×
Contador Gestão de Pessoas TI Aplicações e Informações TI Estrutura de Redes TI Tecnologia em Sistemas
×

FUNAI 2009

Administrador

Questão 1

FUNAI 2009 - FUNRIO - Administrador
1
Vira-e-mexe, alguma instituição brasileira faz um seminário, nacional ou internacional, sobre como a mídia pode
 
ajudar na questão indígena. Convidados do Brasil e do exterior vêm falar sobre o tema, enfatizando este ou aquele fato,
 
exemplificando como as políticas de inclusão costumam ser boicotadas nas sociedades democráticas. E, quase sempre, o
 
grande algoz, aquele que mais impede as mudanças, é o próprio Estado. Seja pela intervenção desastrada dos aparelhos
5
de promoção social, pelas pressões econômico-financeiras seja até mesmo pela esfera do Judiciário – processos na
 
Justiça etc. –, o Estado é ou tem sido o grande bandido nesta história.
 
A bem da verdade, o Estado, quando não reprime diretamente, tem seus mecanismos para dificultar ou mesmo
 
impedir que progressos sejam alcançados nessa área. Talvez o maior exemplo dessa realidade seja a mídia norte-
 
americana. Sabe-se que ela tem sido abjeta, covarde e cínica quanto ao seu papel de informar. Ela é cúmplice de tudo
10
que tem acontecido no país, na medida em que bancou as mentiras que o Estado criou para ocultar a situação dos povos
 
indígenas, a ponto de pouco ou quase nada falar sobre a negativa do Governo americano de votar a favor, na ONU, da
 
aprovação da Declaração Universal dos Direitos dos Povos Indígenas.
 
Manipulou, mentiu, aceitou a censura imposta pelo Governo e pelos militares, tudo sob o argumento da
 
preservação da soberania nacional, que inclui o combate ao controle independente das terras e à autodeterminação
15
desses povos. A grande maioria ainda hesita em divulgar os fatos como eles acontecem sob o argumento de que
 
chocariam as pessoas. E comparam esse tipo de censura ao que foi feito no caso do Irã e das supostas bombas atômicas.
 
O caminho tem sido o mesmo. Tudo em nome da grande pátria, preparando o País para mais uma farsa.
 
Enquanto isso, jornalistas americanos que vêm ao patropi a convite de algum órgão brasileiro, para falar sobre o papel
 
da imprensa, usam e abusam da mídia dos EUA como parâmetro de como se comportar para manter as liberdades. No
20
mínimo é muita hipocrisia querer manter a lenda de que a mídia americana é a campeã das liberdades. Enquanto a mídia
 
americana continuar na mesma toada, qualquer consideração sobre imprensa livre em qualquer parte do mundo que venha
 
dos EUA precisa ser devidamente peneirada. A mídia dos EUA é hoje o maior exemplo de imprensa falsa e manipuladora,
 
que antes de divulgar informações faz propaganda. Um triste fim para aqueles que desvendaram o caso Watergate, que
 
resultou na renúncia do Presidente Richard Nixon, em agosto de 1974.
25
Por outro lado, nos seminários sobre liberdade de imprensa no Brasil, muito pouco tem-se falado sobre o papel da
 
mídia em relação a si própria. Quase nada é debatido sobre as pressões econômicas que os veículos sofrem das grandes
 
corporações para que determinados assuntos não sejam veiculados. O atual caso indígena brasileiro é bem emblemático.
 
Grande parte da mídia do País se nega a dar o devido destaque à situação dos povos indígenas, que continuam a enfrentar a
 
marginalização, pobreza extrema e outras violações dos direitos humanos, sendo muitas vezes arrastados para conflitos e
30
disputas de terras que ameaçam o seu modo de vida e mesmo a sua sobrevivência.
 
Independente das posições político-ideológico-partidárias de cada um, seja um cidadão seja uma empresa – afinal,
 
todos têm direito à livre manifestação nas sociedades democráticas –, o que tem acontecido é lamentável sob qualquer
 
ponto de vista. É claro que qualquer denúncia contra os direitos dos povos indígenas tem de ser investigada até o fim.
 
Esse é o principal papel do jornalismo. Reportagem é, antes de mais nada, uma profunda investigação de um fato. Agora,
35
o mais honesto seria que os veículos da grande imprensa deixassem claras suas preferências político-ideológico-partidárias,
 
que projeto de sociedade defendem etc. Ela, a mídia, pode e deve se manifestar quanto a suas preferências. Por que não?
 
