×
×
UNESP 2008 UNESP 2010 UNESP 2012 UNESP 2015 UNESP 2019

UNESP 2013

Agente de Vigilância e Recepção

Questão 1

UNESP 2013 - VUNESP - Agente de Vigilância e Recepção
1
Hora do rush de terça-feira. Pessoas se aglomeram na plata-
 
forma de embarque da estação Ana Rosa, linha1 – azul do metrô.
 
Trens vão e vêm, mas elas continuam ali. Querem ver a Banda
 
dos Seguranças do Metrô tocar.
5
Em uma hora de show, o conjunto, formado há dez meses
 
e vestindo o uniforme de trabalho, dedica-se à interpretação de
 
Zeca Pagodinho a Queen*. “Variamos o repertório para agradar
 
todo mundo”, diz Wagner Tadeu da Silva Júnior, 34, que toca ca-
 
vaquinho e violão. Além dele, outros oito seguranças de diversas
10
estações participam do grupo.
 
O conjunto surgiu depois que alguns dos integrantes se apre-
 
sentaram em um asilo como parte de uma ação voluntária. Per-
 
ceberam a afinidade no palco e resolveram montar a banda, cujos
 
shows ocorrem dentro das estações, fora do horário de trabalho.
15
O Metrô garante o espaço para ensaios e os equipamentos.
 
A primeira apresentação ocorreu em fevereiro, na Sé. A ideia
 
foi bem recebida e o Metrô decidiu agendar shows mensais, ao
 
final da tarde – horário estratégico para atrair público e desafo-
 
gar os vagões. O próximo será na Palmeiras-Barra Funda.
20
Uma semana antes, nove estações recebem o
 
Sounderground, festival internacional com músicos habituados
 
a tocar no metrô. Entretanto, apesar da receptividade do grupo
 
paulistano, nenhum dos seguranças pensa em largar o serviço
 
para buscar a fama. O vocalista Ivan chegou a ser chamado por
25
um programa, mas preferiu a estabilidade do emprego.
 
Na hora de subir no palco, eles deixam de lado algemas e co-
 
letes à prova de balas. “Esse é um projeto que ajuda a aproximar
 
o usuário do funcionário do metrô”, diz o chefe do departamento
 
de segurança da empresa, Rubens Menezes. “É uma ideia que
30
quebra o paradigma do uniforme preto.”
 
*Banda de rock britânica
(Renata Miranda, revista São Paulo, 21 a 27.10.2012. Adaptado)
Pela leitura do texto, é correto afirmar que

Questão 2

UNESP 2013 - VUNESP - Agente de Vigilância e Recepção
1
Hora do rush de terça-feira. Pessoas se aglomeram na plata-
 
forma de embarque da estação Ana Rosa, linha1 – azul do metrô.
 
Trens vão e vêm, mas elas continuam ali. Querem ver a Banda
 
dos Seguranças do Metrô tocar.
5
Em uma hora de show, o conjunto, formado há dez meses
 
e vestindo o uniforme de trabalho, dedica-se à interpretação de
 
Zeca Pagodinho a Queen*. “Variamos o repertório para agradar
 
todo mundo”, diz Wagner Tadeu da Silva Júnior, 34, que toca ca-
 
vaquinho e violão. Além dele, outros oito seguranças de diversas
10
estações participam do grupo.
 
O conjunto surgiu depois que alguns dos integrantes se apre-
 
sentaram em um asilo como parte de uma ação voluntária. Per-
 
ceberam a afinidade no palco e resolveram montar a banda, cujos
 
shows ocorrem dentro das estações, fora do horário de trabalho.
15
O Metrô garante o espaço para ensaios e os equipamentos.
 
A primeira apresentação ocorreu em fevereiro, na Sé. A ideia
 
foi bem recebida e o Metrô decidiu agendar shows mensais, ao
 
final da tarde – horário estratégico para atrair público e desafo-
 
gar os vagões. O próximo será na Palmeiras-Barra Funda.
20
Uma semana antes, nove estações recebem o
 
Sounderground, festival internacional com músicos habituados
 
a tocar no metrô. Entretanto, apesar da receptividade do grupo
 
paulistano, nenhum dos seguranças pensa em largar o serviço
 
para buscar a fama. O vocalista Ivan chegou a ser chamado por
25
um programa, mas preferiu a estabilidade do emprego.
 
