×
Técnico Administrativo Técnico em Contabilidade Técnico em Enfermagem Contador
×

SES-PR 2016

Administrador

Questão 1

SES-PR 2016 - IBFC - Administrador

» Esta questão foi anulada pela banca.
1
Três paixões, simples, mas irresistivelmente fortes,
 
govemaram-me a vida: o anseio de amor, a busca do
 
conhecimento e a dolorosa piedade pelo sofrimento da
 
humanidade. Tais paixões, como grandes vendavais, impeliram-
5
me para aqui e acolá, em curso instável, por sobre profundo
 
oceano de angústia, chegando às raias do desespero.
 
Busquei, primeiro, o amor, porque ele produz êxtase
 
- um êxtase tão grande que, não raro, eu sacrificava todo o
 
resto da minha vida por umas poucas horas dessa alegria.
10
Ambicionava-o, ainda, porque o amor nos liberta da solidão -
 
essa solidão terrível através da qual a nossa trêmula percepção
 
observa, além dos limites do mundo, esse abismo frio e
 
exânime. Busquei-o, finalmente, porque vi na união do amor,
 
numa miniatura mística, algo que prefigurava a visão que os
15
santos e os poetas imaginavam. Eis o que busquei e, embora
 
isso possa parecer demasiado bom para vida humana, foi isso
 
que - afinal - encontrei.
 
Com paixão igual, busquei o conhecimento. Eu queria
 
compreender o coração dos homens. Gostaria de saber por que
20
cintilam as estrelas. E procurei apreender a força pitagórica pela
 
qual o número permanece acima do fluxo dos acontecimentos.
 
Um pouco disto, mas não muito, eu o consegui.
 
Amor e conhecimento, até o ponto em que são possíveis,
 
conduzem para o alto, rumo ao céu. Mas a piedade sempre me
25
trazia de volta à terra. Ecos de gritos de dor ecoavam em meu
 
coração. Crianças famintas, vítimas torturadas por opressores,
 
velhos desvalidos a constituir um fardo para seus filhos, e todo
 
o mundo de solidão, pobreza e sofrimentos, convertem numa
 
irrisão o que deveria de ser a vida humana. Anseio por aliviar o
30
mal, mas não posso, e também sofro.
 
Eis o que tem sido a minha vida. Tenho-a considerado
 
digna de ser vivida e, de bom grado, tornaria a vivê-la, se me
 
fosse dada tal oportunidade.
(Bertrand Russel. Autobiografia. Rio de Janeiro: Civilização Brasileira, 1967.)
No texto, o autor propõe-se a apresentar os motivos pelos quais viveu. Sobre eles e a visão de mundo proposta, é correto afirmar que:

Questão 2

SES-PR 2016 - IBFC - Administrador
1
Três paixões, simples, mas irresistivelmente fortes,
 
govemaram-me a vida: o anseio de amor, a busca do
 
conhecimento e a dolorosa piedade pelo sofrimento da
 
humanidade. Tais paixões, como grandes vendavais, impeliram-
5
me para aqui e acolá, em curso instável, por sobre profundo
 
oceano de angústia, chegando às raias do desespero.
 
Busquei, primeiro, o amor, porque ele produz êxtase
 
- um êxtase tão grande que, não raro, eu sacrificava todo o
 
resto da minha vida por umas poucas horas dessa alegria.
10
Ambicionava-o, ainda, porque o amor nos liberta da solidão -
 
essa solidão terrível através da qual a nossa trêmula percepção
 
observa, além dos limites do mundo, esse abismo frio e
 
exânime. Busquei-o, finalmente, porque vi na união do amor,
 
numa miniatura mística, algo que prefigurava a visão que os
15
santos e os poetas imaginavam. Eis o que busquei e, embora
 
isso possa parecer demasiado bom para vida humana, foi isso
 
que - afinal - encontrei.
 
Com paixão igual, busquei o conhecimento. Eu queria
 
compreender o coração dos homens. Gostaria de saber por que
20
cintilam as estrelas. E procurei apreender a força pitagórica pela
 
qual o número permanece acima do fluxo dos acontecimentos.
 
Um pouco disto, mas não muito, eu o consegui.
 