O que impede essa atitude? Muito pior é ficar manipulando grosseiramente as informações, fingindo posição neutra, uma
 
pretensa defesa da Democracia. O leitor, ouvinte ou telespectador poderia escolher melhor e com mais segurança em
 
quem acreditar e a quem dar crédito. Do jeito que está, fica difícil, cada vez mais difícil, haver credibilidade na imprensa
40
brasileira.
Fonte: Reescritura de Cézar de Souza, a partir dos artigos “Liberdade de imprensa, hipocrisia e credibilidade” (Observatório de Imprensa, 13/06/2006) e “ONU aprova Declaração dos Direitos dos Povos Indígenas” (Esquerda, 14/09/2007).
O texto se inicia com a expressão grafada "vira-e-mexe”; sobre a qual se encontra registrado em dicionário o seguinte:


Considerando as informações colhidas no dicionário citado, pode-se afirmar que o termo em foco

Questão 2

FUNAI 2009 - FUNRIO - Administrador
1
Vira-e-mexe, alguma instituição brasileira faz um seminário, nacional ou internacional, sobre como a mídia pode
 
ajudar na questão indígena. Convidados do Brasil e do exterior vêm falar sobre o tema, enfatizando este ou aquele fato,
 
exemplificando como as políticas de inclusão costumam ser boicotadas nas sociedades democráticas. E, quase sempre, o
 
grande algoz, aquele que mais impede as mudanças, é o próprio Estado. Seja pela intervenção desastrada dos aparelhos
5
de promoção social, pelas pressões econômico-financeiras seja até mesmo pela esfera do Judiciário – processos na
 
Justiça etc. –, o Estado é ou tem sido o grande bandido nesta história.
 
A bem da verdade, o Estado, quando não reprime diretamente, tem seus mecanismos para dificultar ou mesmo
 
impedir que progressos sejam alcançados nessa área. Talvez o maior exemplo dessa realidade seja a mídia norte-
 
americana. Sabe-se que ela tem sido abjeta, covarde e cínica quanto ao seu papel de informar. Ela é cúmplice de tudo
10
que tem acontecido no país, na medida em que bancou as mentiras que o Estado criou para ocultar a situação dos povos
 
indígenas, a ponto de pouco ou quase nada falar sobre a negativa do Governo americano de votar a favor, na ONU, da
 
aprovação da Declaração Universal dos Direitos dos Povos Indígenas.
 
Manipulou, mentiu, aceitou a censura imposta pelo Governo e pelos militares, tudo sob o argumento da
 
preservação da soberania nacional, que inclui o combate ao controle independente das terras e à autodeterminação
15
desses povos. A grande maioria ainda hesita em divulgar os fatos como eles acontecem sob o argumento de que
 
chocariam as pessoas. E comparam esse tipo de censura ao que foi feito no caso do Irã e das supostas bombas atômicas.
 
O caminho tem sido o mesmo. Tudo em nome da grande pátria, preparando o País para mais uma farsa.
 
Enquanto isso, jornalistas americanos que vêm ao patropi a convite de algum órgão brasileiro, para falar sobre o papel
 
da imprensa, usam e abusam da mídia dos EUA como parâmetro de como se comportar para manter as liberdades. No
20
mínimo é muita hipocrisia querer manter a lenda de que a mídia americana é a campeã das liberdades. Enquanto a mídia
 
americana continuar na mesma toada, qualquer consideração sobre imprensa livre em qualquer parte do mundo que venha
 
dos EUA precisa ser devidamente peneirada. A mídia dos EUA é hoje o maior exemplo de imprensa falsa e manipuladora,
 
que antes de divulgar informações faz propaganda. Um triste fim para aqueles que desvendaram o caso Watergate, que
 
resultou na renúncia do Presidente Richard Nixon, em agosto de 1974.
25
Por outro lado, nos seminários sobre liberdade de imprensa no Brasil, muito pouco tem-se falado sobre o papel da
 
mídia em relação a si própria. Quase nada é debatido sobre as pressões econômicas que os veículos sofrem das grandes
 
corporações para que determinados assuntos não sejam veiculados. O atual caso indígena brasileiro é bem emblemático.
 