Na hora de subir no palco, eles deixam de lado algemas e co-
 
letes à prova de balas. “Esse é um projeto que ajuda a aproximar
 
o usuário do funcionário do metrô”, diz o chefe do departamento
 
de segurança da empresa, Rubens Menezes. “É uma ideia que
30
quebra o paradigma do uniforme preto.”
 
*Banda de rock britânica
(Renata Miranda, revista São Paulo, 21 a 27.10.2012. Adaptado)
Segundo o chefe do departamento de segurança, a banda É uma ideia que quebra o paradigma do uniforme preto.

A expressão em destaque significa que a banda

Questão 3

UNESP 2013 - VUNESP - Agente de Vigilância e Recepção
1
Hora do rush de terça-feira. Pessoas se aglomeram na plata-
 
forma de embarque da estação Ana Rosa, linha1 – azul do metrô.
 
Trens vão e vêm, mas elas continuam ali. Querem ver a Banda
 
dos Seguranças do Metrô tocar.
5
Em uma hora de show, o conjunto, formado há dez meses
 
e vestindo o uniforme de trabalho, dedica-se à interpretação de
 
Zeca Pagodinho a Queen*. “Variamos o repertório para agradar
 
todo mundo”, diz Wagner Tadeu da Silva Júnior, 34, que toca ca-
 
vaquinho e violão. Além dele, outros oito seguranças de diversas
10
estações participam do grupo.
 
O conjunto surgiu depois que alguns dos integrantes se apre-
 
sentaram em um asilo como parte de uma ação voluntária. Per-
 
ceberam a afinidade no palco e resolveram montar a banda, cujos
 
shows ocorrem dentro das estações, fora do horário de trabalho.
15
O Metrô garante o espaço para ensaios e os equipamentos.
 
A primeira apresentação ocorreu em fevereiro, na Sé. A ideia
 
foi bem recebida e o Metrô decidiu agendar shows mensais, ao
 
final da tarde – horário estratégico para atrair público e desafo-
 
gar os vagões. O próximo será na Palmeiras-Barra Funda.
20
Uma semana antes, nove estações recebem o
 
Sounderground, festival internacional com músicos habituados
 
a tocar no metrô. Entretanto, apesar da receptividade do grupo
 
paulistano, nenhum dos seguranças pensa em largar o serviço
 
para buscar a fama. O vocalista Ivan chegou a ser chamado por
25
um programa, mas preferiu a estabilidade do emprego.
 
Na hora de subir no palco, eles deixam de lado algemas e co-
 
letes à prova de balas. “Esse é um projeto que ajuda a aproximar
 
o usuário do funcionário do metrô”, diz o chefe do departamento
 
de segurança da empresa, Rubens Menezes. “É uma ideia que
30
quebra o paradigma do uniforme preto.”
 
*Banda de rock britânica
(Renata Miranda, revista São Paulo, 21 a 27.10.2012. Adaptado)
Analise os trechos do texto e assinale a alternativa em que ocorre a ideia de oposição.

Questão 4

UNESP 2013 - VUNESP - Agente de Vigilância e Recepção
1
Hora do rush de terça-feira. Pessoas se aglomeram na plata-
 
forma de embarque da estação Ana Rosa, linha1 – azul do metrô.
 
Trens vão e vêm, mas elas continuam ali. Querem ver a Banda
 
dos Seguranças do Metrô tocar.
5
Em uma hora de show, o conjunto, formado há dez meses
 
e vestindo o uniforme de trabalho, dedica-se à interpretação de
 
Zeca Pagodinho a Queen*. “Variamos o repertório para agradar
 
todo mundo”, diz Wagner Tadeu da Silva Júnior, 34, que toca ca-
 
vaquinho e violão. Além dele, outros oito seguranças de diversas
10
estações participam do grupo.
 
O conjunto surgiu depois que alguns dos integrantes se apre-
 
sentaram em um asilo como parte de uma ação voluntária. Per-
 
ceberam a afinidade no palco e resolveram montar a banda, cujos
 
shows ocorrem dentro das estações, fora do horário de trabalho.
15
O Metrô garante o espaço para ensaios e os equipamentos.
 