Amor e conhecimento, até o ponto em que são possíveis,
 
conduzem para o alto, rumo ao céu. Mas a piedade sempre me
25
trazia de volta à terra. Ecos de gritos de dor ecoavam em meu
 
coração. Crianças famintas, vítimas torturadas por opressores,
 
velhos desvalidos a constituir um fardo para seus filhos, e todo
 
o mundo de solidão, pobreza e sofrimentos, convertem numa
 
irrisão o que deveria de ser a vida humana. Anseio por aliviar o
30
mal, mas não posso, e também sofro.
 
Eis o que tem sido a minha vida. Tenho-a considerado
 
digna de ser vivida e, de bom grado, tornaria a vivê-la, se me
 
fosse dada tal oportunidade.
(Bertrand Russel. Autobiografia. Rio de Janeiro: Civilização Brasileira, 1967.)
O texto é marcado por subjetividade e as figuras de estilo reforçam esse teor subjetivo. Assinale a passagem transcrita abaixo que NÃO revela um exemplo de linguagem figurada.

Questão 3

SES-PR 2016 - IBFC - Administrador
1
Três paixões, simples, mas irresistivelmente fortes,
 
govemaram-me a vida: o anseio de amor, a busca do
 
conhecimento e a dolorosa piedade pelo sofrimento da
 
humanidade. Tais paixões, como grandes vendavais, impeliram-
5
me para aqui e acolá, em curso instável, por sobre profundo
 
oceano de angústia, chegando às raias do desespero.
 
Busquei, primeiro, o amor, porque ele produz êxtase
 
- um êxtase tão grande que, não raro, eu sacrificava todo o
 
resto da minha vida por umas poucas horas dessa alegria.
10
Ambicionava-o, ainda, porque o amor nos liberta da solidão -
 
essa solidão terrível através da qual a nossa trêmula percepção
 
observa, além dos limites do mundo, esse abismo frio e
 
exânime. Busquei-o, finalmente, porque vi na união do amor,
 
numa miniatura mística, algo que prefigurava a visão que os
15
santos e os poetas imaginavam. Eis o que busquei e, embora
 
isso possa parecer demasiado bom para vida humana, foi isso
 
que - afinal - encontrei.
 
Com paixão igual, busquei o conhecimento. Eu queria
 
compreender o coração dos homens. Gostaria de saber por que
20
cintilam as estrelas. E procurei apreender a força pitagórica pela
 
qual o número permanece acima do fluxo dos acontecimentos.
 
Um pouco disto, mas não muito, eu o consegui.
 
Amor e conhecimento, até o ponto em que são possíveis,
 
conduzem para o alto, rumo ao céu. Mas a piedade sempre me
25
trazia de volta à terra. Ecos de gritos de dor ecoavam em meu
 
coração. Crianças famintas, vítimas torturadas por opressores,
 
velhos desvalidos a constituir um fardo para seus filhos, e todo
 
o mundo de solidão, pobreza e sofrimentos, convertem numa
 
irrisão o que deveria de ser a vida humana. Anseio por aliviar o
30
mal, mas não posso, e também sofro.
 
Eis o que tem sido a minha vida. Tenho-a considerado
 
digna de ser vivida e, de bom grado, tornaria a vivê-la, se me
 
fosse dada tal oportunidade.
(Bertrand Russel. Autobiografia. Rio de Janeiro: Civilização Brasileira, 1967.)
No início do texto, o autor faz um emprego formal e incomum da linguagem na passagem “governaram- me a vida:” (1°§). Considerando-se o contexto, a construção em questão equivaleria, semanticamente, à seguinte reescritura:

Questão 4

SES-PR 2016 - IBFC - Administrador
1
Três paixões, simples, mas irresistivelmente fortes,
 
govemaram-me a vida: o anseio de amor, a busca do
 
conhecimento e a dolorosa piedade pelo sofrimento da
 
humanidade. Tais paixões, como grandes vendavais, impeliram-
5
me para aqui e acolá, em curso instável, por sobre profundo
 
oceano de angústia, chegando às raias do desespero.
 
Busquei, primeiro, o amor, porque ele produz êxtase
 
- um êxtase tão grande que, não raro, eu sacrificava todo o
 
resto da minha vida por umas poucas horas dessa alegria.
10
Ambicionava-o, ainda, porque o amor nos liberta da solidão -
 
essa solidão terrível através da qual a nossa trêmula percepção
 
observa, além dos limites do mundo, esse abismo frio e
 
exânime. Busquei-o, finalmente, porque vi na união do amor,
 
numa miniatura mística, algo que prefigurava a visão que os
15
santos e os poetas imaginavam. Eis o que busquei e, embora
 
isso possa parecer demasiado bom para vida humana, foi isso
 
que - afinal - encontrei.
 