Grande parte da mídia do País se nega a dar o devido destaque à situação dos povos indígenas, que continuam a enfrentar a
 
marginalização, pobreza extrema e outras violações dos direitos humanos, sendo muitas vezes arrastados para conflitos e
30
disputas de terras que ameaçam o seu modo de vida e mesmo a sua sobrevivência.
 
Independente das posições político-ideológico-partidárias de cada um, seja um cidadão seja uma empresa – afinal,
 
todos têm direito à livre manifestação nas sociedades democráticas –, o que tem acontecido é lamentável sob qualquer
 
ponto de vista. É claro que qualquer denúncia contra os direitos dos povos indígenas tem de ser investigada até o fim.
 
Esse é o principal papel do jornalismo. Reportagem é, antes de mais nada, uma profunda investigação de um fato. Agora,
35
o mais honesto seria que os veículos da grande imprensa deixassem claras suas preferências político-ideológico-partidárias,
 
que projeto de sociedade defendem etc. Ela, a mídia, pode e deve se manifestar quanto a suas preferências. Por que não?
 
O que impede essa atitude? Muito pior é ficar manipulando grosseiramente as informações, fingindo posição neutra, uma
 
pretensa defesa da Democracia. O leitor, ouvinte ou telespectador poderia escolher melhor e com mais segurança em
 
quem acreditar e a quem dar crédito. Do jeito que está, fica difícil, cada vez mais difícil, haver credibilidade na imprensa
40
brasileira.
Fonte: Reescritura de Cézar de Souza, a partir dos artigos “Liberdade de imprensa, hipocrisia e credibilidade” (Observatório de Imprensa, 13/06/2006) e “ONU aprova Declaração dos Direitos dos Povos Indígenas” (Esquerda, 14/09/2007).
A terceira frase do texto afirma que, quase sempre, o grande algoz contra as mudanças é o Estado. Ratifica e amplia essa idéia a seguinte passagem:

Questão 3

FUNAI 2009 - FUNRIO - Administrador
As frases abaixo reúnem algumas das considerações que o texto apresenta sobre o papel da imprensa na sociedade de hoje, mas, em uma delas, a construção sintática está em desacordo com os padrões formais da língua. Assinale-a.

Questão 4

FUNAI 2009 - FUNRIO - Administrador
Há uma correlação nos tempos verbais do trecho "enquanto a mídia americana continuar na mesma toada, qualquer consideração sobre imprensa livre (...) precisa ser devidamente peneirada".

No fragmento acima, retirado do texto, observa-se a correlação temporal e modal ao se empregar o verbo da primeira oração no futuro do subjuntivo, e o da segunda, no presente do indicativo. Outra possibilidade de reescrita para o mesmo contexto, obedecendo à correlação normativa e coerente entre os tempos e modos verbais, é

Questão 5

FUNAI 2009 - FUNRIO - Administrador
No trecho “resultou na renúncia do Presidente Richard Nixon, em agosto de 1974”, emprega-se a preposição DE (em do= de+o) como um conector entre dois substantivos; nessas condições, o segundo substantivo, então, repete sintaticamente a mesma função que se detecta em

Questão 6

FUNAI 2009 - FUNRIO - Administrador
O emprego da palavra SE, em "muito pouco se tem falado sobre o papel da mídia", é o mesmo que se encontra em

Questão 7

FUNAI 2009 - FUNRIO - Administrador
No trecho "deixassem claras suas preferências político-ideológico-partidárias" (§6º), o possessivo aí empregado refere-se

Questão 8

FUNAI 2009 - FUNRIO - Administrador
Assim como está adequado o emprego de À antes de "livre manifestação" (§ 6º), também está inteiramente correto o uso da crase na frase da alternativa:

Questão 9

FUNAI 2009 - FUNRIO - Administrador
Os verbos da frase "o mais honesto seria que os veículos da grande imprensa deixassem claras suas preferências" (§ 6º) estão em suas formas simples. Uma das opções abaixo transpõe os dois verbos para as formas compostas equivalentes, mantendo o mesmo sentido da frase original. Assinale-a.