A primeira apresentação ocorreu em fevereiro, na Sé. A ideia
 
foi bem recebida e o Metrô decidiu agendar shows mensais, ao
 
final da tarde – horário estratégico para atrair público e desafo-
 
gar os vagões. O próximo será na Palmeiras-Barra Funda.
20
Uma semana antes, nove estações recebem o
 
Sounderground, festival internacional com músicos habituados
 
a tocar no metrô. Entretanto, apesar da receptividade do grupo
 
paulistano, nenhum dos seguranças pensa em largar o serviço
 
para buscar a fama. O vocalista Ivan chegou a ser chamado por
25
um programa, mas preferiu a estabilidade do emprego.
 
Na hora de subir no palco, eles deixam de lado algemas e co-
 
letes à prova de balas. “Esse é um projeto que ajuda a aproximar
 
o usuário do funcionário do metrô”, diz o chefe do departamento
 
de segurança da empresa, Rubens Menezes. “É uma ideia que
30
quebra o paradigma do uniforme preto.”
 
*Banda de rock britânica
(Renata Miranda, revista São Paulo, 21 a 27.10.2012. Adaptado)
Considere o trecho a seguir.

O metrô paulistano, quem a banda recebe apoio, garante o espaço para ensaios e os equipamentos; e a estabilidade no emprego, vantagem que muitos trabalhadores sonham, é o que leva os integrantes do grupo a permanecerem na instituição.

As preposições que preenchem o trecho, correta, respectivamente e de acordo com a norma-padrão, são:

Questão 5

UNESP 2013 - VUNESP - Agente de Vigilância e Recepção
Suponha-se que o cartaz a seguir seja utilizado para informar os usuários sobre o festival Sounderground.


Para que o texto atenda à norma-padrão, devem-se preencher as lacunas, correta e respectivamente, com as expressões

Questão 6

UNESP 2013 - VUNESP - Agente de Vigilância e Recepção
O sinal indicativo de crase está correto em:

Questão 7

UNESP 2013 - VUNESP - Agente de Vigilância e Recepção
1
(Adão, Folha de S. Paulo, 19.06.2011)
Observando a tirinha, pode-se afirmar que o termo atropelada foi empregado em sentido

Questão 8

UNESP 2013 - VUNESP - Agente de Vigilância e Recepção
1
(Adão, Folha de S. Paulo, 19.06.2011)
De acordo com a norma-padrão, no segundo quadrinho, em lugar de – Há anos eu não tinha nenhuma ruga... – a esposa poderia ter dito:

Questão 9

UNESP 2013 - VUNESP - Agente de Vigilância e Recepção
1
Repetidos episódios de violência têm sido noticiados nas
 
últimas semanas. Dois que chamam a atenção, pela banalidade
 
com que foram cometidos, estão gerando ainda uma série de
 
repercussões.
5
Em Natal, um garoto de 19 anos quebrou o braço da estudan-
 
te de direito R.D., 19, em plena balada, porque ela teria recusado
 
um beijo. O suposto agressor já responde a uma ação penal, por
 
agressão, movida por sua ex-mulher.
 
No mesmo final de semana, dois amigos que saíam de uma
10
boate em São Paulo também foram atacados por dois jovens que
 
estavam na mesma balada, e um dos agredidos teve a perna fra-
 
turada.
 
Esses dois jovens teriam tentado se aproximar, sem sucesso,
 
de duas garotas que eram amigas dos rapazes que saíam da boate.
15
Um dos suspeitos do ataque alega que tudo não passou de
 
um engano e que o rapaz teria fraturado a perna ao cair no chão.
 
Curiosamente, também é possível achar um blog que diz que
 
R.D., em Natal, foi quem atacou o jovem e que seu braço se que-
 
brou ao cair no chão.
20
Em ambos os casos, as câmeras dos estabelecimentos feliz-
 
mente comprovam os acontecimentos, e testemunhas vão ajudar
 
a polícia na investigação.
 