Com paixão igual, busquei o conhecimento. Eu queria
 
compreender o coração dos homens. Gostaria de saber por que
20
cintilam as estrelas. E procurei apreender a força pitagórica pela
 
qual o número permanece acima do fluxo dos acontecimentos.
 
Um pouco disto, mas não muito, eu o consegui.
 
Amor e conhecimento, até o ponto em que são possíveis,
 
conduzem para o alto, rumo ao céu. Mas a piedade sempre me
25
trazia de volta à terra. Ecos de gritos de dor ecoavam em meu
 
coração. Crianças famintas, vítimas torturadas por opressores,
 
velhos desvalidos a constituir um fardo para seus filhos, e todo
 
o mundo de solidão, pobreza e sofrimentos, convertem numa
 
irrisão o que deveria de ser a vida humana. Anseio por aliviar o
30
mal, mas não posso, e também sofro.
 
Eis o que tem sido a minha vida. Tenho-a considerado
 
digna de ser vivida e, de bom grado, tornaria a vivê-la, se me
 
fosse dada tal oportunidade.
(Bertrand Russel. Autobiografia. Rio de Janeiro: Civilização Brasileira, 1967.)
O último parágrafo do texto revela a conclusão do autor sobre o tema abordado. Por meio da passagem “se me fosse dada tal oportunidade”, evidencia-se, em relação à ideia precedente, um sentido de:

Questão 5

SES-PR 2016 - IBFC - Administrador
1
Três paixões, simples, mas irresistivelmente fortes,
 
govemaram-me a vida: o anseio de amor, a busca do
 
conhecimento e a dolorosa piedade pelo sofrimento da
 
humanidade. Tais paixões, como grandes vendavais, impeliram-
5
me para aqui e acolá, em curso instável, por sobre profundo
 
oceano de angústia, chegando às raias do desespero.
 
Busquei, primeiro, o amor, porque ele produz êxtase
 
- um êxtase tão grande que, não raro, eu sacrificava todo o
 
resto da minha vida por umas poucas horas dessa alegria.
10
Ambicionava-o, ainda, porque o amor nos liberta da solidão -
 
essa solidão terrível através da qual a nossa trêmula percepção
 
observa, além dos limites do mundo, esse abismo frio e
 
exânime. Busquei-o, finalmente, porque vi na união do amor,
 
numa miniatura mística, algo que prefigurava a visão que os
15
santos e os poetas imaginavam. Eis o que busquei e, embora
 
isso possa parecer demasiado bom para vida humana, foi isso
 
que - afinal - encontrei.
 
Com paixão igual, busquei o conhecimento. Eu queria
 
compreender o coração dos homens. Gostaria de saber por que
20
cintilam as estrelas. E procurei apreender a força pitagórica pela
 
qual o número permanece acima do fluxo dos acontecimentos.
 
Um pouco disto, mas não muito, eu o consegui.
 
Amor e conhecimento, até o ponto em que são possíveis,
 
conduzem para o alto, rumo ao céu. Mas a piedade sempre me
25
trazia de volta à terra. Ecos de gritos de dor ecoavam em meu
 
coração. Crianças famintas, vítimas torturadas por opressores,
 
velhos desvalidos a constituir um fardo para seus filhos, e todo
 
o mundo de solidão, pobreza e sofrimentos, convertem numa
 
irrisão o que deveria de ser a vida humana. Anseio por aliviar o
30
mal, mas não posso, e também sofro.
 
Eis o que tem sido a minha vida. Tenho-a considerado
 
digna de ser vivida e, de bom grado, tornaria a vivê-la, se me
 
fosse dada tal oportunidade.
(Bertrand Russel. Autobiografia. Rio de Janeiro: Civilização Brasileira, 1967.)
Em “Com paixão igual. busquei o conhecimento.” (3°§), a expressão destacada cumpre, na oração em que se encontra, papel:

Questão 6

SES-PR 2016 - IBFC - Administrador
1
Três paixões, simples, mas irresistivelmente fortes,
 
govemaram-me a vida: o anseio de amor, a busca do
 
conhecimento e a dolorosa piedade pelo sofrimento da
 
humanidade. Tais paixões, como grandes vendavais, impeliram-
5
me para aqui e acolá, em curso instável, por sobre profundo
 
oceano de angústia, chegando às raias do desespero.
 