Questão 10

FUNAI 2009 - FUNRIO - Administrador
As palavras “país", "cínica" e "lamentável", empregadas no texto, recebem acento, respectivamente, pelo mesmo motivo que

Questão 11

FUNAI 2009 - FUNRIO - Administrador
Assinale a alternativa em que se classifica corretamente a oração sublinhada:

Questão 12

FUNAI 2009 - FUNRIO - Administrador
No trecho “jornalistas americanos que vêm ao patropi a convite de algum órgão brasileiro”, o termo “patropi” se justifica como uma tentativa de dar ao texto uma forma mais

Questão 13

FUNAI 2009 - FUNRIO - Administrador
Em “Ela, a mídia, pode e deve se manifestar quanto a suas preferências”, as vírgulas servem para

Questão 14

FUNAI 2009 - FUNRIO - Administrador
Em “Muito pior é ficar manipulando grosseiramente as informações, fingindo posição neutra, uma pretensa defesa da Democracia.”, a oração reduzida de gerúndio expressa sentido

Questão 15

FUNAI 2009 - FUNRIO - Administrador
No fragmento “... seja um cidadão seja uma empresa – afinal, todos têm direito à livre manifestação nas sociedades democráticas –, o que tem acontecido é lamentável sob qualquer ponto de vista.”, os travessões foram empregados para

Questão 16

FUNAI 2009 - FUNRIO - Administrador
Na composição de um texto, alguns elementos lingüísticos expressam circunstâncias diversas, com a finalidade de imprimir coerência à escrita. O fragmento que apresenta corretamente um desses elementos e a circunstância que ele expressa é

Questão 17

FUNAI 2009 - FUNRIO - Administrador
Uma prova de um concurso público tem 40 questões objetivas. O total de pontos obtidos por cada candidato[a] é calculado da seguinte forma: cada resposta certa adiciona 3 pontos e cada resposta errada subtrai 1 ponto. Um[a] candidato[a] é aprovado[a] se obtiver 60 ou mais pontos. Nestas condições, a aprovação ocorre quando os acertos forem de, no mínimo,

Questão 18

FUNAI 2009 - FUNRIO - Administrador
Em uma reunião de um grupo de colegas que estudam matemática, Paulo, após uma leitura apurada sobre um problema que esse grupo procura resolver faz as três seguintes afirmações: “ A > B e C < D ” ; “ A > D e B > D, se e somente se D > C” ; “ E ≠ B, se e somente se D = A ”. Após uma breve discussão o grupo passa a considerar as afirmações de Paulo como verdadeiras e conclui corretamente que

Questão 19

FUNAI 2009 - FUNRIO - Administrador
Luís investiu uma determinada quantia comprando ações de uma indústria. No final do primeiro ano ele verificou que as ações tinham valorizado %25 . No final do ano seguinte, ele afirmou: “puxa, eu tenho hoje o dobro do dinheiro que investi”. Dessa forma, a valorização das ações no segundo ano foi de

Questão 20

FUNAI 2009 - FUNRIO - Administrador
Considere a pirâmide regular reta de vértice P cuja base é o quadrado ABCD . Cada aresta da base mede 4m e cada aresta lateral mede 6m . A partir dessas informações podemos afirmar que a distância de A ao ponto médio da aresta PC é igual a

Questão 21

FUNAI 2009 - FUNRIO - Administrador
Um reservatório para água tem a seguinte propriedade: quando está 40% vazio, o volume da água excede em 40 litros o volume do reservatório quando este está 40% cheio. Dessa forma, podemos concluir que a capacidade do reservatório é

Questão 22

FUNAI 2009 - FUNRIO - Administrador
Suponha que x e y denotam números reais tais que 5x + y = 90. Então o valor máximo do produto xy é

Questão 23

FUNAI 2009 - FUNRIO - Administrador
Duas esferas cujos raios medem R cm e r cm estão apoiadas em um mesmo plano horizontal e encostadas uma à outra, conforme figura abaixo.


A distância entre os seus respectivos pontos de apoio nesse plano horizontal é

Questão 24

FUNAI 2009 - FUNRIO - Administrador
O vírus X aparece nas formas X1 e X2 . Se um indivíduo tem esse vírus, a probabilidade de ser na forma X1 é 3/5 . Se o indivíduo tem o vírus na forma X1 , a probabilidade desse indivíduo sobreviver é 2/3 ; mas, se o indivíduo tem o vírus na forma X2 , a probabilidade dele sobreviver é 5/6 . Nessas condições, a probabilidade do indivíduo portador do vírus X sobreviver é

Questão 25

FUNAI 2009 - FUNRIO - Administrador
Qual dos dispositivos de hardware abaixo possui funções de entrada e de saída?