O fato é que é difícil acreditar que tanta gente ande se que-
 
brando por aí ao cair no chão, não é mesmo? As agressões d evem
25
ser rigorosamente apuradas e, se houver culpados, que eles sejam
 
julgados e condenados.
 
A impunidade é um dos motores da onda de violência que
 
temos visto. O machismo e o preconceito são outros. O perfil
 
impulsivo de alguns jovens (amplificado pela bebida e por outras
30
substâncias) completa o mecanismo que gera agressões.
 
Sem interferir nesses elementos, a situação não vai mudar.
 
Maior rigor da justiça, educação para a convivência com o outro,
 
aumento da tolerância à própria frustração e melhor controle
 
s obre os impulsos (é normal levar um “não”, gente!) são alguns
35
dos caminhos.
(Jairo Bouer, Folha de S.Paulo, 24.10.2011. Adaptado)
Com base nas informações do texto, é correto concluir que

Questão 10

UNESP 2013 - VUNESP - Agente de Vigilância e Recepção
1
Repetidos episódios de violência têm sido noticiados nas
 
últimas semanas. Dois que chamam a atenção, pela banalidade
 
com que foram cometidos, estão gerando ainda uma série de
 
repercussões.
5
Em Natal, um garoto de 19 anos quebrou o braço da estudan-
 
te de direito R.D., 19, em plena balada, porque ela teria recusado
 
um beijo. O suposto agressor já responde a uma ação penal, por
 
agressão, movida por sua ex-mulher.
 
No mesmo final de semana, dois amigos que saíam de uma
10
boate em São Paulo também foram atacados por dois jovens que
 
estavam na mesma balada, e um dos agredidos teve a perna fra-
 
turada.
 
Esses dois jovens teriam tentado se aproximar, sem sucesso,
 
de duas garotas que eram amigas dos rapazes que saíam da boate.
15
Um dos suspeitos do ataque alega que tudo não passou de
 
um engano e que o rapaz teria fraturado a perna ao cair no chão.
 
Curiosamente, também é possível achar um blog que diz que
 
R.D., em Natal, foi quem atacou o jovem e que seu braço se que-
 
brou ao cair no chão.
20
Em ambos os casos, as câmeras dos estabelecimentos feliz-
 
mente comprovam os acontecimentos, e testemunhas vão ajudar
 
a polícia na investigação.
 
O fato é que é difícil acreditar que tanta gente ande se que-
 
brando por aí ao cair no chão, não é mesmo? As agressões d evem
25
ser rigorosamente apuradas e, se houver culpados, que eles sejam
 
julgados e condenados.
 
A impunidade é um dos motores da onda de violência que
 
temos visto. O machismo e o preconceito são outros. O perfil
 
impulsivo de alguns jovens (amplificado pela bebida e por outras
30
substâncias) completa o mecanismo que gera agressões.
 
Sem interferir nesses elementos, a situação não vai mudar.
 
Maior rigor da justiça, educação para a convivência com o outro,
 
aumento da tolerância à própria frustração e melhor controle
 
s obre os impulsos (é normal levar um “não”, gente!) são alguns
35
dos caminhos.
(Jairo Bouer, Folha de S.Paulo, 24.10.2011. Adaptado)
Em – Repetidos episódios de violência têm sido noticiados nas últimas semanas. Dois que chamam a atenção, pela banalidade com que foram cometidos, estão gerando ainda uma série de repercussões., – os termos em destaque podem ser substituídos, correta, respectivamente e sem alteração do sentido do texto, por:

Questão 11

UNESP 2013 - VUNESP - Agente de Vigilância e Recepção
1
Repetidos episódios de violência têm sido noticiados nas
 
últimas semanas. Dois que chamam a atenção, pela banalidade
 
com que foram cometidos, estão gerando ainda uma série de
 
repercussões.
5
Em Natal, um garoto de 19 anos quebrou o braço da estudan-
 
te de direito R.D., 19, em plena balada, porque ela teria recusado
 
um beijo. O suposto agressor já responde a uma ação penal, por
 
agressão, movida por sua ex-mulher.
 
No mesmo final de semana, dois amigos que saíam de uma
10
boate em São Paulo também foram atacados por dois jovens que
 
estavam na mesma balada, e um dos agredidos teve a perna fra-
 
turada.
 