Busquei, primeiro, o amor, porque ele produz êxtase
 
- um êxtase tão grande que, não raro, eu sacrificava todo o
 
resto da minha vida por umas poucas horas dessa alegria.
10
Ambicionava-o, ainda, porque o amor nos liberta da solidão -
 
essa solidão terrível através da qual a nossa trêmula percepção
 
observa, além dos limites do mundo, esse abismo frio e
 
exânime. Busquei-o, finalmente, porque vi na união do amor,
 
numa miniatura mística, algo que prefigurava a visão que os
15
santos e os poetas imaginavam. Eis o que busquei e, embora
 
isso possa parecer demasiado bom para vida humana, foi isso
 
que - afinal - encontrei.
 
Com paixão igual, busquei o conhecimento. Eu queria
 
compreender o coração dos homens. Gostaria de saber por que
20
cintilam as estrelas. E procurei apreender a força pitagórica pela
 
qual o número permanece acima do fluxo dos acontecimentos.
 
Um pouco disto, mas não muito, eu o consegui.
 
Amor e conhecimento, até o ponto em que são possíveis,
 
conduzem para o alto, rumo ao céu. Mas a piedade sempre me
25
trazia de volta à terra. Ecos de gritos de dor ecoavam em meu
 
coração. Crianças famintas, vítimas torturadas por opressores,
 
velhos desvalidos a constituir um fardo para seus filhos, e todo
 
o mundo de solidão, pobreza e sofrimentos, convertem numa
 
irrisão o que deveria de ser a vida humana. Anseio por aliviar o
30
mal, mas não posso, e também sofro.
 
Eis o que tem sido a minha vida. Tenho-a considerado
 
digna de ser vivida e, de bom grado, tornaria a vivê-la, se me
 
fosse dada tal oportunidade.
(Bertrand Russel. Autobiografia. Rio de Janeiro: Civilização Brasileira, 1967.)
O período “Eu queria compreender o coração dos homens.” (3°§) é composto e, sobre a sua segunda oração, é correto afirmar que:

Questão 7

SES-PR 2016 - IBFC - Administrador
1
Três paixões, simples, mas irresistivelmente fortes,
 
govemaram-me a vida: o anseio de amor, a busca do
 
conhecimento e a dolorosa piedade pelo sofrimento da
 
humanidade. Tais paixões, como grandes vendavais, impeliram-
5
me para aqui e acolá, em curso instável, por sobre profundo
 
oceano de angústia, chegando às raias do desespero.
 
Busquei, primeiro, o amor, porque ele produz êxtase
 
- um êxtase tão grande que, não raro, eu sacrificava todo o
 
resto da minha vida por umas poucas horas dessa alegria.
10
Ambicionava-o, ainda, porque o amor nos liberta da solidão -
 
essa solidão terrível através da qual a nossa trêmula percepção
 
observa, além dos limites do mundo, esse abismo frio e
 
exânime. Busquei-o, finalmente, porque vi na união do amor,
 
numa miniatura mística, algo que prefigurava a visão que os
15
santos e os poetas imaginavam. Eis o que busquei e, embora
 
isso possa parecer demasiado bom para vida humana, foi isso
 
que - afinal - encontrei.
 
Com paixão igual, busquei o conhecimento. Eu queria
 
compreender o coração dos homens. Gostaria de saber por que
20
cintilam as estrelas. E procurei apreender a força pitagórica pela
 
qual o número permanece acima do fluxo dos acontecimentos.
 
Um pouco disto, mas não muito, eu o consegui.
 
Amor e conhecimento, até o ponto em que são possíveis,
 
conduzem para o alto, rumo ao céu. Mas a piedade sempre me
25
trazia de volta à terra. Ecos de gritos de dor ecoavam em meu
 
coração. Crianças famintas, vítimas torturadas por opressores,
 
velhos desvalidos a constituir um fardo para seus filhos, e todo
 
o mundo de solidão, pobreza e sofrimentos, convertem numa
 
irrisão o que deveria de ser a vida humana. Anseio por aliviar o
30
mal, mas não posso, e também sofro.
 
