsito em julgado da sentença nesses termos, e Priscila tentou executar o ex-empregador, não tendo sucesso. Assim, requereu que a execução fosse direcionada contra o Município de Salvador e que ele fosse citado para pagar a dívida em 48 horas, sob pena de penhora de seus bens.

Em relação à situação apresentada e à legislação em vigor, assinale a afirmativa correta.

Questão 65

Pref. Salvador/BA 2017 - FGV - Técnico de Nível Superior II - Suporte Administrativo - Direito
O Município “X” instituiu, por lei, uma taxa, com o objetivo de prevenção e combate a incêndios.

Considerando tal hipótese, à luz da Jurisprudência do Supremo Tribunal Federal, assinale a afirmativa correta.

Questão 66

Pref. Salvador/BA 2017 - FGV - Técnico de Nível Superior II - Suporte Administrativo - Direito
Ricardo, um trabalhador rural, ao receber a notificação do lançamento de ofício do Imposto Territorial Rural (ITR) atinente ao seu sítio, resolveu entregar duas galinhas caipiras, uma vaca leiteira, duas cabras e duas sacas de milho que, reunidas, somavam cem quilos do cereal.

Diante dessa situação hipotética, assinale a afirmativa correta.

Questão 67

Pref. Salvador/BA 2017 - FGV - Técnico de Nível Superior II - Suporte Administrativo - Direito
A Editora WW Ltda. publica livros impressos e livros eletrônicos (e-books), além de comercializar aparelhos eletrônicos especializados em leitura de obras digitais (e-readers). O sócio-gerente dessa editora, diante da dúvida quanto à incidência de imunidade tributária objetiva sobre os itens por ela publicados e comercializados, consulta Roberto, advogado tributarista, a respeito do tema.

Levando em conta a Constituição da República e a jurisprudência consolidada do Supremo Tribunal Federal, assinale a opção que apresenta a resposta de Roberto.

Questão 68

Pref. Salvador/BA 2017 - FGV - Técnico de Nível Superior II - Suporte Administrativo - Direito
À luz do que estabelece a Lei de Responsabilidade Fiscal (Lei Complementar nº 101/00), analise as afirmativas a seguir.

I. A expansão de ação governamental que acarrete aumento da despesa será acompanhada de estimativa do impacto orçamentário-financeiro no exercício em que deva entrar em vigor e nos dois subsequentes, além da declaração do ordenador da despesa de que o aumento tem adequação orçamentária e financeira com a lei orçamentária anual e compatibilidade com o plano plurianual e com a lei de diretrizes orçamentárias.

II. O aperfeiçoamento de ação governamental que acarrete aumento da despesa será acompanhado de estimativa do impacto orçamentário-financeiro no exercício em que deva entrar em vigor e nos três subsequentes, além da declaração do ordenador da despesa de que o aumento tem adequação orçamentária e financeira com a lei orçamentária anual e compatibilidade com o plano plurianual e com a lei de diretrizes orçamentárias.

III. A manutenção de ação governamental em que não haja aumento da despesa também deverá ser acompanhada de estimativa do impacto orçamentário-financeiro no exercício em que deva entrar em vigor e nos dois subsequentes, além da declaração do ordenador da despesa de que o aumento tem adequação orçamentária e financeira com a lei orçamentária anual e compatibilidade com o plano plurianual e com a lei de diretrizes orçamentárias.

Está correto o que se afirma em

Questão 69

Pref. Salvador/BA 2017 - FGV - Técnico de Nível Superior II - Suporte Administrativo - Direito
O Art. 165, § 8º, da CRFB/88 estabelece que: “A lei orçamentária não conterá dispositivo estranho à previsão da receita e à fixação da despesa, não se incluindo na proibição a autorização para abertura de créditos suplementares e contratação de operações de crédito, ainda que por antecipação de receita, nos termos da lei”.

Assinale a opção que indica o princípio orçamentário descrito no texto acima.

Questão 70

Pref. Salvador/BA 2017 - FGV - Técnico de Nível Superior II - Suporte Administrativo - Direito
Carlos, cidadão residente do Município Sigma, buscando participar da fiscalização dos gastos públicos do município, consulta o órgão de assessoramento jurídico da Prefeitura Municipal a respeito das normas de Processo Legislativo Orçamentário.

Diante de tal contexto, assinale a opção que veicula a única explicação compatível com as diretrizes de Processo Legislativo Orçamentário na Constituição da República/1988.



Provas de Concursos » Fgv 2017