Esses dois jovens teriam tentado se aproximar, sem sucesso,
 
de duas garotas que eram amigas dos rapazes que saíam da boate.
15
Um dos suspeitos do ataque alega que tudo não passou de
 
um engano e que o rapaz teria fraturado a perna ao cair no chão.
 
Curiosamente, também é possível achar um blog que diz que
 
R.D., em Natal, foi quem atacou o jovem e que seu braço se que-
 
brou ao cair no chão.
20
Em ambos os casos, as câmeras dos estabelecimentos feliz-
 
mente comprovam os acontecimentos, e testemunhas vão ajudar
 
a polícia na investigação.
 
O fato é que é difícil acreditar que tanta gente ande se que-
 
brando por aí ao cair no chão, não é mesmo? As agressões d evem
25
ser rigorosamente apuradas e, se houver culpados, que eles sejam
 
julgados e condenados.
 
A impunidade é um dos motores da onda de violência que
 
temos visto. O machismo e o preconceito são outros. O perfil
 
impulsivo de alguns jovens (amplificado pela bebida e por outras
30
substâncias) completa o mecanismo que gera agressões.
 
Sem interferir nesses elementos, a situação não vai mudar.
 
Maior rigor da justiça, educação para a convivência com o outro,
 
aumento da tolerância à própria frustração e melhor controle
 
s obre os impulsos (é normal levar um “não”, gente!) são alguns
35
dos caminhos.
(Jairo Bouer, Folha de S.Paulo, 24.10.2011. Adaptado)
Assinale a alternativa cuja expressão em destaque apresenta circunstância abverbial de modo.

Questão 12

UNESP 2013 - VUNESP - Agente de Vigilância e Recepção
1
Repetidos episódios de violência têm sido noticiados nas
 
últimas semanas. Dois que chamam a atenção, pela banalidade
 
com que foram cometidos, estão gerando ainda uma série de
 
repercussões.
5
Em Natal, um garoto de 19 anos quebrou o braço da estudan-
 
te de direito R.D., 19, em plena balada, porque ela teria recusado
 
um beijo. O suposto agressor já responde a uma ação penal, por
 
agressão, movida por sua ex-mulher.
 
No mesmo final de semana, dois amigos que saíam de uma
10
boate em São Paulo também foram atacados por dois jovens que
 
estavam na mesma balada, e um dos agredidos teve a perna fra-
 
turada.
 
Esses dois jovens teriam tentado se aproximar, sem sucesso,
 
de duas garotas que eram amigas dos rapazes que saíam da boate.
15
Um dos suspeitos do ataque alega que tudo não passou de
 
um engano e que o rapaz teria fraturado a perna ao cair no chão.
 
Curiosamente, também é possível achar um blog que diz que
 
R.D., em Natal, foi quem atacou o jovem e que seu braço se que-
 
brou ao cair no chão.
20
Em ambos os casos, as câmeras dos estabelecimentos feliz-
 
mente comprovam os acontecimentos, e testemunhas vão ajudar
 
a polícia na investigação.
 
O fato é que é difícil acreditar que tanta gente ande se que-
 
brando por aí ao cair no chão, não é mesmo? As agressões d evem
25
ser rigorosamente apuradas e, se houver culpados, que eles sejam
 
julgados e condenados.
 
A impunidade é um dos motores da onda de violência que
 
temos visto. O machismo e o preconceito são outros. O perfil
 
impulsivo de alguns jovens (amplificado pela bebida e por outras
30
substâncias) completa o mecanismo que gera agressões.
 
Sem interferir nesses elementos, a situação não vai mudar.
 
Maior rigor da justiça, educação para a convivência com o outro,
 
aumento da tolerância à própria frustração e melhor controle
 
s obre os impulsos (é normal levar um “não”, gente!) são alguns
35
dos caminhos.
(Jairo Bouer, Folha de S.Paulo, 24.10.2011. Adaptado)
No trecho, – Em ambos os casos, as câmeras dos estabelecimentos felizmente comprovam os acontecimentos, e testemunhas vão ajudar a polícia na investigação., – de acordo com a norma-padrão, os pronomes que substituem, corretamente, os termos em destaque são:

Questão 13

UNESP 2013 - VUNESP - Agente de Vigilância e Recepção
Assinale a alternativa em que o verbo foi empregado corretamente.