Eis o que tem sido a minha vida. Tenho-a considerado
 
digna de ser vivida e, de bom grado, tornaria a vivê-la, se me
 
fosse dada tal oportunidade.
(Bertrand Russel. Autobiografia. Rio de Janeiro: Civilização Brasileira, 1967.)
O título do texto, “Aquilo por que vivi”, apresenta a preposição “por” em função de uma exigência. Trata- se de uma exigência de:

Questão 8

SES-PR 2016 - IBFC - Administrador
1
Três paixões, simples, mas irresistivelmente fortes,
 
govemaram-me a vida: o anseio de amor, a busca do
 
conhecimento e a dolorosa piedade pelo sofrimento da
 
humanidade. Tais paixões, como grandes vendavais, impeliram-
5
me para aqui e acolá, em curso instável, por sobre profundo
 
oceano de angústia, chegando às raias do desespero.
 
Busquei, primeiro, o amor, porque ele produz êxtase
 
- um êxtase tão grande que, não raro, eu sacrificava todo o
 
resto da minha vida por umas poucas horas dessa alegria.
10
Ambicionava-o, ainda, porque o amor nos liberta da solidão -
 
essa solidão terrível através da qual a nossa trêmula percepção
 
observa, além dos limites do mundo, esse abismo frio e
 
exânime. Busquei-o, finalmente, porque vi na união do amor,
 
numa miniatura mística, algo que prefigurava a visão que os
15
santos e os poetas imaginavam. Eis o que busquei e, embora
 
isso possa parecer demasiado bom para vida humana, foi isso
 
que - afinal - encontrei.
 
Com paixão igual, busquei o conhecimento. Eu queria
 
compreender o coração dos homens. Gostaria de saber por que
20
cintilam as estrelas. E procurei apreender a força pitagórica pela
 
qual o número permanece acima do fluxo dos acontecimentos.
 
Um pouco disto, mas não muito, eu o consegui.
 
Amor e conhecimento, até o ponto em que são possíveis,
 
conduzem para o alto, rumo ao céu. Mas a piedade sempre me
25
trazia de volta à terra. Ecos de gritos de dor ecoavam em meu
 
coração. Crianças famintas, vítimas torturadas por opressores,
 
velhos desvalidos a constituir um fardo para seus filhos, e todo
 
o mundo de solidão, pobreza e sofrimentos, convertem numa
 
irrisão o que deveria de ser a vida humana. Anseio por aliviar o
30
mal, mas não posso, e também sofro.
 
Eis o que tem sido a minha vida. Tenho-a considerado
 
digna de ser vivida e, de bom grado, tornaria a vivê-la, se me
 
fosse dada tal oportunidade.
(Bertrand Russel. Autobiografia. Rio de Janeiro: Civilização Brasileira, 1967.)
Considerando o contexto em que está inserida, pode- se perceber que a palavra destacada em “convertem numa irrisão o que deveria de ser a vida humana” (4°§) tem o sentido de algo:

Questão 9

SES-PR 2016 - IBFC - Administrador
1
Considerando a leitura das palavras e das imagens da charge, entende-se que o título “Virtual” é justificado, sobretudo:

Questão 10

SES-PR 2016 - IBFC - Administrador
1
Ao analisar o nível de linguagem empregado na charge, é correto afirmar que se trata de um emprego:

Questão 11

SES-PR 2016 - IBFC - Administrador

» Esta questão foi anulada pela banca.
Considerando a Lei n° 13.331/2001, analise os itens abaixo que tratam da saúde ambiental e competências da direção do SUS nesse campo. A seguir assinale a alternativa correta:

I. A fiscalização das agressões ao meio ambiente que tenham repercussão sobre a saúde humana, e atuação junto aos órgãos municipais, estaduais e federais competentes para controlá-las não compete à direção do SUS.
II. A participação na formulação das políticas de saneamento básico e ambiental, juntamente com os setores específicos compete à direção do SUS.
III. A participação na execução de ações de proteção do ambiente e defesa do desenvolvimento sustentado compete à direção do SUS.