Questão 26

FUNAI 2009 - FUNRIO - Administrador
No programa Microsoft Windows Explorer configurado de modo padrão, a ação para COPIAR um arquivo de uma pasta para outra na mesma unidade de disco é clicar o arquivo com o botão esquerdo do mouse e arrastá-lo para a pasta de destino,

Questão 27

FUNAI 2009 - FUNRIO - Administrador
No programa Windows Explorer do sistema operacional Microsoft Windows XP, é possível personalizar a barra de ferramentas através do menu Exibir Barra de Ferramentas. Qual das operações abaixo NÃO FAZ PARTE dos botões disponíveis para personalização?

Questão 28

FUNAI 2009 - FUNRIO - Administrador
Nos programas de processamento de texto como o BR Office Writer ou o Microsoft Word, a operação de ordenar em ordem crescente ou decrescente listas ou parágrafos selecionados é conhecida como

Questão 29

FUNAI 2009 - FUNRIO - Administrador
Suponha uma tabela no BR Office Writer ou no Microsoft Word, com duas colunas e duas linhas, estando as quatro células preenchidas respectivamente com os textos A1 B1 A2 B2, correspondendo às colunas A, B e às linhas 1, 2, conforme a figura.


A operação “Mesclar células” sobre a tabela, com todas as células selecionadas, resultará na redução das quatro células em uma única célula, contendo os seguintes textos:

Questão 30

FUNAI 2009 - FUNRIO - Administrador
Num programa de planilha eletrônica como o BR Office Calc ou o Microsoft Excel, qual das fórmulas abaixo calcula corretamente a seguinte operação: SOMA dos valores das células A1 a A4 multiplicada pela SOMA dos valores das células B1 a B4?

Questão 31

FUNAI 2009 - FUNRIO - Administrador
Qual o nome do protocolo de comunicação usado na Internet para transferência de páginas no serviço WWW?

Questão 32

FUNAI 2009 - FUNRIO - Administrador
Nas ferramentas de navegação na Internet, como o Microsoft Internet Explorer ou o Mozilla Firefox, qual a tecla de função que permite alternar entre exibir a tela inteira e restaurar a janela do navegador?

Questão 33

FUNAI 2009 - FUNRIO - Administrador
O ato administrativo, unilateral e vinculado, pelo qual a Administração Pública reconhece a legalidade de um ato jurídico, é definido como

Questão 34

FUNAI 2009 - FUNRIO - Administrador
Os elementos essenciais para justificar a existência de um Estado são

Questão 35

FUNAI 2009 - FUNRIO - Administrador
Em relação aos bens públicos, é correto afirmar que

Questão 36

FUNAI 2009 - FUNRIO - Administrador
As autarquias, como entidades da administração pública indireta, possuem, dentre outras, as seguintes características:

Questão 37

FUNAI 2009 - FUNRIO - Administrador
De acordo com a Lei Federal nº. 8.666, de 21 de junho de 1993 e alterações, fraudar, em prejuízo da Fazenda Pública, licitação instaurada para aquisição ou venda de bens ou mercadorias, ou contrato dela decorrente, elevando arbitrariamente os preços, possui a seguinte pena:

Questão 38

FUNAI 2009 - FUNRIO - Administrador
A Lei Federal nº. 8.666, de 21 de junho de 1993 e alterações, estabelece que o contratado fica obrigado a aceitar, nas mesmas condições contratuais, os acréscimos ou supressões que se fizerem nas obras, até o percentual de

Questão 39

FUNAI 2009 - FUNRIO - Administrador
O controle estratégico, considerando-se o nível organizacional de sua atuação, tem como característica

Questão 40

FUNAI 2009 - FUNRIO - Administrador
Compete processar e julgar a disputa sobre direitos indígenas

Questão 41

FUNAI 2009 - FUNRIO - Administrador
Defender judicialmente os direitos e interesses das populações indígenas é função institucional do [a]

Questão 42

FUNAI 2009 - FUNRIO - Administrador
São terras tradicionalmente ocupadas pelos índios

Questão 43

FUNAI 2009 - FUNRIO - Administrador
O aproveitamento dos recursos hídricos, incluídos os potenciais energéticos, a pesquisa e a lavra das riquezas minerais em terras indígenas só podem ser efetuados com

Questão 44

FUNAI 2009 - FUNRIO - Administrador
No que se refere às terras tradicionalmente ocupadas pelos índios, pode-se afirmar que são

Questão 45

FUNAI 2009 - FUNRIO - Administrador
Quanto à remoção dos grupos indígenas de suas terras, pode-se afirmar que

Questão 46

FUNAI 2009 - FUNRIO - Administrador
Para os efeitos da Lei, índio ou silvícola é

Questão 47

FUNAI 2009 - FUNRIO - Administrador
Que denominação recebe a tecnologia de gestão que contribui para a qualidade total a partir da comparação do processo da organização com aqueles pertencentes às lideres reconhecidas no ramo, esclarecendo prioridades e alvos de melhoria?