Questão 14

UNESP 2013 - VUNESP - Agente de Vigilância e Recepção
Considere a tirinha em que se vê Honi conversando com seu n amorado Lute.

É correto afirmar que a expressão contanto que estabelece entre as ideias relação de

Questão 15

UNESP 2013 - VUNESP - Agente de Vigilância e Recepção
Assinale a frase correta quanto à concordância verbal e nominal.

Questão 16

UNESP 2013 - VUNESP - Agente de Vigilância e Recepção
Antônio e Pedro compraram uma caixa de esfihas e consumiram, respectivamente, 2/5 e 1/3 do total de esfihas da caixa. Pouco depois, encontraram Carlos, que comeu 3/4 do que havia restado, ficando ainda duas esfihas na caixa. O total de esfihas contidas na caixa comprada por Antônio e Pedro era

Questão 17

UNESP 2013 - VUNESP - Agente de Vigilância e Recepção
No pátio de uma empresa, há três terminais de carga: A, B e C de onde partem caminhões, sem interrupções, a cada 30 minutos, 50 minutos e 40 minutos, respectivamente. Se às 8h da manhã havia um caminhão partindo de cada terminal, isso irá ocorrer novamente às

Questão 18

UNESP 2013 - VUNESP - Agente de Vigilância e Recepção
Para envernizar madeiras, um pintor dilui o verniz colocando 150 mL de solvente para cada 900 mL de verniz. Se para realizar determinado serviço foram gastos 35 litros de verniz diluído (verniz + solvente), então a quantidade de solvente utilizada, em litros, foi

Questão 19

UNESP 2013 - VUNESP - Agente de Vigilância e Recepção
Em uma empresa, uma máquina produz 300 peças por minuto e leva 4 horas para produzir um lote completo de peças. Após reformar essa máquina, ela passou a produzir 450 peças por minuto. Nessas condições, o tempo necessário para produzir um lote completo será de

Questão 20

UNESP 2013 - VUNESP - Agente de Vigilância e Recepção
Do total de empregados contratados por uma firma, 20% foram demitidos no 1.º mês de serviço e 5% dos demais contratados foram demitidos no 2.º mês de serviço. Em relação ao número total de empregados contratados, o número de demitidos nos dois primeiros meses representa uma porcentagem de

Questão 21

UNESP 2013 - VUNESP - Agente de Vigilância e Recepção
Cláudia comprou cinco latas de refrigerante A por R$ 1,40 cada uma, três latas de refrigerante B a R$ 1,50 cada uma e sete latas de refrigerante C. Considerando-se o total de latas compradas, na média, o preço de uma lata foi de R$ 1,28.

O preço de uma lata do refrigerante C era

Questão 22

UNESP 2013 - VUNESP - Agente de Vigilância e Recepção
Caio aplicou R$ 700,00 a juros simples por 5 meses e, ao término desse período, recebeu de juros o valor de R$ 26,25.

A taxa mensal dessa aplicação era

Questão 23

UNESP 2013 - VUNESP - Agente de Vigilância e Recepção
O funcionário encarregado pelas compras de um escritório recebeu certa quantia de dinheiro para comprar várias calculadoras todas de mesmo modelo e preço. Porém, ao efetuar a compra, percebeu que se comprasse 30 calculadoras ficariam faltando R$ 30,00, mas se comprasse 28 calculadoras sobrariam R$ 18,00. O valor disponibilizado para o funcionário comprar as calculadoras era

Questão 24

UNESP 2013 - VUNESP - Agente de Vigilância e Recepção
Uma pessoa entrou em uma loja de artigos de iluminação e escolheu uma luminária, um ventilador de teto e um lustre.

O preço das três peças juntas era R$ 1.000,00, mas o ventilador de teto custava R$ 150,00 mais caro do que o preço da luminária e R$ 100,00 mais barato do que o preço do lustre.