Questão 12

SES-PR 2016 - IBFC - Administrador
Tomando por base a Constituição da República Federativa do Brasil, assinale a alternativa incorreta:

Questão 13

SES-PR 2016 - IBFC - Administrador
Considerando a lei 8080/90, analise os itens abaixo e a seguir, assinale a alternativa correta:

I. Deverão ser criadas comissões permanentes de integração entre os serviços de saúde e as instituições de ensino profissional e superior
II. Quando as suas disponibilidades forem insuficientes para garantir a cobertura assistencial à população de uma determinada área, o Sistema Único de Saúde-SUS poderá recorrer aos serviços ofertados pela iniciativa privada.
III. Os servidores que legalmente acumulam dois cargos ou empregos poderão exercer suas atividades em mais de um estabelecimento do Sistema Único de Saúde-SUS.

Questão 14

SES-PR 2016 - IBFC - Administrador
O Decreto n° 7.508, de 28 de junho de 2011 regulamenta a Lei n° 8.080, de 19 de setembro de 1990, para dispor sobre a organização do Sistema Único de Saúde - SUS, o planejamento da saúde, a assistência à saúde e a articulação interfederativa, e dá outras providências.
Essa legislação define que para ser instituída, a Região de Saúde deve conter, no mínimo, ações e serviços, entre os quais não se inclui:

Questão 15

SES-PR 2016 - IBFC - Administrador
Quanto ao direito à vida e à saúde, previsto no estatuto da criança e do adolescente, analise os itens abaixo e a seguir, assinale a alternativa correta:

I. O poder público, as instituições e os empregadores propiciarão condições adequadas ao aleitamento materno, inclusive aos filhos de mães submetidas a medida privativa de liberdade.
II. Os estabelecimentos de atendimento à saúde deverão proporcionar condições para a permanência em tempo integral de um dos pais ou responsável, nos casos de internação de criança e em pelo menos meio período nos casos de intenação de adolescente.
III. Incumbe ao poder público fornecer gratuitamente àqueles que necessitarem os medicamentos, próteses e outros recursos relativos ao tratamento, habilitação ou reabilitação.

Questão 16

SES-PR 2016 - IBFC - Administrador
Sobre Ética e Cidadania, analise as sentenças abaixo e assinale a alternativa correta:

1ª: O servidor público não poderá jamais desprezar o elemento ético de sua conduta. Assim, não terá que decidir somente entre o legal e o ilegal, o justo e o injusto, o conveniente e o inconveniente, o oportuno e o inoportuno, mas principalmente entre o honesto e o desonesto
2ª: Cidadania é o exercício dos direitos e deveres civis, políticos e sociais estabelecidos pela Constituição Federal

Questão 17

SES-PR 2016 - IBFC - Administrador

» Esta questão foi anulada pela banca.
Quanto à acumulação de cargos, empregos e funções públicas, analise os itens abaixo e a seguir, assinale a alternativa correta:

I. É hipótese de acumulação constitucionalmente autorizada a de dois cargos de professor.
II. É hipótese de acumulação constitucionalmente autorizada a de dois cargos ou empregos privativos de profissionais de saúde, com profissões regulamentadas
III. A de um cargo de vereador com outro cargo, emprego ou função pública

Questão 18

SES-PR 2016 - IBFC - Administrador
A fórmula a ser aplicada em uma planilha eletrônica para calcular o preço final de um produto, em que o valor original está na célula A1, e que teve um aumento de 11%, deverá ser:

Questão 19

SES-PR 2016 - IBFC - Administrador
Assinale, das alternativas abaixo, a única que NÃO identifica corretamente um tradicional dispositivo de rede de computadores:

Questão 20

SES-PR 2016 - IBFC - Administrador
Identifique a alternativa abaixo com o início do endereço da Internet que estabelece que um site é seguro, normalmente usado em sites que exigem transações financeiras na Web:

Questão 21

SES-PR 2016 - IBFC - Administrador
A motivação humana está entre os fatores internos e externos e que influenciam no comportamento. Este é explicado pelo ciclo motivacional, que se completa com a satisfação, frustração ou compensação das necessidades humanas. No método de Herzberg há fatores motivacionais e higiênicos. Assinale a alternativa abaixo que contém um fator motivacional.

Questão 22

SES-PR 2016 - IBFC - Administrador
Assinale a alternativa que preenche corretamente a lacuna a seguir. As reações estabelecidas pelos indivíduos com relação à motivação determinam o termo chamado_________________________ .