Questão 48

FUNAI 2009 - FUNRIO - Administrador
Uma organização que tem a necessidade de estar preparada para, a qualquer instante, alterar a sua configuração deve utilizar que alternativa de conformação estrutural?

Questão 49

FUNAI 2009 - FUNRIO - Administrador
Determinado diretor que destaca como críticos e fundamentais para a qualidade e o planejamento estratégico em uma organização o desempenho do produto e a ausência de deficiências, tem suas ações baseadas nas idéias de que guru da qualidade?

Questão 50

FUNAI 2009 - FUNRIO - Administrador
Os gerentes que utilizam o conceito ético de que os comportamentos morais produzem um bem maior para um número maior, utilizam que abordagem normativa para o direcionamento de sua tomada de decisão?

Questão 51

FUNAI 2009 - FUNRIO - Administrador
A Teoria Y afirma que as organizações podem tirar proveito da imaginação e do intelecto de todos os seus funcionários. Esta teoria originou-se em que fase histórica do pensamento administrativo?

Questão 52

FUNAI 2009 - FUNRIO - Administrador
Um diretor de Recursos Humanos, a fim de contribuir para a melhoria do desempenho de sua organização, deve ocupar-se em conhecer a sua cultura corporativa, observando, dentre outros, o seguinte fator que a compõe:

Questão 53

FUNAI 2009 - FUNRIO - Administrador
Certo gerente, que tem preferência pelo Modelo Clássico como abordagem para a tomada de decisão administrativa, vivencia a seguinte situação:

Questão 54

FUNAI 2009 - FUNRIO - Administrador
Que denominação recebe a estratégia de cobertura de mercado em que ocorre a prática de desenvolver produtos e programas de marketing sob medida pra atender aos gostos de pessoas e locais específicos?

Questão 55

FUNAI 2009 - FUNRIO - Administrador
Determinada organização possui um produto dentro do período de rápida aceitação e crescimento de lucros. A que estágio do ciclo de vida do produto corresponde esse período?

Questão 56

FUNAI 2009 - FUNRIO - Administrador

» Essa questão pode ter algum problema e está sendo revisada. Em breve estará corrigida.
Uma empresa tem ativo circulante de R$ 3.200,00, ativo permanente de R$ 6.000, passivo circulante de R$ 1.500,00 e exigível a longo prazo de R$ 5.400,00. Qual o valor do seu capital de giro líquido?

Questão 57

FUNAI 2009 - FUNRIO - Administrador
Suponhamos que você deposite R$ 2.000,00 em uma aplicação que rende juros de 10% ao ano. Quanto você terá em 2 anos?

Questão 58

FUNAI 2009 - FUNRIO - Administrador
Que denominação recebe o poder administrativo que o Direito concede à Administração, de modo explícito ou implícito, para a prática de atos administrativos com liberdade na escolha de sua conveniência, oportunidade e conteúdo?

Questão 59

FUNAI 2009 - FUNRIO - Administrador
O princípio básico da administração pública que determina que o administrador público está, em toda a sua atividade funcional, sujeito aos mandamentos da lei e às exigências do bem comum, e deles não pode se afastar ou desviar, sob pena de praticar ato inválido e expor-se a responsabilidade disciplinar, civil e criminal, conforme o caso, denomina-se:

Questão 60

FUNAI 2009 - FUNRIO - Administrador
Com relação à estrutura administrativa da Fundação Nacional do Índio – FUNAI tem-se que o departamento ao qual compete coordenar o desenvolvimento de ações objetivando a regularização e o registro das áreas indígenas, os procedimentos de levantamento, indenização e extrusamento das áreas indígenas, emitir certidões e estabelecer sistemas de controle do Patrimônio Territorial Indígena, denomina-se:



Provas de Concursos » Funrio 2009