Se essa pessoa decidir comparar apenas a luminária e o ventilador de teto, então o valor a ser pago será de

Questão 25

UNESP 2013 - VUNESP - Agente de Vigilância e Recepção
Uma loja fez o levantamento do número total de fantasias vendidas em três dias anteriores ao carnaval. O resultado foi registrado na tabela.


Considerando-se o total de fantasias vendidas nos três dias registrados na tabela, pode-se apresentar essas informações, em porcentagem, por meio do seguinte gráfico:

Questão 26

UNESP 2013 - VUNESP - Agente de Vigilância e Recepção
Faz parte do treinamento de um atleta dar 8 voltas completas em torno de um campo retangular, percorrendo no total 9,6 km. Se a largura desse campo é de 150 m, pode-se concluir que seu comprimento, em metros, é

Questão 27

UNESP 2013 - VUNESP - Agente de Vigilância e Recepção
Em uma sala retangular de 4m de largura por 7 m de comprimento, foram colocados três armários com bases retangulares (A, B e C), conforme mostra a figura.


A área livre dessa sala, em m2, após a colocação dos armários, passou a ser de

Questão 28

UNESP 2013 - VUNESP - Agente de Vigilância e Recepção
Um galão está com 20 litros de água e são retirados dele cinco garrafinhas com 510 mL cada uma, mais trinta copos com 230 mL cada um e duas garrafas com 1,5 litros cada uma. Considerando-se apenas essas retiradas, o volume, em litros, da água que permaneceu no galão foi

Questão 29

UNESP 2013 - VUNESP - Agente de Vigilância e Recepção
Para organizar o estoque, uma loja utiliza caixas azuis [A] e vermelhas [V], de modo que as pilhas de caixas têm sempre a mesma quantidade de caixas e a ordem das cores alternadas, isto é, a primeira pilha só tem caixas azuis, a segunda pilha só tem caixas vermelhas, a terceira pilha só tem caixas azuis novamente e, assim, sucessivamente, mantendo sempre essa mesma ordem de cores. Cada uma das caixas tem também uma etiqueta numerada obedecendo a seguinte ordem, conforme mostra a figura.

Mantendo-se sempre essa mesma ordem apresentada na figura, pode-se concluir que a fileira e a cor da caixa que possui a etiqueta de número 123 são, respectivamente,

Questão 30

UNESP 2013 - VUNESP - Agente de Vigilância e Recepção
O jornal Folha de S.Paulo, em janeiro de 2013, publicou a seguinte informação sobre a comercialização de cerveja.


De acordo com o gráfico apresentado, a produção de cerveja em 2012 apresentou um aumento em relação à produção de 2011 de, aproximadamente,

Questão 31

UNESP 2013 - VUNESP - Agente de Vigilância e Recepção
Em julho de 2012, foi anunciada a descoberta do bóson de Higgs, partícula que teria dado origem à massa de todas as outras partículas existentes no universo. Como sem o bóson de Higgs não existiria matéria – uma vez que se considera “matéria” tudo o que tem massa –, essa partícula acabou recebendo a denominação de

Questão 32

UNESP 2013 - VUNESP - Agente de Vigilância e Recepção
Em outubro de 2012, a taxa SELIC – taxa básica de juros que interfere em todas as operações de crédito praticadas no país – foi fixada em 7, 25% ao ano, o menor nível desde que foi criada, em 1999. Essa redução na taxa de juros teve, entre suas consequências,

Questão 33

UNESP 2013 - VUNESP - Agente de Vigilância e Recepção
Em novembro de 2012, uma decisão da Assembleia Geral da ONU (Organização das Nações Unidas) reconheceu a Palestina como “Estado não-membro”, elevando sua categoria em relação ao seu status anterior de “entidade observadora”. Isso significa que

Questão 34

UNESP 2013 - VUNESP - Agente de Vigilância e Recepção
No início de 2013, uma série de manifestações nos meios de comunicação e nas redes sociais envolveu o nome de políticos que ocupam cargos em Brasília. As críticas a eles tiveram, como fator principal, o fato de que

Questão 35

UNESP 2013 - VUNESP - Agente de Vigilância e Recepção
Em janeiro de 2013, uma tragédia ocorrida na cidade de Santa Maria, no Rio Grande do Sul, sensibilizou a opinião pública nacional e internacional em função do número de mortes que causou. O que ocorreu foi

Questão 36

UNESP 2013 - VUNESP - Agente de Vigilância e Recepção
No MS-Windows 7, em sua configuração padrão, a partir da área de trabalho, é possível alterar a resolução do vídeo. Para isso, pode-se clicar num espaço livre na área de trabalho, com o botão direito do mouse e escolher a opção .