Questão 23

SES-PR 2016 - IBFC - Administrador
Leia as afirmações a seguir e assinale a alternativa correta.

I. A organização é o ponto de convergência dos fatores de produção com eficiência e eficácia.
II. A organização é um empreendimento social do qual se reúnem vários recursos para que determinados objetivos sejam atingidos.

Questão 24

SES-PR 2016 - IBFC - Administrador
Sobre a atuação da Administração dos Recursos Humanos nas organizações, assinale a alternativa incorreta.

Questão 25

SES-PR 2016 - IBFC - Administrador
Existem vários métodos de avaliação de desempenho de um funcionário em uma organização. Sobre esse assunto leia as afirmações abaixo e assinale a alternativa correta.

I. O método dos Incidentes Críticos trata de um sistema baseado em um gráfico de dupla entrada, apresentando nas linhas os fatores de avaliação do desempenho e nas colunas o grau de satisfação.
II. O método da Escolha Forçada é o método desenvolvido por especialistas das Forças Armadas Americanas e baseia-se no fato de que no comportamento humano existem características externas capazes de levar a resultado positivo ou negativo.

Questão 26

SES-PR 2016 - IBFC - Administrador
A Administração de Salários é um conjunto de normas e procedimentos que visam estabelecer e/ ou manter estruturas de salários equitativas e justas na organização, tanto a nível interno como externo.
A recompensa que o indivíduo recebe como retorno pela execução de tarefas organizacionais chama- se compensação. Assinale abaixo um exemplo de compensação financeira direta.

Questão 27

SES-PR 2016 - IBFC - Administrador
Higiene e Medicina do Trabalho é a área que se preocupa com a preservação da saúde dos funcionários e com a manutenção de condições de trabalho higiênicas e saudáveis, objetivando a qualidade da saúde e da vida dos funcionários. Para alcançar esses objetivos a Higiene e Medicina do Trabalho é responsável pelos aspectos relacionados abaixo, exceto o que está na alternativa:

Questão 28

SES-PR 2016 - IBFC - Administrador
Leia as afirmações abaixo sobre Modelo Patrimonial de Administração Pública e assinale a alternativa correta.

I. A compreensão do modelo patrimonial de administração pública requer a retomada de um fundamento da dominação tradicional: a piedade pessoal.
II. Na dominação tradicional, a reverência ao soberano garante a legitimidade das regras instituídas por ele.
Prevalece entre os subjugados a noção de que tal autonomia não é limitada por forças concorrentes, o que possibilita o exercício pessoal e arbitrário do poder.

Questão 29

SES-PR 2016 - IBFC - Administrador
Assinale a alternativa que preenche corretamente a lacuna a seguir.____________________, lógica gerencial que dá forma à dominação racional-legal, apoia- se em competências oficiais, ordenadas por leis ou regulamentos administrativos que são instituídos por autoridades.

Questão 30

SES-PR 2016 - IBFC - Administrador
No Brasil, a reforma administrativa do setor público iniciou-se durante o primeiro mandato do presidente Fernando Henrique Cardoso. Sobre essa nova administração pública gerencial, leia as afirmações abaixo e assinale a alternativa correta.

I. A Administração Pública Gerencial promoveu a revisão das atribuições estatais e prezou pela eficiência do setor público. No entanto, premissas do modelo burocrático foram preservadas como a impessoalidade, a meritocracia e a fidelidade às prescrições de cargos e regulamentos.
II. Com a Administração Pública Gerencial melhorias estruturais, gerenciais e orçamentárias foram obtidas, todavia, descompassos entre o discurso e a prática foram observados, principalmente em relação à participação popular e ao controle social democrático.

Questão 31

SES-PR 2016 - IBFC - Administrador
Leia as afirmações abaixo e assinale a alternativa correta.

I. As relações entre sociedade e Estado são o foco da administração pública societal e de sua abordagem de gestão.
II. A gestão social deve favorecer a inclusão de segmentos populares em rotinas públicas e, ainda, servir de referencial para os arranjos institucionais contemporâneos, concebidos para viabilizar o diálogo entre cidadãos, servidores públicos e governantes.