Assinale a alternativa que completa corretamente a lacuna do texto.

Questão 37

UNESP 2013 - VUNESP - Agente de Vigilância e Recepção
Um usuário do MS-Word 2010, em sua configuração padrão, deseja adicionar um cabeçalho a um documento que está sendo editado.

Assinale a alternativa que contém o nome correto da guia onde se localiza o grupo Cabeçalho e Rodapé, que possui o item cabeçalho.

Questão 38

UNESP 2013 - VUNESP - Agente de Vigilância e Recepção
Observe a planilha a seguir, editada no MS-Excel 2010, em sua configuração padrão.


Assinale a alternativa que indica o valor correto exibido na célula A4, ao ser preenchida com a fórmula: =MÁXIMO(A1;A2;B2;C1;C3)

Questão 39

UNESP 2013 - VUNESP - Agente de Vigilância e Recepção
Um usuário deseja criar um álbum de fotografias com uma apresentação do MS-PowerPoint 2010, em sua configuração padrão.

Observe o ícone a seguir, utilizado para criar álbum de fotografia.


Assinale a alternativa correta em relação às imagens adicionadas ao álbum de fotografia criado por meio do ícone mostrado.

Questão 40

UNESP 2013 - VUNESP - Agente de Vigilância e Recepção
Assinale a alternativa que indica, corretamente, a tecla de atalho utilizada no Internet Explorer 9, em sua configuração padrão, utilizado para selecionar todo o conteúdo exibido em uma página.

Questão 41

UNESP 2013 - VUNESP - Agente de Vigilância e Recepção
Ao assumir o serviço de vigilância, você deve

Questão 42

UNESP 2013 - VUNESP - Agente de Vigilância e Recepção
Durante o seu serviço de vigilância no período noturno, surge um veículo com algumas pessoas dizendo que querem fazer uma entrega. Diante de tal situação, a atitude mais adequada é:

Questão 43

UNESP 2013 - VUNESP - Agente de Vigilância e Recepção
A ronda é um meio eficaz de vigilância e segurança para verificar possíveis invasões indesejadas ou situações que coloquem em risco a segurança do prédio. Diante dessa afirmação, o mais adequado, em relação à ronda, é:

Questão 44

UNESP 2013 - VUNESP - Agente de Vigilância e Recepção
Durante sua ronda, você verifica que há um buraco na grade de proteção que circunda o prédio. Diante de tal situação, o mais adequado é:

Questão 45

UNESP 2013 - VUNESP - Agente de Vigilância e Recepção
Ao verificar uma grande concentração de pessoas que desejam entrar no prédio para participar de um evento, o mais adequado é:

Questão 46

UNESP 2013 - VUNESP - Agente de Vigilância e Recepção
Um funcionário lhe avisa que tem uma pessoa passando mal e diz que está com convulsões. Diante de tal fato, a atitude mais correta de primeiros socorros é:

Questão 47

UNESP 2013 - VUNESP - Agente de Vigilância e Recepção
Em caso de soar o alarme de incêndio em um prédio, o mais adequado é:

Questão 48

UNESP 2013 - VUNESP - Agente de Vigilância e Recepção
Estando você na recepção e sendo responsável pela segurança do prédio, ao receber uma ligação telefônica, o mais adequado é:

Questão 49

UNESP 2013 - VUNESP - Agente de Vigilância e Recepção
Durante seu turno de serviço e sendo responsável pela s egurança, você verifica que há várias correspondências na recepção. Diante de tal situação, o mais adequado é:

Questão 50

UNESP 2013 - VUNESP - Agente de Vigilância e Recepção
Durante seu turno de serviço na recepção, uma pessoa exaltada se dirige a você de forma deselegante e grosseira. Diante de tal fato, a atitude mais adequada é:



Provas de Concursos » Vunesp 2013