Questão 32

SES-PR 2016 - IBFC - Administrador
A proposta de Administração Pública Gerencial contempla o foco no cidadão e possui as características abaixo, exceto a que está na alternativa:

Questão 33

SES-PR 2016 - IBFC - Administrador
Projeto é um esforço temporário empreendido para criar um produto, serviço ou resultado exclusivo.
Dentre as alternativas abaixo assinale a alternativa que não contém uma característica de um projeto.

Questão 34

SES-PR 2016 - IBFC - Administrador
Leia as afirmações abaixo e assinale a alternativa correta.

I. Gerenciamento de projetos é a aplicação do conhecimento, habilidades, ferramentas e técnicas às atividades do projeto para atender aos seus requisitos.
II. O gerenciamento de projetos é realizado através da aplicação e integração apropriadas dos 47 processos de gerenciamento de projetos, agrupados em 5 grupos de processos.

Questão 35

SES-PR 2016 - IBFC - Administrador
Leia as afirmações abaixo e assinale a alternativa correta.

I. Os projetos são frequentemente utilizados como um meio de direta ou indiretamente alcançar os objetivos do plano estratégico de uma organização.
II. Os projetos fornecem um feedback aos programas e portfólios através de relatórios de progresso, lições aprendidas e solicitações de mudanças que podem identificar os impactos em outros projetos, programas ou portfólios.

Questão 36

SES-PR 2016 - IBFC - Administrador
A cultura organizacional é moldada pelas experiências comuns dos membros da organização, e a maioria das organizações desenvolve culturas únicas ao longo do tempo através da prática e uso comum. Essas experiências incluem os itens relacionados abaixo, exceto o que está na alternativa.

Questão 37

SES-PR 2016 - IBFC - Administrador
1
A lei 8.666/93 estabelece normas gerais sobre licitações
 
e contratos administrativos pertinentes a obras,
 
serviços, inclusive de publicidade, compras, alienações
 
e locações no âmbito dos poderes da União, dos
5
Estados, do Distrito Federal e dos Municípios.
Sobre a lei 8.666/93, assinale a alternativa que completa corretamente a lacuna.___________ é toda transferência de domínio de bens a terceiros.

Questão 38

SES-PR 2016 - IBFC - Administrador
1
A lei 8.666/93 estabelece normas gerais sobre licitações
 
e contratos administrativos pertinentes a obras,
 
serviços, inclusive de publicidade, compras, alienações
 
e locações no âmbito dos poderes da União, dos
5
Estados, do Distrito Federal e dos Municípios.
Baseando-se na lei 8.666/93 leia as afirmações abaixo e assinale a alternativa correta.

I. Comissão, permanente ou especial, é criada pela Administração com a finalidade de receber, examinar e julgar todos os documentos e procedimentos relativos às licitações e ao cadastramento dos licitantes.
II. Sistemas de tecnologia de informação e comunicação estratégicos são bens e serviços de tecnologia da informação e comunicação cuja continuidade provoque dano significativo à administração pública e que envolvam pelo menos um dos seguintes requisitos relacionados às informações críticas: disponibilidade, confiabilidade, segurança e confidencialidade.

Questão 39

SES-PR 2016 - IBFC - Administrador
1
A lei 8.666/93 estabelece normas gerais sobre licitações
 
e contratos administrativos pertinentes a obras,
 
serviços, inclusive de publicidade, compras, alienações
 
e locações no âmbito dos poderes da União, dos
5
Estados, do Distrito Federal e dos Municípios.
Segundo a lei 8.666/93 leia as afirmações sobre compras e assinale a alternativa correta.

I. As compras, sempre que possível, deverão atender ao princípio da padronização, que imponha compatibilidade de especificações técnicas e de desempenho, observadas, quando for o caso, as condições de manutenção, assistência técnica e garantias oferecidas.
II. As compras, sempre que possível, deverão ser processadas através do sistema de registro de preço.

Questão 40

SES-PR 2016 - IBFC - Administrador
1
A lei 8.666/93 estabelece normas gerais sobre licitações
 
e contratos administrativos pertinentes a obras,
 
serviços, inclusive de publicidade, compras, alienações
 
e locações no âmbito dos poderes da União, dos
5
Estados, do Distrito Federal e dos Municípios.
Segundo a lei 8.666/93 há várias modalidades de licitação. Sobre essas modalidades, assinale a alternativa correta.



Provas de Concursos » Ibfc 2016